Cerca de 450 animais silvestres foram apreendidos no Ceará somente em 2012 - Noticias


Cerca de 450 animais silvestres foram apreendidos no Ceará somente em 2012

O número de animais silvestres apreendidos em 2012 já ultrapassa os 250, nos primeiros três meses do ano, em Fortaleza. No Ceará, o balanço chega a aproximadamente 450.

Por Rosana Romão, Felipe Lima e Hayanne Narlla em Ceará

2 de Abril de 2012 às 14:59

Há 6 anos

O número de animais silvestres apreendidos no Fortaleza em 2012 já ultrapassa os 250. No Ceará, o balanço chega a aproximadamente 450. De acordo com Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o galo-de-campina, o sabiá, papa-capim, saí-açu, brigadeiro, papagaio e periquito, estão entre as espécies mais contrabandeadas no Estado.

Segundo o chefe de fiscalização do Ibama, Rolfran Ribeiro, o tráfico desses animais, geralmente, tem como destino a comercialização, em feiras de Fortaleza, e até outros estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Pernambuco. O preço cobrado pode variar de R$ 20 a R$ 1 mil. Em um número menor, estão os casos em que os bichos são capturados, do próprio ninho, para criação em residências, como animal de estimação.

Sabiá está entre os animais visados pelo contrabando FOTO: Haroldo Palo Jr/Sesc/Divulgação

Depois que os animais são apreendidos por fiscais do Ibama, eles são encaminhados até o instituto, onde passam 45 dias, sob cuidados veterinários. Feito isso, são devolvidos à natureza.

Desde a manhã desta segunda-feira (2), a Polícia Federal (PF) realiza a operação “Estalo” de combate ao tráfico de aves silvestres e exóticas em oito estado brasileiros, incluindo o Ceará. Ao todo, estão sendo cumpridos 20 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 33 de busca e apreensão.

Publicidade

Dê sua opinião

Cerca de 450 animais silvestres foram apreendidos no Ceará somente em 2012

O número de animais silvestres apreendidos em 2012 já ultrapassa os 250, nos primeiros três meses do ano, em Fortaleza. No Ceará, o balanço chega a aproximadamente 450.

Por Rosana Romão, Felipe Lima e Hayanne Narlla em Ceará

2 de Abril de 2012 às 14:59

Há 6 anos

O número de animais silvestres apreendidos no Fortaleza em 2012 já ultrapassa os 250. No Ceará, o balanço chega a aproximadamente 450. De acordo com Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o galo-de-campina, o sabiá, papa-capim, saí-açu, brigadeiro, papagaio e periquito, estão entre as espécies mais contrabandeadas no Estado.

Segundo o chefe de fiscalização do Ibama, Rolfran Ribeiro, o tráfico desses animais, geralmente, tem como destino a comercialização, em feiras de Fortaleza, e até outros estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Pernambuco. O preço cobrado pode variar de R$ 20 a R$ 1 mil. Em um número menor, estão os casos em que os bichos são capturados, do próprio ninho, para criação em residências, como animal de estimação.

Sabiá está entre os animais visados pelo contrabando FOTO: Haroldo Palo Jr/Sesc/Divulgação

Depois que os animais são apreendidos por fiscais do Ibama, eles são encaminhados até o instituto, onde passam 45 dias, sob cuidados veterinários. Feito isso, são devolvidos à natureza.

Desde a manhã desta segunda-feira (2), a Polícia Federal (PF) realiza a operação “Estalo” de combate ao tráfico de aves silvestres e exóticas em oito estado brasileiros, incluindo o Ceará. Ao todo, estão sendo cumpridos 20 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 33 de busca e apreensão.