8 mil pessoas se despedem do cantor Belchior durante velório em Fortaleza
CERIMÔNIA

8 mil pessoas se despedem do cantor Belchior durante velório em Fortaleza

A missa de corpo presente aconteceu no anfiteatro do Dragão do Mar. Depois, o corpo seguiu em cortejo ao cemitério

Por Lyvia Rocha em Cotidiano

2 de maio de 2017 às 10:31

Há 3 meses
O velório aconteceu no Centro Cultural Dragão do Mar (FOTO: Lyvia Rocha/Tribuna do Ceará)

O velório aconteceu no Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza (FOTO: Lyvia Rocha/Tribuna do Ceará)

O velório do cantor Belchior reuniu mais de 8 mil pessoas, no Centro Cultural Dragão do Mar, entre a segunda-feira (1º) e o início da manhã desta terça-feira (2). Durante a missa de corpo presente realizada nesta terça, antes do sepultamento no cemitério Parque da Paz, em Fortaleza, a emoção foi intensa do início ao fim.

A sensibilidade das letras do artista também esteve durante toda a missa. Na celebração, que aconteceu no anfiteatro do Dragão do Mar, várias homenagens, lágrimas e também aplausos para o legado que o artista deixa para cena musical brasileira.

Na saída do caixão, que estava com a bandeira do Brasil, o momento da despedida para os fãs, já que no cemitério apenas a família teve acesso ao sepultamento. “Não sou feliz, mas não sou mudo, hoje canto muito mais”, foram uma das músicas mais cantadas pelos fãs que entoavam com emoção.

Após o breve cortejo até o caixão chegar ao carro do Corpo de Bombeiros, a letra escolhida foi uma das famosas da obra do cantor. “Eu sou apenas um rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes, e vindo do interior“. Assim, o corpo de Belchior deixou o Dragão do Mar.

Belchior morreu na noite do último sábado (29), aos 70 anos, em Santa Cruz do Sul (RS), onde vivia há um ano e meio. Desde 2005, o cantor optou por ficar longe dos holofotes, quando deixou a esposa para viver com Edna Prometheu. Segundo a Brigada Militar, a morte do cantor e compositor foi causada por apneia enquanto dormia.

Acompanhe a cobertura da morte de Belchior:

30 de abril – Morre aos 70 anos o cantor cearense Belchior

30 de abril – Família de Belchior quer velório aberto ao público em Fortaleza

1º de maio – Corpo de Belchior chega ao Ceará para velório e sepultamento

1º de maio – Escute 6 sucessos que marcaram trajetória do compositor e cantor Belchior

1º de maio – Para além da arte, obra de Belchior dialoga com filosofia, ciência e política, diz pesquisadora

1º de maio – Corpo de cantor Belchior é velado no Centro Cultural Dragão do Mar

2 de maio – Morte de Belchior provoca “explosão” de buscas pelo cantor no Google

Publicidade

Dê sua opinião

CERIMÔNIA

8 mil pessoas se despedem do cantor Belchior durante velório em Fortaleza

A missa de corpo presente aconteceu no anfiteatro do Dragão do Mar. Depois, o corpo seguiu em cortejo ao cemitério

Por Lyvia Rocha em Cotidiano

2 de maio de 2017 às 10:31

Há 3 meses
O velório aconteceu no Centro Cultural Dragão do Mar (FOTO: Lyvia Rocha/Tribuna do Ceará)

O velório aconteceu no Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza (FOTO: Lyvia Rocha/Tribuna do Ceará)

O velório do cantor Belchior reuniu mais de 8 mil pessoas, no Centro Cultural Dragão do Mar, entre a segunda-feira (1º) e o início da manhã desta terça-feira (2). Durante a missa de corpo presente realizada nesta terça, antes do sepultamento no cemitério Parque da Paz, em Fortaleza, a emoção foi intensa do início ao fim.

A sensibilidade das letras do artista também esteve durante toda a missa. Na celebração, que aconteceu no anfiteatro do Dragão do Mar, várias homenagens, lágrimas e também aplausos para o legado que o artista deixa para cena musical brasileira.

Na saída do caixão, que estava com a bandeira do Brasil, o momento da despedida para os fãs, já que no cemitério apenas a família teve acesso ao sepultamento. “Não sou feliz, mas não sou mudo, hoje canto muito mais”, foram uma das músicas mais cantadas pelos fãs que entoavam com emoção.

Após o breve cortejo até o caixão chegar ao carro do Corpo de Bombeiros, a letra escolhida foi uma das famosas da obra do cantor. “Eu sou apenas um rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes, e vindo do interior“. Assim, o corpo de Belchior deixou o Dragão do Mar.

Belchior morreu na noite do último sábado (29), aos 70 anos, em Santa Cruz do Sul (RS), onde vivia há um ano e meio. Desde 2005, o cantor optou por ficar longe dos holofotes, quando deixou a esposa para viver com Edna Prometheu. Segundo a Brigada Militar, a morte do cantor e compositor foi causada por apneia enquanto dormia.

Acompanhe a cobertura da morte de Belchior:

30 de abril – Morre aos 70 anos o cantor cearense Belchior

30 de abril – Família de Belchior quer velório aberto ao público em Fortaleza

1º de maio – Corpo de Belchior chega ao Ceará para velório e sepultamento

1º de maio – Escute 6 sucessos que marcaram trajetória do compositor e cantor Belchior

1º de maio – Para além da arte, obra de Belchior dialoga com filosofia, ciência e política, diz pesquisadora

1º de maio – Corpo de cantor Belchior é velado no Centro Cultural Dragão do Mar

2 de maio – Morte de Belchior provoca “explosão” de buscas pelo cantor no Google