Batalhão especial da PM conferiu o foguetório da Praia de Iracema em treinamento no mar

IMAGENS INCRÍVEIS

Batalhão especial da PM conferiu o foguetório da Praia de Iracema em treinamento no mar

Ninguém teve uma vista tão incrível do foguetório da Praia de Iracema como os policiais que participavam do curso de Operações Especiais da Polícia Militar

Por Daniel Rocha em Cotidiano

3 de Janeiro de 2018 às 06:45

Há 4 meses

Os militares estavam participando do segundo Curso de Operações Especiais do Ceará (FOTO: Reprodução)

Dezenove oficiais e policiais militares prestigiaram a queima de fogos do aterro da Praia de Iracema, que simbolizou a passagem de ano em Fortaleza, de uma forma diferente. Ao contrário do público estimado em 1,3 milhão de pessoas que se espalhou pelas areias, o grupo admirou o show pirotécnico enquanto boiava em alto mar.

Segundo o comandante de Policiamento Especializado do Ceará, coronel Aginaldo de Oliveira, o momento faz parte de um dos 32 treinamentos do Segundo Curso de Operações Especiais do Ceará. O intuito é treinar os militares para atuar em situações adversas.

“A gente faz esse treinamento tanto de dia quanto noite para adestrar o policial para atuar nas situações adversas no mar. Todos os dias para a gente é normal. É dia de operar”, explica Aginaldo, sobre a execução do treinamento durante a passagem de ano.

Um vídeo foi divulgado em redes sociais pelos policiais que participaram da aula de domingo (31) para segunda-feira (1). Nele, os PMs batizam o treinamento de Réveillon dos Caveiras.

Além desse treinamento, o grupo também já foi submetido a outras situações. O coronel ressalta que o curso simula diversas operações no mar, na terra e no ar. No último mês de novembro, por exemplo, os militares que estão participando curso viajaram para quatro estados para serem treinados por outras unidades militares do País.

O grupo esteve no Pará para participar de um treinamento de operações com populações ribeirinhas. Depois em Goiás, para serem capacitados pelos atiradores de precisão do Batalhão de Operações Policiais Especiais de Goiais (Bope-GO) e para operações em helicópteros pelo Grupamento Aéreo da Polícia Militar de Goiais.

Após esse período, foram para o Rio de Janeiro, onde puderam receber instruções em operações em áreas de alto risco e, por último, foram para Pernambuco para o treinamento de sobrevivência na área da caatinga.

Esta é a segunda realização do Curso de Operações Especiais do Ceará. O primeiro aconteceu em 1996. O curso teve início no mês de setembro e tem previsão de término no fim de janeiro. Todos os alunos irão integrar o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) do Estado.

Confira o vídeo:

 

Publicidade

Dê sua opinião

IMAGENS INCRÍVEIS

Batalhão especial da PM conferiu o foguetório da Praia de Iracema em treinamento no mar

Ninguém teve uma vista tão incrível do foguetório da Praia de Iracema como os policiais que participavam do curso de Operações Especiais da Polícia Militar

Por Daniel Rocha em Cotidiano

3 de Janeiro de 2018 às 06:45

Há 4 meses

Os militares estavam participando do segundo Curso de Operações Especiais do Ceará (FOTO: Reprodução)

Dezenove oficiais e policiais militares prestigiaram a queima de fogos do aterro da Praia de Iracema, que simbolizou a passagem de ano em Fortaleza, de uma forma diferente. Ao contrário do público estimado em 1,3 milhão de pessoas que se espalhou pelas areias, o grupo admirou o show pirotécnico enquanto boiava em alto mar.

Segundo o comandante de Policiamento Especializado do Ceará, coronel Aginaldo de Oliveira, o momento faz parte de um dos 32 treinamentos do Segundo Curso de Operações Especiais do Ceará. O intuito é treinar os militares para atuar em situações adversas.

“A gente faz esse treinamento tanto de dia quanto noite para adestrar o policial para atuar nas situações adversas no mar. Todos os dias para a gente é normal. É dia de operar”, explica Aginaldo, sobre a execução do treinamento durante a passagem de ano.

Um vídeo foi divulgado em redes sociais pelos policiais que participaram da aula de domingo (31) para segunda-feira (1). Nele, os PMs batizam o treinamento de Réveillon dos Caveiras.

Além desse treinamento, o grupo também já foi submetido a outras situações. O coronel ressalta que o curso simula diversas operações no mar, na terra e no ar. No último mês de novembro, por exemplo, os militares que estão participando curso viajaram para quatro estados para serem treinados por outras unidades militares do País.

O grupo esteve no Pará para participar de um treinamento de operações com populações ribeirinhas. Depois em Goiás, para serem capacitados pelos atiradores de precisão do Batalhão de Operações Policiais Especiais de Goiais (Bope-GO) e para operações em helicópteros pelo Grupamento Aéreo da Polícia Militar de Goiais.

Após esse período, foram para o Rio de Janeiro, onde puderam receber instruções em operações em áreas de alto risco e, por último, foram para Pernambuco para o treinamento de sobrevivência na área da caatinga.

Esta é a segunda realização do Curso de Operações Especiais do Ceará. O primeiro aconteceu em 1996. O curso teve início no mês de setembro e tem previsão de término no fim de janeiro. Todos os alunos irão integrar o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) do Estado.

Confira o vídeo: