Leitores registram o contraste entre antes e depois das chuvas no açude Cedro

ESPERANÇA RENOVADA

Leitores registram o contraste entre antes e depois das chuvas no açude Cedro

Fotos tiradas por drones mostram o Cedro como deserto e como mar, num intervalo de somente três meses

Por Tribuna do Ceará em Ceará

22 de Maio de 2017 às 07:00

Há 6 meses

À esquerda, o Cedro em abril. À direita, o açude em janeiro (FOTO: Lana e Herculano Mesquita/Acervo Pessoal)

Os 605 milímetros de chuva registrados este ano em Quixadá, a 169 quilômetros de Fortaleza, causaram mudança drástica no maior açude local, o Cedro. É o que registrou as lentes das câmaras dos leitores do Tribuna do Ceará Herculano Mesquita e Lana Mesquita, pai e filha.

As fotos foram tiradas em janeiro e abril, respectivamente. Na primeira sequência de fotos, o açude completamente seco. No segundo, embora longe da máxima, o suficiente para impactar os olhos pelo contraste.

Esperança renovada

“Apesar de um nível baixo de água, o verde e a lâmina de água renovam a esperança, resgatam nossos sorrisos e aliviam nosso pesar”, afirma Lana.

Atualmente, o açude tem apenas 1,99% de sua capacidade — 2,51 dos 1.266 hectômetros cúbicos.

Confira galeria com as imagens:

dji_0263
1/10

dji_0263

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0264
2/10

dji_0264

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0276
3/10

dji_0276

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0285
4/10

dji_0285

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0287
5/10

dji_0287

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0002
6/10

dscn0002

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0012
7/10

dscn0012

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0014
8/10

dscn0014

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0018
9/10

dscn0018

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0020-2
10/10

dscn0020-2

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

Publicidade

Dê sua opinião

ESPERANÇA RENOVADA

Leitores registram o contraste entre antes e depois das chuvas no açude Cedro

Fotos tiradas por drones mostram o Cedro como deserto e como mar, num intervalo de somente três meses

Por Tribuna do Ceará em Ceará

22 de Maio de 2017 às 07:00

Há 6 meses

À esquerda, o Cedro em abril. À direita, o açude em janeiro (FOTO: Lana e Herculano Mesquita/Acervo Pessoal)

Os 605 milímetros de chuva registrados este ano em Quixadá, a 169 quilômetros de Fortaleza, causaram mudança drástica no maior açude local, o Cedro. É o que registrou as lentes das câmaras dos leitores do Tribuna do Ceará Herculano Mesquita e Lana Mesquita, pai e filha.

As fotos foram tiradas em janeiro e abril, respectivamente. Na primeira sequência de fotos, o açude completamente seco. No segundo, embora longe da máxima, o suficiente para impactar os olhos pelo contraste.

Esperança renovada

“Apesar de um nível baixo de água, o verde e a lâmina de água renovam a esperança, resgatam nossos sorrisos e aliviam nosso pesar”, afirma Lana.

Atualmente, o açude tem apenas 1,99% de sua capacidade — 2,51 dos 1.266 hectômetros cúbicos.

Confira galeria com as imagens:

dji_0263
1/10

dji_0263

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0264
2/10

dji_0264

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0276
3/10

dji_0276

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0285
4/10

dji_0285

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dji_0287
5/10

dji_0287

Cedro em abril, em fotos tiradas por drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0002
6/10

dscn0002

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0012
7/10

dscn0012

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0014
8/10

dscn0014

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0018
9/10

dscn0018

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)

dscn0020-2
10/10

dscn0020-2

Cedro em janeiro, em fotos de drone (FOTO: Acervo Pessoal)