Governo de Israel cria fazenda-modelo no Ceará para ajudar na produção de agricultores locais

EM QUIXERAMOBIM

Governo de Israel cria fazenda-modelo no Ceará para ajudar na produção de agricultores locais

O projeto é uma parceria entre o Governo de Israel e o Governo do Ceará, visando a troca de experiência de empresas israelenses e produtores locais

Por Jangadeiro FM em Ceará

3 de novembro de 2017 às 06:47

Há 1 mês

O projeto tem como objetivo de estimular a produção agrícola de forma sustentável (FOTO: Divulgação)

O Ceará vai receber uma fazenda-modelo de irrigação e utilização sustentável de água, visando estimular a pesquisa e a economia entre os produtores da região do Estado. O projeto faz parte de uma parceria entre o Governo de Israel e do Governo do Estado do Ceará junto com a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece).

De acordo com o consultor da Aprece em meio ambiente, recursos hídricos e agricultura, Nicolas Fabre, o local vai ser como centro de referência tecnológica para toda a região Nordeste. As informações da Rede Jagandeiro FM.

“O principal parceiro é o agricultor e agricultora do Ceará que está com dificuldade de produzir. O projeto vai disponibilizar qualificação e tecnologia com o objetivo de inovar do uso e o desuso da água”, declarou Nicolas.

A fazenda-modelo está localizada no município de Quixeramobim, a 200 km de Fortaleza. Para a execução do projeto, o governo de Israel investiu cerca de R$ 40 milhões. Com isso, o País vai escolher algumas empresas para atuarem no Brasil que irão repassar conhecimento aos produtores locais.

De acordo com Nicolas, a previsão de entrega da fazenda-modelo deve acontecer até o fim deste ano. As empresas estrangeiras, por sua vez, vão permanecer no Estado pelos próximos três anos. Após esse período, o governo de Isarel vai lançar outro edital para a convocar novas empresas. “Como o governo de Israel está subsidiando a vinda dessas empresa, elas precisam participar de algum projeto socioambiental de corporação”, destacou.

O cultivo hidropônico, quando não se necessita de utilização do solo, e a aquaponia, que é a criação de peixes a partir da água dispensada da hidroponia são os destaques do projeto. As duas modalidade servem para economia de água.

A expectativa é que a experiência das empresas de Israel contribua para o aumento de produção dos agricultores cearenses. O país, que fica localizado no Oriente Médio, apresenta um clima árido e com poucas chuvas, mas consegue ser destaque na agropecuária, na irrigação, na dessalinização e tratamento de água.

Confira a reportagem completa do repórter Yuri Costa, da Jangadeiro FM:

Publicidade

Dê sua opinião

EM QUIXERAMOBIM

Governo de Israel cria fazenda-modelo no Ceará para ajudar na produção de agricultores locais

O projeto é uma parceria entre o Governo de Israel e o Governo do Ceará, visando a troca de experiência de empresas israelenses e produtores locais

Por Jangadeiro FM em Ceará

3 de novembro de 2017 às 06:47

Há 1 mês

O projeto tem como objetivo de estimular a produção agrícola de forma sustentável (FOTO: Divulgação)

O Ceará vai receber uma fazenda-modelo de irrigação e utilização sustentável de água, visando estimular a pesquisa e a economia entre os produtores da região do Estado. O projeto faz parte de uma parceria entre o Governo de Israel e do Governo do Estado do Ceará junto com a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece).

De acordo com o consultor da Aprece em meio ambiente, recursos hídricos e agricultura, Nicolas Fabre, o local vai ser como centro de referência tecnológica para toda a região Nordeste. As informações da Rede Jagandeiro FM.

“O principal parceiro é o agricultor e agricultora do Ceará que está com dificuldade de produzir. O projeto vai disponibilizar qualificação e tecnologia com o objetivo de inovar do uso e o desuso da água”, declarou Nicolas.

A fazenda-modelo está localizada no município de Quixeramobim, a 200 km de Fortaleza. Para a execução do projeto, o governo de Israel investiu cerca de R$ 40 milhões. Com isso, o País vai escolher algumas empresas para atuarem no Brasil que irão repassar conhecimento aos produtores locais.

De acordo com Nicolas, a previsão de entrega da fazenda-modelo deve acontecer até o fim deste ano. As empresas estrangeiras, por sua vez, vão permanecer no Estado pelos próximos três anos. Após esse período, o governo de Isarel vai lançar outro edital para a convocar novas empresas. “Como o governo de Israel está subsidiando a vinda dessas empresa, elas precisam participar de algum projeto socioambiental de corporação”, destacou.

O cultivo hidropônico, quando não se necessita de utilização do solo, e a aquaponia, que é a criação de peixes a partir da água dispensada da hidroponia são os destaques do projeto. As duas modalidade servem para economia de água.

A expectativa é que a experiência das empresas de Israel contribua para o aumento de produção dos agricultores cearenses. O país, que fica localizado no Oriente Médio, apresenta um clima árido e com poucas chuvas, mas consegue ser destaque na agropecuária, na irrigação, na dessalinização e tratamento de água.

Confira a reportagem completa do repórter Yuri Costa, da Jangadeiro FM: