Secretário de Saúde fala sobre a vacinação contra Influenza A - Noticias


Secretário de Saúde fala sobre a vacinação contra Influenza A

Só este ano foram confirmados 18 casos da doença no Ceará

Por Tribuna do Ceará em Ceará

3 de Março de 2010 às 08:56

Há 9 anos

Na manhã desta quarta-feira (03), ocorre uma coletiva do Secretário da Saúde do Estado, João Ananias Vasconcelos Neto, a respeito da vacinação contra a Influenza A (H1N1). A campanha vai de 8 de março a 21 de maio.  O encontro é na sede da Secretaria, na Praia de Iracema, em Fortaleza.

Com a decisão do Ministério da Saúde de incluir, em todo o país, adultos saudáveis de 30 a 39 na campanha de vacinação contra o vírus, o número de doses da vacina para o Ceará aumenta de 3,1 milhões para 4,3 milhões de doses. A quantidade é suficiente para atender os cinco grupos prioritários, aqueles que correm mais risco de adoecer ou morrer da doença, conforme definição do Ministério da Saúde.

Pessoas que têm reação aos componentes da vacina da gripe comum, com infecções graves ou quem têm alergia à proteína do ovo não podem ser vacinadas.

Casos confirmados em 2010
Este ano foram confirmados 18 casos da doença no Ceará. Desse total, 16 pacientes residem na capital. Foram confirmadas ainda quatro mortes, sendo três pacientes de Fortaleza e um do município de Cascavel.

No ano passado, a confirmação em laboratório foi de 14 casos e três óbitos.

Redação Jangadeiro Online

Publicidade

Dê sua opinião

Secretário de Saúde fala sobre a vacinação contra Influenza A

Só este ano foram confirmados 18 casos da doença no Ceará

Por Tribuna do Ceará em Ceará

3 de Março de 2010 às 08:56

Há 9 anos

Na manhã desta quarta-feira (03), ocorre uma coletiva do Secretário da Saúde do Estado, João Ananias Vasconcelos Neto, a respeito da vacinação contra a Influenza A (H1N1). A campanha vai de 8 de março a 21 de maio.  O encontro é na sede da Secretaria, na Praia de Iracema, em Fortaleza.

Com a decisão do Ministério da Saúde de incluir, em todo o país, adultos saudáveis de 30 a 39 na campanha de vacinação contra o vírus, o número de doses da vacina para o Ceará aumenta de 3,1 milhões para 4,3 milhões de doses. A quantidade é suficiente para atender os cinco grupos prioritários, aqueles que correm mais risco de adoecer ou morrer da doença, conforme definição do Ministério da Saúde.

Pessoas que têm reação aos componentes da vacina da gripe comum, com infecções graves ou quem têm alergia à proteína do ovo não podem ser vacinadas.

Casos confirmados em 2010
Este ano foram confirmados 18 casos da doença no Ceará. Desse total, 16 pacientes residem na capital. Foram confirmadas ainda quatro mortes, sendo três pacientes de Fortaleza e um do município de Cascavel.

No ano passado, a confirmação em laboratório foi de 14 casos e três óbitos.

Redação Jangadeiro Online