52% dos leitores do Tribuna do Ceará são contra ao aumento do horário de funcionamentos do comércio

"TRIBUNA QUER SABER"

52% dos leitores do Tribuna do Ceará são contra ao aumento do horário de funcionamentos do comércio

A lei foi aprovada pela Câmara Municipal de Fortaleza e sancionada pelo prefeito Roberto Cláudio na última sexta-feira

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

30 de outubro de 2017 às 09:42

Há 3 semanas

A decisão dividiu a opinião entre os leitores. Ao todo, 2,3 mil pessoas participaram da enquete (FOTO:Reprodução/Facebook)

Na última sexta-feira (27), a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou a extensão do horário de funcionamento do comércio varejista e atacadista de Fortaleza. A medida gerou polêmica entre os proprietários de estabelecimentos comerciais e funcionários de lojas ao estender o horário de funcionamento. Por isso, o Tribuna do Ceará realizou uma enquete em sua página no Facebook para saber se os fortalezenses concordam ou não com a novo lei.

Dos 2,3 mil votos, 1.200 pessoas não são a favor da extensão do horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais, correspondendo a 52% dos votos. Um leitor, que votou contra na enquete, alegou que a nova lei vai sobrecarregar os funcionários e não vai gerar empregos como o esperado. “Não vai haver contratações e, sim, exploração. Quem não aceitar ficar mais tempo pede as contas por insubordinação?”, afirmou.

Por outro lado, 1.100 pessoas declararam ser a favor da medida, um número equivalente a 48% do total de votos. Nos comentários, as pessoas alegaram que a extensão vai gerar mais empregos e também atender as necessidades do consumidor. “É só mais uma opção. Ninguém é obrigado a abrir, mas caso queira poderá, gerando mais emprego. Quem precisa de emprego terá mais opção. Quem não quer esse horário, também terá a opção de trabalhar apenas no horário normal”. comentou um leitor.

Entenda 

O projeto de lei que permite a expansão do horário de funcionamento do comércio varejista e atacadista de Fortaleza por aprovada e sancionada na última sexta-feira. De acordo com o texto da lei, a proposta vai aumentar a oferta de emprego e estimular o crescimento econômico no município. Com a permissão, os estabelecimentos comerciais vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, e aos sábados, das 8h às 16h. Os shoppings centers cão poder ampliar o seu horário por mais quatro horas, funcionando das 8h às 24 de segunda a domingo. Os supermercados e hipermercados vão poder funcionar 24h por dia.

“O horário de funcionamento destes estabelecimentos tratados nesta lei foi previsto pela lei nº 9.452, de 20 de março de 2009, mas, no entanto, a forma na qual os horários estavam dispostos, não estimulavam a localização de empreendimentos nas áreas de desenvolvimento urbano e social e nos corredores turísticos”, aponta o texto.

Publicidade

Dê sua opinião

"TRIBUNA QUER SABER"

52% dos leitores do Tribuna do Ceará são contra ao aumento do horário de funcionamentos do comércio

A lei foi aprovada pela Câmara Municipal de Fortaleza e sancionada pelo prefeito Roberto Cláudio na última sexta-feira

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

30 de outubro de 2017 às 09:42

Há 3 semanas

A decisão dividiu a opinião entre os leitores. Ao todo, 2,3 mil pessoas participaram da enquete (FOTO:Reprodução/Facebook)

Na última sexta-feira (27), a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou a extensão do horário de funcionamento do comércio varejista e atacadista de Fortaleza. A medida gerou polêmica entre os proprietários de estabelecimentos comerciais e funcionários de lojas ao estender o horário de funcionamento. Por isso, o Tribuna do Ceará realizou uma enquete em sua página no Facebook para saber se os fortalezenses concordam ou não com a novo lei.

Dos 2,3 mil votos, 1.200 pessoas não são a favor da extensão do horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais, correspondendo a 52% dos votos. Um leitor, que votou contra na enquete, alegou que a nova lei vai sobrecarregar os funcionários e não vai gerar empregos como o esperado. “Não vai haver contratações e, sim, exploração. Quem não aceitar ficar mais tempo pede as contas por insubordinação?”, afirmou.

Por outro lado, 1.100 pessoas declararam ser a favor da medida, um número equivalente a 48% do total de votos. Nos comentários, as pessoas alegaram que a extensão vai gerar mais empregos e também atender as necessidades do consumidor. “É só mais uma opção. Ninguém é obrigado a abrir, mas caso queira poderá, gerando mais emprego. Quem precisa de emprego terá mais opção. Quem não quer esse horário, também terá a opção de trabalhar apenas no horário normal”. comentou um leitor.

Entenda 

O projeto de lei que permite a expansão do horário de funcionamento do comércio varejista e atacadista de Fortaleza por aprovada e sancionada na última sexta-feira. De acordo com o texto da lei, a proposta vai aumentar a oferta de emprego e estimular o crescimento econômico no município. Com a permissão, os estabelecimentos comerciais vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, e aos sábados, das 8h às 16h. Os shoppings centers cão poder ampliar o seu horário por mais quatro horas, funcionando das 8h às 24 de segunda a domingo. Os supermercados e hipermercados vão poder funcionar 24h por dia.

“O horário de funcionamento destes estabelecimentos tratados nesta lei foi previsto pela lei nº 9.452, de 20 de março de 2009, mas, no entanto, a forma na qual os horários estavam dispostos, não estimulavam a localização de empreendimentos nas áreas de desenvolvimento urbano e social e nos corredores turísticos”, aponta o texto.