Retrospectiva: Relembre aqueles que morreram em 2016 e deixarão saudades
LEGADO

Retrospectiva: Relembre aqueles que morreram em 2016 e deixarão saudades

Veja a lista com os nomes daqueles que se foram e merecem a lembrança

Por Tribuna do Ceará em Ceará

30 de dezembro de 2016 às 07:00

Há 5 meses

O ano de 2016 teve grandes marcos para o Ceará. Dentre eles, estão aqueles que partiram e deixaram legado na história cearense, seja na arte, na política, no esporte.

Tribuna do Ceará elaborou uma lista com os nomes dos que se foram e que merecem a lembrança.

Essa é a quinta matéria da série de retrospectiva do Tribuna do Ceará. Durante a última semana do ano, o portal relembrou os casos inusitados, as pessoas que orgulharam o Ceará, os crimes que chocaram o estado e os prêmios conquistados pela equipe do Tribuna do Ceará.

Christiano Câmara, dono de um dos maiores acervos culturais do Ceará

Christiano Câmara faleceu aos 81 anos (FOTO: Rosana Romão)

Christiano Câmara faleceu aos 81 anos (FOTO: Rosana Romão)

O memorialista cearense Christiano Câmara morreu no dia 22 de março, em Fortaleza, aos 81 anos de idade. Internado desde o dia 28 de fevereiro, o cearense faleceu devido a problemas cardiorrespiratórios. Com uma arquivo de mais de 20 mil discos e rádios antigos expostos em sua residência (Rua da Escadinha, 162, Centro), onde morava junto com sua esposa Douvina Câmara há 59 anos, Christiano era um dos maiores colecionadores de artigos culturais do Ceará.

Regina Marshall, jornalista

Regina Marshall era colunista social no Diário do Nordeste (FOTO: Divulgação)

Regina Marshall era colunista social no Diário do Nordeste (FOTO: Divulgação)

A jornalista Regina Marshall morreu no dia 18 de maio, vítima de complicações de pneumonia. Ela tinha 77 anos e foi colunista do Diário do Nordeste por cerca de 30. Regina Marshall estava internada há uma semana, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Carlos, no Bairro Aldeota, em Fortaleza, com problemas no sistema respiratório e insuficiência dos órgãos.

Roberto César, apresentador de TV

Roberto César faleceu no dia 7 de junho (FOTO: Divulgação)

Roberto César faleceu no dia 7 de junho (FOTO: Divulgação)

O apresentador Roberto César, da TV Cidade, faleceu no dia 7 de junho, em Fortaleza. Ele tinha 45 anos e estava à frente do programa Cidade Alerta desde o início da atração. Roberto passou mal e teve uma parada cardiorespiratória. Ele morreu no Hospital Regional da Unimed, no bairro São João do Tauape.

Yolanda Queiroz, empresária e empreendedora

Yolanda Queiroz tinha 87 anos (FOTO: Reprodução)

Yolanda Queiroz tinha 87 anos (FOTO: Reprodução)

Yolanda Queiroz morreu no dia 17 de junho. A viúva do empresário Edson Queiroz, fundador do Grupo Edson Queiroz, tinha 87 anos. Yolanda Pontes Vidal Queiroz nasceu em Fortaleza. Ao lado do marido, com quem se casou aos 16 anos, construiu um dos maiores conglomerados empresariais do Ceará. O Grupo Edson Queiroz, criado há 65 anos, é hoje apontado como um dos 100 maiores do país. O casamento rendeu seis filhos: Airton, Renata, Lenise e Paula, além de Edson Filho e Myra, já falecidos.

Ivens Dias Branco, empresário

Ivens Dias Branco tinha 81 anos (FOTO: Reprodução/Tribuna de Honra)

Ivens Dias Branco tinha 81 anos (FOTO: Reprodução/Tribuna de Honra)

Morreu no dia 24 de junho o empresário Ivens Dias Branco. O falecimento aconteceu durante uma cirurgia cardíaca em São Paulo. O cearense listado entre os 10 mais ricos do Brasil completaria 82 anos em agosto. Ivens Dias Branco era presidente do Conselho Administrativo da M. Dias Branco. Natural de Cedro, fez da padaria do pai um gigante dos negócios, que hoje reúne milhares de funcionários em instalações em diferentes estados. Em 1953, Ivens começou a trabalhar com Manuel, seu pai, imigrante português, e, em menos de três décadas, transformou a Padaria Fortaleza em um dos maiores complexos industriais da América Latina.

Neno Cavalcante, jornalista

Neno foi vítima de infarto (FOTO: Divulgação)

Neno foi vítima de infarto (FOTO: Divulgação)

O jornalista cearense Neno Cavalcante morreu no dia 14 de agosto. Ele foi encontrado morto em seu apartamento localizado na Praia de Iracema, em Fortaleza. A causa da morte foi um infarto. Conhecido como Neno, José Nairton Quezado Cavalcante tinha 61 anos e trabalhava como jornalista há mais de 30. Ele era colunista do jornal Diário do Nordeste e apresentador do programa Teveneno.

Professor Teodoro, deputado estadual

Professor Teodoro era do PSD e tinha 75 anos (FOTO: Divulgação)

Professor Teodoro era do PSD e tinha 75 anos (FOTO: Divulgação)

O deputado estadual Professor Teodoro Soares (PSD) morreu aos 75 anos, no dia 18 de agosto. O parlamentar estava internado no hospital Monte Clínico. Teodoro morreu de falência múltipla dos órgãos. Nascido em 28 de dezembro de 1940, José Teodoro Soares era presidente da Universidade da Universidade do Parlamento Cearense (Unipace) e docente da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Carlos Fred, radialista e narrador esportivo

Carlos Fred era carinhosamente chamado de "Mito" (FOTO: Reprodução)

Carlos Fred era carinhosamente chamado de “Mito” (FOTO: Reprodução)

O radialista e narrador esportivo Carlos Fred faleceu em 17 de outubro. Vítima de um infarto, Carlos Frederico Costa Carneiro (o “Mito”, como carinhosamente era chamado) deixou um legado no rádio esportivo cearense. Fred era narrador oficial das partidas de Ceará e Fortaleza nas principais competições nacionais, transmitidas pela Rádio Tribuna BandNews FM, além de comentar diariamente o esporte local e nacional no programa Tribuna BandNews Esporte.

Ênio Carlos, apresentador e radialista

Ênio Carlos tinha 51 anos (FOTO: Divulgação)

Ênio Carlos tinha 51 anos (FOTO: Divulgação)

O apresentador de TV e radialista Ênio Carlos morreu no dia 20 de outubro, em Fortaleza, aos 51 anos. Ele foi vítima de um tumor no cérebro, caracterizado como um tipo de câncer. Ênio Carlos trabalhou em várias rádios da capital, como na Cidade AM, Assunção e na extinta TV Manchete. Em fevereiro deste ano, foi afastado das atividades que exercia na Rádio Verdes Mares e também na TV Diário, onde estava há 15 anos.

Publicidade

Dê sua opinião

LEGADO

Retrospectiva: Relembre aqueles que morreram em 2016 e deixarão saudades

Veja a lista com os nomes daqueles que se foram e merecem a lembrança

Por Tribuna do Ceará em Ceará

30 de dezembro de 2016 às 07:00

Há 5 meses

O ano de 2016 teve grandes marcos para o Ceará. Dentre eles, estão aqueles que partiram e deixaram legado na história cearense, seja na arte, na política, no esporte.

Tribuna do Ceará elaborou uma lista com os nomes dos que se foram e que merecem a lembrança.

Essa é a quinta matéria da série de retrospectiva do Tribuna do Ceará. Durante a última semana do ano, o portal relembrou os casos inusitados, as pessoas que orgulharam o Ceará, os crimes que chocaram o estado e os prêmios conquistados pela equipe do Tribuna do Ceará.

Christiano Câmara, dono de um dos maiores acervos culturais do Ceará

Christiano Câmara faleceu aos 81 anos (FOTO: Rosana Romão)

Christiano Câmara faleceu aos 81 anos (FOTO: Rosana Romão)

O memorialista cearense Christiano Câmara morreu no dia 22 de março, em Fortaleza, aos 81 anos de idade. Internado desde o dia 28 de fevereiro, o cearense faleceu devido a problemas cardiorrespiratórios. Com uma arquivo de mais de 20 mil discos e rádios antigos expostos em sua residência (Rua da Escadinha, 162, Centro), onde morava junto com sua esposa Douvina Câmara há 59 anos, Christiano era um dos maiores colecionadores de artigos culturais do Ceará.

Regina Marshall, jornalista

Regina Marshall era colunista social no Diário do Nordeste (FOTO: Divulgação)

Regina Marshall era colunista social no Diário do Nordeste (FOTO: Divulgação)

A jornalista Regina Marshall morreu no dia 18 de maio, vítima de complicações de pneumonia. Ela tinha 77 anos e foi colunista do Diário do Nordeste por cerca de 30. Regina Marshall estava internada há uma semana, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Carlos, no Bairro Aldeota, em Fortaleza, com problemas no sistema respiratório e insuficiência dos órgãos.

Roberto César, apresentador de TV

Roberto César faleceu no dia 7 de junho (FOTO: Divulgação)

Roberto César faleceu no dia 7 de junho (FOTO: Divulgação)

O apresentador Roberto César, da TV Cidade, faleceu no dia 7 de junho, em Fortaleza. Ele tinha 45 anos e estava à frente do programa Cidade Alerta desde o início da atração. Roberto passou mal e teve uma parada cardiorespiratória. Ele morreu no Hospital Regional da Unimed, no bairro São João do Tauape.

Yolanda Queiroz, empresária e empreendedora

Yolanda Queiroz tinha 87 anos (FOTO: Reprodução)

Yolanda Queiroz tinha 87 anos (FOTO: Reprodução)

Yolanda Queiroz morreu no dia 17 de junho. A viúva do empresário Edson Queiroz, fundador do Grupo Edson Queiroz, tinha 87 anos. Yolanda Pontes Vidal Queiroz nasceu em Fortaleza. Ao lado do marido, com quem se casou aos 16 anos, construiu um dos maiores conglomerados empresariais do Ceará. O Grupo Edson Queiroz, criado há 65 anos, é hoje apontado como um dos 100 maiores do país. O casamento rendeu seis filhos: Airton, Renata, Lenise e Paula, além de Edson Filho e Myra, já falecidos.

Ivens Dias Branco, empresário

Ivens Dias Branco tinha 81 anos (FOTO: Reprodução/Tribuna de Honra)

Ivens Dias Branco tinha 81 anos (FOTO: Reprodução/Tribuna de Honra)

Morreu no dia 24 de junho o empresário Ivens Dias Branco. O falecimento aconteceu durante uma cirurgia cardíaca em São Paulo. O cearense listado entre os 10 mais ricos do Brasil completaria 82 anos em agosto. Ivens Dias Branco era presidente do Conselho Administrativo da M. Dias Branco. Natural de Cedro, fez da padaria do pai um gigante dos negócios, que hoje reúne milhares de funcionários em instalações em diferentes estados. Em 1953, Ivens começou a trabalhar com Manuel, seu pai, imigrante português, e, em menos de três décadas, transformou a Padaria Fortaleza em um dos maiores complexos industriais da América Latina.

Neno Cavalcante, jornalista

Neno foi vítima de infarto (FOTO: Divulgação)

Neno foi vítima de infarto (FOTO: Divulgação)

O jornalista cearense Neno Cavalcante morreu no dia 14 de agosto. Ele foi encontrado morto em seu apartamento localizado na Praia de Iracema, em Fortaleza. A causa da morte foi um infarto. Conhecido como Neno, José Nairton Quezado Cavalcante tinha 61 anos e trabalhava como jornalista há mais de 30. Ele era colunista do jornal Diário do Nordeste e apresentador do programa Teveneno.

Professor Teodoro, deputado estadual

Professor Teodoro era do PSD e tinha 75 anos (FOTO: Divulgação)

Professor Teodoro era do PSD e tinha 75 anos (FOTO: Divulgação)

O deputado estadual Professor Teodoro Soares (PSD) morreu aos 75 anos, no dia 18 de agosto. O parlamentar estava internado no hospital Monte Clínico. Teodoro morreu de falência múltipla dos órgãos. Nascido em 28 de dezembro de 1940, José Teodoro Soares era presidente da Universidade da Universidade do Parlamento Cearense (Unipace) e docente da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Carlos Fred, radialista e narrador esportivo

Carlos Fred era carinhosamente chamado de "Mito" (FOTO: Reprodução)

Carlos Fred era carinhosamente chamado de “Mito” (FOTO: Reprodução)

O radialista e narrador esportivo Carlos Fred faleceu em 17 de outubro. Vítima de um infarto, Carlos Frederico Costa Carneiro (o “Mito”, como carinhosamente era chamado) deixou um legado no rádio esportivo cearense. Fred era narrador oficial das partidas de Ceará e Fortaleza nas principais competições nacionais, transmitidas pela Rádio Tribuna BandNews FM, além de comentar diariamente o esporte local e nacional no programa Tribuna BandNews Esporte.

Ênio Carlos, apresentador e radialista

Ênio Carlos tinha 51 anos (FOTO: Divulgação)

Ênio Carlos tinha 51 anos (FOTO: Divulgação)

O apresentador de TV e radialista Ênio Carlos morreu no dia 20 de outubro, em Fortaleza, aos 51 anos. Ele foi vítima de um tumor no cérebro, caracterizado como um tipo de câncer. Ênio Carlos trabalhou em várias rádios da capital, como na Cidade AM, Assunção e na extinta TV Manchete. Em fevereiro deste ano, foi afastado das atividades que exercia na Rádio Verdes Mares e também na TV Diário, onde estava há 15 anos.