Campanha de arrecadação de cabelos para crianças com câncer bate recorde em Fortaleza
BOA AÇÃO

Campanha de arrecadação de cabelos para crianças com câncer bate recorde em Fortaleza

Foram 57,3 quilos de cabelos doados, o suficiente para produzir 114 perucas

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

15 de setembro de 2017 às 06:45

Há 1 mês
316 pessoas participaram da iniciativa (FOTO: Tiago Stille/Governo do Estado)

316 pessoas participaram da iniciativa (FOTO: Tiago Stille/Governo do Estado)

Em seis horas e meia, 57,3 quilos de cabelos foram doados no projeto “Um Pedacinho de Amor Não Dói”, realizado no Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara, em Fortaleza.

O arrecadado é equivalente a 114 perucas, um recorde, já que, segundo o Governo do Estado, nas duas outras edições da iniciativa, haviam sido distribuídas 155 perucas.

As beneficiadas são crianças que se tratam de câncer na rede estadual.

Ao todo, 316 pessoas compareceram ao Waldemar Alcântara na segunda-feira (11), seja para cortar os cabelos, seja já trazendo as mechas cortadas.

O hospital continua a arrecadar cabelos, basta entregar mecha de pelo menos 15 cm amarrada e seca, durante o horário comercial na recepção administrativa da unidade.

Publicidade

Dê sua opinião

BOA AÇÃO

Campanha de arrecadação de cabelos para crianças com câncer bate recorde em Fortaleza

Foram 57,3 quilos de cabelos doados, o suficiente para produzir 114 perucas

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

15 de setembro de 2017 às 06:45

Há 1 mês
316 pessoas participaram da iniciativa (FOTO: Tiago Stille/Governo do Estado)

316 pessoas participaram da iniciativa (FOTO: Tiago Stille/Governo do Estado)

Em seis horas e meia, 57,3 quilos de cabelos foram doados no projeto “Um Pedacinho de Amor Não Dói”, realizado no Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara, em Fortaleza.

O arrecadado é equivalente a 114 perucas, um recorde, já que, segundo o Governo do Estado, nas duas outras edições da iniciativa, haviam sido distribuídas 155 perucas.

As beneficiadas são crianças que se tratam de câncer na rede estadual.

Ao todo, 316 pessoas compareceram ao Waldemar Alcântara na segunda-feira (11), seja para cortar os cabelos, seja já trazendo as mechas cortadas.

O hospital continua a arrecadar cabelos, basta entregar mecha de pelo menos 15 cm amarrada e seca, durante o horário comercial na recepção administrativa da unidade.