Cearense que descobriu câncer após fazer teste de gravidez morre em Fortaleza

TRISTEZA

Cearense que descobriu câncer após fazer teste de gravidez morre em Fortaleza

Gerardo Filho, estudante de técnica em Enfermagem, desconfiou de sua saúde ao fazer de brincadeira um teste de gravidez que deu positivo

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

5 de novembro de 2018 às 14:29

Há 2 semanas
gerardo

Gerardo faleceu na noite deste domingo (4). (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Gerardo Andrade, o jovem estudante de técnica em Enfermagem que descobriu um câncer durante uma aula ao fazer por brincadeira um teste de gravidez, faleceu na noite deste domingo (5), no bairro Itaperi, em Fortaleza. O velório está sendo realizado na residência da família. Uma missa de corpo presente será realizada às 15 horas. O enterro será na tarde desta segunda-feira (5), às 17 horas, no cemitério Parque da Paz, no Castelão.

Na última quinta-feira, Gerardo, de 19 anos, começou a sentir dores e a ficar sem ar. Depois, foi internado e não resistiu, segundo relato de um parente. O rapaz faleceu por volta das 20 horas.

Gerardo foi diagnosticado com um tumor coriocarcinoma de células germinativas. Tipo raro, maligno, que muitas vezes surge a partir da placenta. Em 2017, diversas personalidades como Tirullipa e Whindersson Nunes fizeram vídeos pedindo ajuda para o jovem. Gerardo fez campanha na internet pedindo ajuda para custear tratamento.

A batalha contra a doença vem desde fevereiro de 2017, data do diagnóstico. O estudante sentia dores na região mediastinal — localizada no tórax, próximos aos pulmões — que imaginava ser efeito da musculação. Os analgésicos receitados por médicos não surtiam efeito e, pouco tempo depois, Gerardo começou a expectorar sangue. Tuberculose foi outro diagnóstico que se mostrou equivocado.

Certo dia, Gerardo resolveu fazer — por “gaiatice”, como conta a mãe —, um teste de gravidez de farmácia, em uma de suas aulas do curso técnico em Enfermagem. Por incrível que pareça, o teste deu positivo.

O conhecimento em enfermagem o fez desconfiar do resultado: se a alta do hormônio BHCG indica gravidez em mulheres, em homens pode indicar complicações sérias, como alguns tipo de câncer — embora não seja uma regra. Ele, então, buscou auxílio médico e uma biópsia confirmou o câncer.

Sepultamento será realizado no fim da tarde desta segunda-feira. (FOTO: Arquivo Pessoal)

Publicidade

Dê sua opinião

TRISTEZA

Cearense que descobriu câncer após fazer teste de gravidez morre em Fortaleza

Gerardo Filho, estudante de técnica em Enfermagem, desconfiou de sua saúde ao fazer de brincadeira um teste de gravidez que deu positivo

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

5 de novembro de 2018 às 14:29

Há 2 semanas
gerardo

Gerardo faleceu na noite deste domingo (4). (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Gerardo Andrade, o jovem estudante de técnica em Enfermagem que descobriu um câncer durante uma aula ao fazer por brincadeira um teste de gravidez, faleceu na noite deste domingo (5), no bairro Itaperi, em Fortaleza. O velório está sendo realizado na residência da família. Uma missa de corpo presente será realizada às 15 horas. O enterro será na tarde desta segunda-feira (5), às 17 horas, no cemitério Parque da Paz, no Castelão.

Na última quinta-feira, Gerardo, de 19 anos, começou a sentir dores e a ficar sem ar. Depois, foi internado e não resistiu, segundo relato de um parente. O rapaz faleceu por volta das 20 horas.

Gerardo foi diagnosticado com um tumor coriocarcinoma de células germinativas. Tipo raro, maligno, que muitas vezes surge a partir da placenta. Em 2017, diversas personalidades como Tirullipa e Whindersson Nunes fizeram vídeos pedindo ajuda para o jovem. Gerardo fez campanha na internet pedindo ajuda para custear tratamento.

A batalha contra a doença vem desde fevereiro de 2017, data do diagnóstico. O estudante sentia dores na região mediastinal — localizada no tórax, próximos aos pulmões — que imaginava ser efeito da musculação. Os analgésicos receitados por médicos não surtiam efeito e, pouco tempo depois, Gerardo começou a expectorar sangue. Tuberculose foi outro diagnóstico que se mostrou equivocado.

Certo dia, Gerardo resolveu fazer — por “gaiatice”, como conta a mãe —, um teste de gravidez de farmácia, em uma de suas aulas do curso técnico em Enfermagem. Por incrível que pareça, o teste deu positivo.

O conhecimento em enfermagem o fez desconfiar do resultado: se a alta do hormônio BHCG indica gravidez em mulheres, em homens pode indicar complicações sérias, como alguns tipo de câncer — embora não seja uma regra. Ele, então, buscou auxílio médico e uma biópsia confirmou o câncer.

Sepultamento será realizado no fim da tarde desta segunda-feira. (FOTO: Arquivo Pessoal)