Banco de pele de tilápia da UFC ajudará vítimas da tragédia em creche de Minas Gerais

SOLIDARIEDADE

Banco de pele de tilápia da UFC ajudará vítimas da tragédia em creche de Minas Gerais

O Banco de Pele da Universidade Federal do Ceará vai enviar para Minas Gerais três médicos e uma enfermeira para auxiliar vítimas da tragédia

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

11 de outubro de 2017 às 06:18

Há 2 meses
A pele de tilápia ajuda a curar queimaduras (FOTO: Divulgação)

A pele de tilápia ajuda a curar queimaduras (FOTO: Divulgação)

O Banco de Pele da Universidade Federal do Ceará (UFC), pioneiro e único do mundo no uso de pele de tilápia para tratamento de queimaduras, está disponibilizando pele para as vítimas da tragédia na creche de Janaúba, em Minas Gerais.

O Projeto já tem 1 mil peles disponíveis e enviará, também, profissionais da Universidade. O Coordenador da Pesquisa de Pele de Tilápia, Edmar Maciel, destaca a preocupação com a medida que envolve vários órgãos.

“Estamos em contato com a Anvisa que liberou em relação a parte ética, entramos também em contato com o Ministério da Saúde para que eles entre em contato com a Secretaria de Saúde de Belo Horizonte e com a Sociedade Brasileira de Queimaduras que está por dentro  de tudo e se movimentando. Então, em termos de liberação da pele e da equipe que possa dar esse apoio está disponível”, explica.

O Banco de Pele da UFC vai enviar para Minas Gerais três médicos e uma enfermeira. Os profissionais daqui é que farão os procedimentos nos feridos.

No incêndio da creche de Janaúba, mais de 20 feridos ainda estão internados. Ao todo, 60 crianças estavam no local na hora do incêndio. A professora, nove crianças e o vigia morreram.

Ouça mais no áudio da Tribuna BandNews FM:

Confira detalhes na reportagem do Nordestv Notícias, da Nordestv/Band:

Publicidade

Dê sua opinião

SOLIDARIEDADE

Banco de pele de tilápia da UFC ajudará vítimas da tragédia em creche de Minas Gerais

O Banco de Pele da Universidade Federal do Ceará vai enviar para Minas Gerais três médicos e uma enfermeira para auxiliar vítimas da tragédia

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

11 de outubro de 2017 às 06:18

Há 2 meses
A pele de tilápia ajuda a curar queimaduras (FOTO: Divulgação)

A pele de tilápia ajuda a curar queimaduras (FOTO: Divulgação)

O Banco de Pele da Universidade Federal do Ceará (UFC), pioneiro e único do mundo no uso de pele de tilápia para tratamento de queimaduras, está disponibilizando pele para as vítimas da tragédia na creche de Janaúba, em Minas Gerais.

O Projeto já tem 1 mil peles disponíveis e enviará, também, profissionais da Universidade. O Coordenador da Pesquisa de Pele de Tilápia, Edmar Maciel, destaca a preocupação com a medida que envolve vários órgãos.

“Estamos em contato com a Anvisa que liberou em relação a parte ética, entramos também em contato com o Ministério da Saúde para que eles entre em contato com a Secretaria de Saúde de Belo Horizonte e com a Sociedade Brasileira de Queimaduras que está por dentro  de tudo e se movimentando. Então, em termos de liberação da pele e da equipe que possa dar esse apoio está disponível”, explica.

O Banco de Pele da UFC vai enviar para Minas Gerais três médicos e uma enfermeira. Os profissionais daqui é que farão os procedimentos nos feridos.

No incêndio da creche de Janaúba, mais de 20 feridos ainda estão internados. Ao todo, 60 crianças estavam no local na hora do incêndio. A professora, nove crianças e o vigia morreram.

Ouça mais no áudio da Tribuna BandNews FM:

Confira detalhes na reportagem do Nordestv Notícias, da Nordestv/Band: