Fenômeno climático pode favorecer chuvas intensas nos próximos quatro dias no Ceará
PREVISÃO DA FUNCEME

Fenômeno climático pode favorecer chuvas intensas nos próximos dias no Ceará

Meteorologista afirma que as chuvas dos próximos dias podem ser boas para recarga de pequenos reservatórios

Por Jangadeiro FM em Ceará

12 de fevereiro de 2017 às 07:00

Há 6 meses

Não é garantido que essas chuvas intensas se estendam por toda a quadra chuvosa (FOTO: Whatsapp/Tribuna do Ceará)

Os primeiros dez dias da quadra chuvosa no Ceará causaram preocupação. Poucas precipitações trouxeram de volta o medo de mais um ano de estiagem. Mas as previsões da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) apontam que esse quadro vai mudar nos próximos dias.

A sexta-feira (10) já foi de alegria para os cearenses. De acordo com a Funceme, 67 municípios registraram chuvas, com destaque para Porteiras, no Cariri, com 128 milímetros. O meteorologista da Fundação, Davi Ferram, destaca que um fenômeno climático pode favorecer chuvas intensas nos próximos dias, em especial na região do Cariri.

“Em relação à previsão da chuva para os próximos dias, a gente deve entrar em um período favorável de, pelo menos três ou quatro dias, onde a chuva deve acontecer de forma mais intensa aqui no estado”, esclareceu Davi em entrevista concedida na sexta-feira.

Davi ainda afirma que as chuvas dos próximos dias podem ser boas para recarga de pequenos reservatórios. No caso de médios e grandes açudes, o meteorologista avalia que seriam necessários em torno de 40 dias para um aporte razoável.

No entanto, o meteorologista não garante que estas chuvas intensas se estendam por toda a quadra chuvosa, já que os fenômenos climáticos mudam constantemente.

Mesmo que o Ceará tenha uma quadra chuvosa pelo menos dentro da média, não é garantia de que os reservatórios tenham recarga. E a situação é preocupante. Dos 153 açudes monitorados pela Cogerh, 137 estão com menos de 30% de volume, outros 38 estão secos e 48 estão no volume morto, ou seja, com água abaixo dos canos de captação. O destaque negativo fica com o Sertão Central. Dos 19 açudes da região, dez estão secos e outros três podem secar nos próximos dias.

A Secretaria Estadual de Recursos Hídricos já garantiu que, com ou sem chuvas, as ações para manter o abastecimento vão ser mantidas, como construção de poços e instalação de adutoras.

Durante essa semana, uma emenda do senador Tasso Jereissati aprovou a destinação de mais de R$ 2 milhões para a construção de 160 poços em 37 cidades cearenses. A esperança está depositada também na transposição do Rio São Francisco, que vai levar água para o sertão cearense. As obras, no entanto, estão paradas desde o ano passado, aguardando uma autorização do Governo Federal.

Saiba os detalhes na reportagem de Iury Costa, da Rede Jangadeiro FM:

Publicidade

Dê sua opinião

PREVISÃO DA FUNCEME

Fenômeno climático pode favorecer chuvas intensas nos próximos dias no Ceará

Meteorologista afirma que as chuvas dos próximos dias podem ser boas para recarga de pequenos reservatórios

Por Jangadeiro FM em Ceará

12 de fevereiro de 2017 às 07:00

Há 6 meses

Não é garantido que essas chuvas intensas se estendam por toda a quadra chuvosa (FOTO: Whatsapp/Tribuna do Ceará)

Os primeiros dez dias da quadra chuvosa no Ceará causaram preocupação. Poucas precipitações trouxeram de volta o medo de mais um ano de estiagem. Mas as previsões da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) apontam que esse quadro vai mudar nos próximos dias.

A sexta-feira (10) já foi de alegria para os cearenses. De acordo com a Funceme, 67 municípios registraram chuvas, com destaque para Porteiras, no Cariri, com 128 milímetros. O meteorologista da Fundação, Davi Ferram, destaca que um fenômeno climático pode favorecer chuvas intensas nos próximos dias, em especial na região do Cariri.

“Em relação à previsão da chuva para os próximos dias, a gente deve entrar em um período favorável de, pelo menos três ou quatro dias, onde a chuva deve acontecer de forma mais intensa aqui no estado”, esclareceu Davi em entrevista concedida na sexta-feira.

Davi ainda afirma que as chuvas dos próximos dias podem ser boas para recarga de pequenos reservatórios. No caso de médios e grandes açudes, o meteorologista avalia que seriam necessários em torno de 40 dias para um aporte razoável.

No entanto, o meteorologista não garante que estas chuvas intensas se estendam por toda a quadra chuvosa, já que os fenômenos climáticos mudam constantemente.

Mesmo que o Ceará tenha uma quadra chuvosa pelo menos dentro da média, não é garantia de que os reservatórios tenham recarga. E a situação é preocupante. Dos 153 açudes monitorados pela Cogerh, 137 estão com menos de 30% de volume, outros 38 estão secos e 48 estão no volume morto, ou seja, com água abaixo dos canos de captação. O destaque negativo fica com o Sertão Central. Dos 19 açudes da região, dez estão secos e outros três podem secar nos próximos dias.

A Secretaria Estadual de Recursos Hídricos já garantiu que, com ou sem chuvas, as ações para manter o abastecimento vão ser mantidas, como construção de poços e instalação de adutoras.

Durante essa semana, uma emenda do senador Tasso Jereissati aprovou a destinação de mais de R$ 2 milhões para a construção de 160 poços em 37 cidades cearenses. A esperança está depositada também na transposição do Rio São Francisco, que vai levar água para o sertão cearense. As obras, no entanto, estão paradas desde o ano passado, aguardando uma autorização do Governo Federal.

Saiba os detalhes na reportagem de Iury Costa, da Rede Jangadeiro FM: