Perícia determinará ainda nesta semana o que são os pacotes misteriosos achados no litoral

INVESTIGAÇÃO

Perícia determinará ainda nesta semana o que são os pacotes misteriosos achados no litoral

O conteúdo das caixas misteriosas achadas em praias do Nordeste ainda não foi identificado pelo Ibama, que está recolhendo o material para perícia

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

30 de outubro de 2018 às 13:53

Há 2 semanas
caixas

Caixas misteriosas foram encontradas no litoral cearense. (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Deve sair ainda esta semana o resultado da perícia que avalia o material de pacotes misteriosos encontrados em praias do Ceará, segundo informou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). O material foi encontrado nesta segunda-feira (29), em diferentes pontos do litoral cearense.

De acordo com o Chefe de Fiscalização do Ibama, Miller Holanda, a recomendação é para que o município que encontrar algum pacote não realize o descarte até ser feita uma perícia.

“Nós estamos orientando que não se descarte o material em qualquer lugar, porque a gente precisa periciar e identificar. Para descartar qualquer possibilidade de risco ou de poluição, fizemos contato com a Polícia Federal, vão encaminhar peritos para que a gente possa fazer a identificação e dar o destino mais adequado”, disse o fiscal.

Segundo Miller, a origem do material é desconhecida, mas existem algumas possibilidades.

“Não tem como saber a origem porque como ele veio pelas correntes marinhas, como embarcação que naufragou, descarte por parte da tripulação, não tem como saber. Foi um material que chegou sem nenhuma identificação”, avaliou Miller Holanda.

O material foi encontrado também praias de outros estados como Alagoas, Pernambuco e Paraíba.

No Ceará, a quantidade exata de pacotes ainda não foi contabilizada. O Ibama recebeu alguns relatos de municípios que encontraram o material, mas ainda está checando a veracidade das informações.

Após o resultado da perícia, o material poderá ser reciclado, incinerado ou depositado em local apropriado pela prefeitura de cada município.

Confira a entrevista para a Tribuna Band News FM:

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIGAÇÃO

Perícia determinará ainda nesta semana o que são os pacotes misteriosos achados no litoral

O conteúdo das caixas misteriosas achadas em praias do Nordeste ainda não foi identificado pelo Ibama, que está recolhendo o material para perícia

Por Tribuna Bandnews FM em Ceará

30 de outubro de 2018 às 13:53

Há 2 semanas
caixas

Caixas misteriosas foram encontradas no litoral cearense. (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Deve sair ainda esta semana o resultado da perícia que avalia o material de pacotes misteriosos encontrados em praias do Ceará, segundo informou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). O material foi encontrado nesta segunda-feira (29), em diferentes pontos do litoral cearense.

De acordo com o Chefe de Fiscalização do Ibama, Miller Holanda, a recomendação é para que o município que encontrar algum pacote não realize o descarte até ser feita uma perícia.

“Nós estamos orientando que não se descarte o material em qualquer lugar, porque a gente precisa periciar e identificar. Para descartar qualquer possibilidade de risco ou de poluição, fizemos contato com a Polícia Federal, vão encaminhar peritos para que a gente possa fazer a identificação e dar o destino mais adequado”, disse o fiscal.

Segundo Miller, a origem do material é desconhecida, mas existem algumas possibilidades.

“Não tem como saber a origem porque como ele veio pelas correntes marinhas, como embarcação que naufragou, descarte por parte da tripulação, não tem como saber. Foi um material que chegou sem nenhuma identificação”, avaliou Miller Holanda.

O material foi encontrado também praias de outros estados como Alagoas, Pernambuco e Paraíba.

No Ceará, a quantidade exata de pacotes ainda não foi contabilizada. O Ibama recebeu alguns relatos de municípios que encontraram o material, mas ainda está checando a veracidade das informações.

Após o resultado da perícia, o material poderá ser reciclado, incinerado ou depositado em local apropriado pela prefeitura de cada município.

Confira a entrevista para a Tribuna Band News FM: