70% dos leitores do Tribuna do Ceará são contra cotas para mulheres em concursos públicos

PROJETO POLÊMICO

70% dos leitores do Tribuna do Ceará são contra cotas para mulheres em concursos públicos

Para a maioria, não faz sentido a proposta da vereadora Eliana Gomes (PCdoB), que está tramitando na Câmara

Por Daniel Rocha em Cotidiano

21 de setembro de 2017 às 07:00

Há 3 meses

A proposta visa expandir a ocupação feminina nas atividades públicas municipais de nossa cidade (FOTO: Divulgação/Mandato Eliana Gomes)

Após a notícia do projeto de lei que está em trâmite na Câmara de Fortaleza e que prevê que 20% das vagas em concursos públicos municipais sejam destinadas para as mulheres, o Tribuna do Ceará realizou, por meio de sua página no Facebook, uma enquete para saber se os leitores são ou não a favor da proposta.

Segundo a autora, a vereadora Eliana Gomes (PCdoB), a medida vai contribuir “para a expansão da ocupação feminina nas atividades públicas municipais de nossa cidade”.

Dos 913 votos na enquete, mais de 600 pessoas discordaram da proposta da vereadora, entendendo que a proposta indica equivocadamente que as mulheres têm um conhecimento inferior ao dos homens. “Se eu for a favor, vou estar atestando que elas são burras e dizendo que precisam disso para superar os homens”, justificou um leitor.

Já em relação aos posicionamentos a favor, a enquete recebeu cerca de 270 votos de apoio ao projeto. Para uma leitura de quem é a favor, as mulheres têm obrigações e condições diferentes as dos homens. “As mulheres têm obrigações e situações biológicas que desfavorecem em muitos momento. Jamais um homem vai entender”, argumentou.

Confira os argumentos de cada lado.

Publicidade

Dê sua opinião

PROJETO POLÊMICO

70% dos leitores do Tribuna do Ceará são contra cotas para mulheres em concursos públicos

Para a maioria, não faz sentido a proposta da vereadora Eliana Gomes (PCdoB), que está tramitando na Câmara

Por Daniel Rocha em Cotidiano

21 de setembro de 2017 às 07:00

Há 3 meses

A proposta visa expandir a ocupação feminina nas atividades públicas municipais de nossa cidade (FOTO: Divulgação/Mandato Eliana Gomes)

Após a notícia do projeto de lei que está em trâmite na Câmara de Fortaleza e que prevê que 20% das vagas em concursos públicos municipais sejam destinadas para as mulheres, o Tribuna do Ceará realizou, por meio de sua página no Facebook, uma enquete para saber se os leitores são ou não a favor da proposta.

Segundo a autora, a vereadora Eliana Gomes (PCdoB), a medida vai contribuir “para a expansão da ocupação feminina nas atividades públicas municipais de nossa cidade”.

Dos 913 votos na enquete, mais de 600 pessoas discordaram da proposta da vereadora, entendendo que a proposta indica equivocadamente que as mulheres têm um conhecimento inferior ao dos homens. “Se eu for a favor, vou estar atestando que elas são burras e dizendo que precisam disso para superar os homens”, justificou um leitor.

Já em relação aos posicionamentos a favor, a enquete recebeu cerca de 270 votos de apoio ao projeto. Para uma leitura de quem é a favor, as mulheres têm obrigações e condições diferentes as dos homens. “As mulheres têm obrigações e situações biológicas que desfavorecem em muitos momento. Jamais um homem vai entender”, argumentou.

Confira os argumentos de cada lado.