Prepare o guarda-chuva, porque a semana será de chuvas da pré-estação no Ceará

Ô COISA BOA!

Prepare o guarda-chuva, porque a semana será de chuvas da pré-estação no Ceará

A previsão para esta semana é de mais precipitações, principalmente nas regiões do Cariri, Sertão Central e Inhamuns

Por Lyvia Rocha em Ceará

20 de dezembro de 2017 às 11:20

Há 7 meses
As chuvas não são tão volumosas nesse período (FOTO: Reprodução/Whatsapp Tribuna do Ceará)

As chuvas não são tão volumosas nesse período (FOTO: Reprodução/Whatsapp Tribuna do Ceará)

Nesta quarta-feira (20), algumas cidades cearenses amanheceram com uma chuvinha para amenizar o calor dos últimos dias. E a previsão para esta semana é de mais precipitações, principalmente nos municípios das regiões do Cariri, Sertão Central e Inhamuns, segundo a Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Nesta época, os acumulados não chegam a ser tão grandes. As normais para dezembro e janeiro são, respectivamente, 31,6 e 98,7 milímetros. Até o momento, os maiores acumulados foram registrados em Itapipoca (110,8mm), no último dia 16, e Altaneira (24mm), na segunda-feira (18).

Já nesta quarta-feira (20), foram registrados precipitações em Miraíma (7mm), Santana do Acaraú (12 mm), Uruburetama (6.2 mm), Massapê (6 mm), Araripe (5.4 mm), Itapipoca (5.2 mm) e Maracanaú (2.4 mm). Em Fortaleza também teve uma leve chuva no início da manhã, mas os dados ainda não foram atualizados em relação aos milímetros.

Entre dezembro e janeiro, as precipitações que caem no Estado são provocadas pelos fenômenos Vórtice Ciclônicos de Altos Níveis (VCAN) e Cavados de Altos Níveis (CAN). No sul do Estado, durante este período, sistemas meteorológicos que chegam ao Nordeste, principalmente na porção sul, também trazem chuvas.

“As chuvas, neste período, geralmente não são muito volumosas. Em janeiro se tem as precipitações mais significativas do período porque os sistemas mencionados [VCAN e CAN] são mais atuantes naquele mês em especial”, explica o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz.

Em 2016, as precipitações da Pré-Estação ficaram 28,1% abaixo da média, registrando 93.8mm contra os 130,3mm da normal climatológica.

Previsão

Durante este dois meses, as previsões são de curto período que, na Funceme, são de até três dias.  Já para esta quarta-feira (20), há possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea e no sul do Ceará.

Nas demais regiões, céu entre parcialmente nublado e claro. Para quinta-feira (21), no decorrer do dia, nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea e no sul do estado. Na sexta-feira (22), há possibilidade de chuva em todo o estado ao longo do dia.

Publicidade

Dê sua opinião

Ô COISA BOA!

Prepare o guarda-chuva, porque a semana será de chuvas da pré-estação no Ceará

A previsão para esta semana é de mais precipitações, principalmente nas regiões do Cariri, Sertão Central e Inhamuns

Por Lyvia Rocha em Ceará

20 de dezembro de 2017 às 11:20

Há 7 meses
As chuvas não são tão volumosas nesse período (FOTO: Reprodução/Whatsapp Tribuna do Ceará)

As chuvas não são tão volumosas nesse período (FOTO: Reprodução/Whatsapp Tribuna do Ceará)

Nesta quarta-feira (20), algumas cidades cearenses amanheceram com uma chuvinha para amenizar o calor dos últimos dias. E a previsão para esta semana é de mais precipitações, principalmente nos municípios das regiões do Cariri, Sertão Central e Inhamuns, segundo a Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Nesta época, os acumulados não chegam a ser tão grandes. As normais para dezembro e janeiro são, respectivamente, 31,6 e 98,7 milímetros. Até o momento, os maiores acumulados foram registrados em Itapipoca (110,8mm), no último dia 16, e Altaneira (24mm), na segunda-feira (18).

Já nesta quarta-feira (20), foram registrados precipitações em Miraíma (7mm), Santana do Acaraú (12 mm), Uruburetama (6.2 mm), Massapê (6 mm), Araripe (5.4 mm), Itapipoca (5.2 mm) e Maracanaú (2.4 mm). Em Fortaleza também teve uma leve chuva no início da manhã, mas os dados ainda não foram atualizados em relação aos milímetros.

Entre dezembro e janeiro, as precipitações que caem no Estado são provocadas pelos fenômenos Vórtice Ciclônicos de Altos Níveis (VCAN) e Cavados de Altos Níveis (CAN). No sul do Estado, durante este período, sistemas meteorológicos que chegam ao Nordeste, principalmente na porção sul, também trazem chuvas.

“As chuvas, neste período, geralmente não são muito volumosas. Em janeiro se tem as precipitações mais significativas do período porque os sistemas mencionados [VCAN e CAN] são mais atuantes naquele mês em especial”, explica o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz.

Em 2016, as precipitações da Pré-Estação ficaram 28,1% abaixo da média, registrando 93.8mm contra os 130,3mm da normal climatológica.

Previsão

Durante este dois meses, as previsões são de curto período que, na Funceme, são de até três dias.  Já para esta quarta-feira (20), há possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea e no sul do Ceará.

Nas demais regiões, céu entre parcialmente nublado e claro. Para quinta-feira (21), no decorrer do dia, nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea e no sul do estado. Na sexta-feira (22), há possibilidade de chuva em todo o estado ao longo do dia.