Cearense do Quixeramobim transforma restos de madeira em esculturas de animais de até 2m
ARTESANATO

Cearense do Quixeramobim transforma restos de madeira em esculturas de animais de até 2m

O cearense Dedé Paulo expõe seu trabalho em feiras do município, e seu talento lhe ofereceu nova fonte de renda

Por Daniel Rocha em Ceará

7 de outubro de 2017 às 07:00

Há 1 semana

O artesão diz que aprendeu sozinho a produzir as peças decorativas (FOTO: Reges Andrade)

Um cearense do município de Quixeramobim, a 206 km de Fortaleza, é conhecido por transformar pequenas coisas da natureza, como madeira, em peças de decoração. José Paulo, apelidado por Dedé Paulo, costuma esculpir animais do sertão de diversos tamanhos. Há obras de até 2 metros de altura.

Mas, ao contrário do que os outros artistas afirmam, ele não considera ter um talento nato. O seu dom surgiu de uns 8 anos para cá, depois que “aceitou Jesus”. “Antes eu não sabia de nada, comecei a brincar e a fazer umas coisinhas, como um jumento pequeno. Depois cresci os olhos e passei a produzir peças grandes”, afirma.

Restos de madeira e cascas de coco se transformam em animais comuns do sertão nordestino, tais como galinha, passarinhos e jumento, e de diversos tamanhos. Seu Dedé Paulo faz questão de mostrar os seus produtos nas praças da cidade e em festas do município para conseguir uma renda com o seu talento. “Eu sempre levo para praças e para festas”, comenta.

O artista não utiliza apenas as mãos conta com o apoio de ferramentas para dar forma aos animais. “Eu utilizo lixadeira, motosserra, um material de desenho para produzir as peças de tamanhos de mais de um metro”, conta.

Confira a reportagem de Gabrielly Frutuoso, da Tribuna Band News.

Publicidade

Dê sua opinião

ARTESANATO

Cearense do Quixeramobim transforma restos de madeira em esculturas de animais de até 2m

O cearense Dedé Paulo expõe seu trabalho em feiras do município, e seu talento lhe ofereceu nova fonte de renda

Por Daniel Rocha em Ceará

7 de outubro de 2017 às 07:00

Há 1 semana

O artesão diz que aprendeu sozinho a produzir as peças decorativas (FOTO: Reges Andrade)

Um cearense do município de Quixeramobim, a 206 km de Fortaleza, é conhecido por transformar pequenas coisas da natureza, como madeira, em peças de decoração. José Paulo, apelidado por Dedé Paulo, costuma esculpir animais do sertão de diversos tamanhos. Há obras de até 2 metros de altura.

Mas, ao contrário do que os outros artistas afirmam, ele não considera ter um talento nato. O seu dom surgiu de uns 8 anos para cá, depois que “aceitou Jesus”. “Antes eu não sabia de nada, comecei a brincar e a fazer umas coisinhas, como um jumento pequeno. Depois cresci os olhos e passei a produzir peças grandes”, afirma.

Restos de madeira e cascas de coco se transformam em animais comuns do sertão nordestino, tais como galinha, passarinhos e jumento, e de diversos tamanhos. Seu Dedé Paulo faz questão de mostrar os seus produtos nas praças da cidade e em festas do município para conseguir uma renda com o seu talento. “Eu sempre levo para praças e para festas”, comenta.

O artista não utiliza apenas as mãos conta com o apoio de ferramentas para dar forma aos animais. “Eu utilizo lixadeira, motosserra, um material de desenho para produzir as peças de tamanhos de mais de um metro”, conta.

Confira a reportagem de Gabrielly Frutuoso, da Tribuna Band News.