Câmara aprova demolição da Praça Portugal


Câmara aprova demolição da Praça Portugal

Ao todo, 30 vereadores votaram a favor da destruição, enquanto sete foram contra

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

5 de junho de 2014 às 16:29

Há 4 anos
Vereadores aprovaram projeto que prevê destruição da Praça Portugal e criação de um cruzamento (FOTO: Adriano Macedo)

Vereadores aprovaram projeto que prevê destruição da Praça Portugal e criação de um cruzamento (FOTO: Adriano Macedo)

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, na tarde desta quinta-feira (5), o projeto de demolição da Praça Portugal. Com texto basicamente igual ao enviado pelo prefeito Roberto Cláudio (Pros), 30 vereadores votaram a favor da destruição, enquanto sete foram contra.

Antes da votação, o debate na Casa e na sociedade perdurou dias. Foram rejeitadas duas emendas dos vereadores Guilherme Sampaio (PT) e João Alfredo (Psol), que fazem oposição à atual gestão municipal. As alterações apontavam a preservação da praça. “Agora, é com a Justiça, o CONPHIC e a mobilização popular. A luta continua”, lamentou João Alfredo em seu Instagram, após a votação.

O texto enviado ao Legislativo prevê a demolição da praça, dando lugar a um cruzamento. Em compensação, quatro espaços de convivência, denominados de Nova Praça Portugal, seriam construídos pela prefeitura nos canteiros das Avenidas Dom Luís e Desembargador Moreira.

“O Projeto da nova Praça Portugal tem como objetivo principal devolver a praça à população, promovendo o resgate de sua função original como lugar de convívio e atividades ao ar livre, um espaço urbano essencialmente democrático, que acolhe a todos sem distinção e aproxima os mais diversos grupos sociais da cidade”, justifica o Poder Executivo, na mensagem.


Histórico

Roberto Cláudio anunciou a destruição da Praça Portugal no dia 7 de março. A polêmica gerou discussão em diversos pontos da cidade que criticavam o caráter cultural do projeto.

No dia 28 de maio, a comissão especial de vereadores analisou o assunto na Câmara e aprovou o projeto, com sete votos a favor e duas abstenções. A partir daí, o texto tramitou em regime de urgência para a votação no plenário.

Na última segunda-feira (2), foi realizada uma audiência pública para discutir o assunto. Na ocasião, houve várias críticas devido à ausência de parlamentares aliados ao prefeito de Fortaleza.

Publicidade

Dê sua opinião

Câmara aprova demolição da Praça Portugal

Ao todo, 30 vereadores votaram a favor da destruição, enquanto sete foram contra

Por Hayanne Narlla em Cotidiano

5 de junho de 2014 às 16:29

Há 4 anos
Vereadores aprovaram projeto que prevê destruição da Praça Portugal e criação de um cruzamento (FOTO: Adriano Macedo)

Vereadores aprovaram projeto que prevê destruição da Praça Portugal e criação de um cruzamento (FOTO: Adriano Macedo)

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, na tarde desta quinta-feira (5), o projeto de demolição da Praça Portugal. Com texto basicamente igual ao enviado pelo prefeito Roberto Cláudio (Pros), 30 vereadores votaram a favor da destruição, enquanto sete foram contra.

Antes da votação, o debate na Casa e na sociedade perdurou dias. Foram rejeitadas duas emendas dos vereadores Guilherme Sampaio (PT) e João Alfredo (Psol), que fazem oposição à atual gestão municipal. As alterações apontavam a preservação da praça. “Agora, é com a Justiça, o CONPHIC e a mobilização popular. A luta continua”, lamentou João Alfredo em seu Instagram, após a votação.

O texto enviado ao Legislativo prevê a demolição da praça, dando lugar a um cruzamento. Em compensação, quatro espaços de convivência, denominados de Nova Praça Portugal, seriam construídos pela prefeitura nos canteiros das Avenidas Dom Luís e Desembargador Moreira.

“O Projeto da nova Praça Portugal tem como objetivo principal devolver a praça à população, promovendo o resgate de sua função original como lugar de convívio e atividades ao ar livre, um espaço urbano essencialmente democrático, que acolhe a todos sem distinção e aproxima os mais diversos grupos sociais da cidade”, justifica o Poder Executivo, na mensagem.


Histórico

Roberto Cláudio anunciou a destruição da Praça Portugal no dia 7 de março. A polêmica gerou discussão em diversos pontos da cidade que criticavam o caráter cultural do projeto.

No dia 28 de maio, a comissão especial de vereadores analisou o assunto na Câmara e aprovou o projeto, com sete votos a favor e duas abstenções. A partir daí, o texto tramitou em regime de urgência para a votação no plenário.

Na última segunda-feira (2), foi realizada uma audiência pública para discutir o assunto. Na ocasião, houve várias críticas devido à ausência de parlamentares aliados ao prefeito de Fortaleza.