Crise no Governo Federal deve reduzir vagas de trabalho oferecidas pelo Sine/IDT

SEM REPASSE

Crise no Governo Federal deve reduzir vagas de trabalho oferecidas pelo Sine/IDT

Os atrasos de R$ 4,5 milhões no repasse de recursos do Governo Federal podem resultar em crise nos Sines

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

2 de setembro de 2017 às 07:15

Há 3 meses
A crise pode atingir os Sines do Ceará (FOTO: Divulgação)

A crise pode atingir os Sines do Ceará (FOTO: Divulgação)

A oferta de vagas de trabalho pode cair no Ceará com os atrasos de R$ 4,5 milhões no repasse de recursos do Governo Federal ao Sistema Nacional Empregos, o Sine. O atraso nos recursos atinge quase todos os estados do país.

De acordo com o titular da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, Josbertini Clementino, ainda é cedo para falar em fechamento das unidades, mas o número de vagas pode cair justamente no segundo semestre, quando surgem mais oportunidades de trabalho temporárias.

Só no primeiro semestre deste ano, 66 mil pessoas foram cadastradas para emprego nas unidades do Sine em 33 municípios cearenses, inclusive Fortaleza.

Os atrasos do Ministério do Trabalho ocorrem desde agosto do ano passado e já provocou uma dívida de 3 milhões de reais, o que compromete o atendimento e serviços nas unidades locais.

Josberti Clementino acrescenta ainda que o Estado não consegue sozinho manter as unidades e que o repasse de recursos deve ser urgente. No orçamento de 2017, o Governo do Ceará disponibilizou no orçamento mais de 19 milhões de reais às unidades do SINE/IDT.

Em nota, o Ministério do Trabalho informou que a liberação dos valores está condicionada à apresentação do plano de trabalho pelo Estado, que foi enviado essa semana e está em análise, e à prestação de contas dos valores repassados anteriormente, que está pendente.

Ouça a matéria da Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

SEM REPASSE

Crise no Governo Federal deve reduzir vagas de trabalho oferecidas pelo Sine/IDT

Os atrasos de R$ 4,5 milhões no repasse de recursos do Governo Federal podem resultar em crise nos Sines

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

2 de setembro de 2017 às 07:15

Há 3 meses
A crise pode atingir os Sines do Ceará (FOTO: Divulgação)

A crise pode atingir os Sines do Ceará (FOTO: Divulgação)

A oferta de vagas de trabalho pode cair no Ceará com os atrasos de R$ 4,5 milhões no repasse de recursos do Governo Federal ao Sistema Nacional Empregos, o Sine. O atraso nos recursos atinge quase todos os estados do país.

De acordo com o titular da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, Josbertini Clementino, ainda é cedo para falar em fechamento das unidades, mas o número de vagas pode cair justamente no segundo semestre, quando surgem mais oportunidades de trabalho temporárias.

Só no primeiro semestre deste ano, 66 mil pessoas foram cadastradas para emprego nas unidades do Sine em 33 municípios cearenses, inclusive Fortaleza.

Os atrasos do Ministério do Trabalho ocorrem desde agosto do ano passado e já provocou uma dívida de 3 milhões de reais, o que compromete o atendimento e serviços nas unidades locais.

Josberti Clementino acrescenta ainda que o Estado não consegue sozinho manter as unidades e que o repasse de recursos deve ser urgente. No orçamento de 2017, o Governo do Ceará disponibilizou no orçamento mais de 19 milhões de reais às unidades do SINE/IDT.

Em nota, o Ministério do Trabalho informou que a liberação dos valores está condicionada à apresentação do plano de trabalho pelo Estado, que foi enviado essa semana e está em análise, e à prestação de contas dos valores repassados anteriormente, que está pendente.

Ouça a matéria da Tribuna BandNews FM: