Lacen realiza 30 mil testes do pezinho por mês no Ceará


Lacen realiza 30 mil testes do pezinho por mês no Ceará

O Lacen é o responsável pelas análises da triagem neonatal em todos os 184 municípios do Ceará

Por Roberta Tavares em Ceará

6 de junho de 2013 às 08:16

Há 6 anos
Nesta quinta-feira (6), é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data em que é reforçado o trabalho de triagem neonatal devido à importância do exame na identificação precoce de doenças.

Teste do pezinho é feito a partir de gotas de sangue colhidas do calcanhar do recém-nascido (FOTO: Divulgação/Sesa)

Nesta quinta-feira (6), é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data em que é reforçado o trabalho de triagem neonatal devido à importância do exame na identificação precoce de doenças.

No Ceará, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) é o responsável pelas análises da triagem neonatal em todos os 184 municípios do estado, com 52 unidades de saúde atendidas somente em Fortaleza.

Mensalmente, o Lacen realiza 30 mil análises de 10 mil crianças triadas em todo o Ceará.

A cobertura em triagem neonatal pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Ceará evoluiu de 66% dos nascidos vivos, em 2004, para 82%, em 2011, que representam mais de 105 mil recém-nascidos.

Testes

O Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC) realiza o teste diariamente, em dois horários diferentes: sempre de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 13h às 15h.

O material para análise é colhido no Ambulatório do HGCC (Avenida do Imperador, 372, Centro), e encaminhado ao Lacen. No hospital, são realizados cerca de 350 testes todo mês. Para ter acesso, os pais devem levar o documento da alta hospitalar, no qual constam as informações sobre a data do nascimento e o peso do bebê.

Na rede pública da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), os hospitais que garantem o teste do pezinho a todas as crianças que nascem em suas unidades ou são internadas na UTI neonatal são: Hospital Infantil Albert Sabin, Hospital Waldemar Alcântara, HGCC, Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e Hospital Geral de Polícia José Martiniano de Alencar.

Procedimento

O procedimento é rápido e feito por meio da coleta de sangue no pé do recém-nascido, parte do corpo quase indolor e rica em vasos sanguíneos. De acordo com o Ministério da Saúde, o teste deve ser realizado a partir de 48 horas após o nascimento, e nunca depois de 30 dias de nascido. É ideal que seja feito entre o terceiro e o sétimo dia de vida do bebê.

O que é o teste?

O teste do pezinho é uma ação preventiva, que permite fazer o diagnóstico de doenças congênitas, assintomáticas no período neonatal, ou seja, entre zero e 28 dias de vida.

A rapidez para a realização está associada à necessidade de interferir no curso de doenças que venham a ser detectadas, permitindo que o tratamento seja iniciado para a diminuição ou eliminação de sequelas associadas, como retardo mental, atraso no crescimento, entre outras complicações.

Publicidade

Dê sua opinião

Lacen realiza 30 mil testes do pezinho por mês no Ceará

O Lacen é o responsável pelas análises da triagem neonatal em todos os 184 municípios do Ceará

Por Roberta Tavares em Ceará

6 de junho de 2013 às 08:16

Há 6 anos
Nesta quinta-feira (6), é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data em que é reforçado o trabalho de triagem neonatal devido à importância do exame na identificação precoce de doenças.

Teste do pezinho é feito a partir de gotas de sangue colhidas do calcanhar do recém-nascido (FOTO: Divulgação/Sesa)

Nesta quinta-feira (6), é comemorado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data em que é reforçado o trabalho de triagem neonatal devido à importância do exame na identificação precoce de doenças.

No Ceará, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) é o responsável pelas análises da triagem neonatal em todos os 184 municípios do estado, com 52 unidades de saúde atendidas somente em Fortaleza.

Mensalmente, o Lacen realiza 30 mil análises de 10 mil crianças triadas em todo o Ceará.

A cobertura em triagem neonatal pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Ceará evoluiu de 66% dos nascidos vivos, em 2004, para 82%, em 2011, que representam mais de 105 mil recém-nascidos.

Testes

O Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC) realiza o teste diariamente, em dois horários diferentes: sempre de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 13h às 15h.

O material para análise é colhido no Ambulatório do HGCC (Avenida do Imperador, 372, Centro), e encaminhado ao Lacen. No hospital, são realizados cerca de 350 testes todo mês. Para ter acesso, os pais devem levar o documento da alta hospitalar, no qual constam as informações sobre a data do nascimento e o peso do bebê.

Na rede pública da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), os hospitais que garantem o teste do pezinho a todas as crianças que nascem em suas unidades ou são internadas na UTI neonatal são: Hospital Infantil Albert Sabin, Hospital Waldemar Alcântara, HGCC, Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e Hospital Geral de Polícia José Martiniano de Alencar.

Procedimento

O procedimento é rápido e feito por meio da coleta de sangue no pé do recém-nascido, parte do corpo quase indolor e rica em vasos sanguíneos. De acordo com o Ministério da Saúde, o teste deve ser realizado a partir de 48 horas após o nascimento, e nunca depois de 30 dias de nascido. É ideal que seja feito entre o terceiro e o sétimo dia de vida do bebê.

O que é o teste?

O teste do pezinho é uma ação preventiva, que permite fazer o diagnóstico de doenças congênitas, assintomáticas no período neonatal, ou seja, entre zero e 28 dias de vida.

A rapidez para a realização está associada à necessidade de interferir no curso de doenças que venham a ser detectadas, permitindo que o tratamento seja iniciado para a diminuição ou eliminação de sequelas associadas, como retardo mental, atraso no crescimento, entre outras complicações.