Ceará registra mais de 3 mil raios em janeiro; Granja tem de novo a maior incidência

OLHO NO CÉU

Ceará registra mais de 3 mil raios em janeiro; Granja tem de novo a maior incidência

Segundo a Enel, o município de Granja registrou 207 raios em janeiro. No ano passado, foram contabilizados mais de 72 mil raios no Ceará

Por Daniel Rocha em Ceará

2 de Fevereiro de 2018 às 12:19

Há 3 semanas

No ano passado, foram registrados mais de 70 mil raios no Ceará (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

No mês de janeiro, foram registrados 3.256 raios em todo o Estado, segundo a Enel Distribuição Ceará (Enel). O município com maior incidência foi Granja, a 329 km de Fortaleza, pelo segundo ano consecutivo com 207 raios. Logo depois, vem o município de Crateús (350 km de Fortaleza) com 111 e de Bela Cruz (231 km de Fortaleza) com 102.

No ano passado, a Enel contabilizou 72.838 descargas elétricas em todo o Ceará. A companhia contabiliza os dados por meio do Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas. O dia com maior registro de raio foi 27 de janeiro deste ano.

O meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e de Recursos Hídricos (Funceme), David Ferran, informa que o número de descargas atmosféricas está relacionada com a extensão territorial e a quantidade de chuvas de um município. “O município de Granja tem uma área superficial grande e está situada onde mais chove no Ceará. Isso faz com que tenha grandes incidências de raios”, explica o especialista.

Diante das incidências, é importante que a população tenha alguns cuidados durante a ocorrência de tempestades ou chuvas. Segundo a Enel, a população deve evitar o uso de celular, secador de cabelo e ferro elétrico ligados na tomada; o uso de chuveiro elétrico e consertos de instalações elétricas durante as tempestades. Além disso, ao sair de casa, as pessoas precisam evitar o contato com objetos metálicos, como linhas telefônicas ou tubos metálicos; andar em locais aberto, como campos, piscinas, praias entre outros.

Confira o rankings das 10 cidades com maiores incidências

1º – Granja: 207

2º – Crateús: 111

3º – Bela Cruz: 102

4º – Araripe: 85

5º – Itapipoca: 84

6º – Pentecoste: 79

7º – Santa Quitéria: 68

8º – Ibaretama: 65

9º – Tauá: 64

10º – Tamboril: 61

Publicidade

Dê sua opinião

OLHO NO CÉU

Ceará registra mais de 3 mil raios em janeiro; Granja tem de novo a maior incidência

Segundo a Enel, o município de Granja registrou 207 raios em janeiro. No ano passado, foram contabilizados mais de 72 mil raios no Ceará

Por Daniel Rocha em Ceará

2 de Fevereiro de 2018 às 12:19

Há 3 semanas

No ano passado, foram registrados mais de 70 mil raios no Ceará (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

No mês de janeiro, foram registrados 3.256 raios em todo o Estado, segundo a Enel Distribuição Ceará (Enel). O município com maior incidência foi Granja, a 329 km de Fortaleza, pelo segundo ano consecutivo com 207 raios. Logo depois, vem o município de Crateús (350 km de Fortaleza) com 111 e de Bela Cruz (231 km de Fortaleza) com 102.

No ano passado, a Enel contabilizou 72.838 descargas elétricas em todo o Ceará. A companhia contabiliza os dados por meio do Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas. O dia com maior registro de raio foi 27 de janeiro deste ano.

O meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e de Recursos Hídricos (Funceme), David Ferran, informa que o número de descargas atmosféricas está relacionada com a extensão territorial e a quantidade de chuvas de um município. “O município de Granja tem uma área superficial grande e está situada onde mais chove no Ceará. Isso faz com que tenha grandes incidências de raios”, explica o especialista.

Diante das incidências, é importante que a população tenha alguns cuidados durante a ocorrência de tempestades ou chuvas. Segundo a Enel, a população deve evitar o uso de celular, secador de cabelo e ferro elétrico ligados na tomada; o uso de chuveiro elétrico e consertos de instalações elétricas durante as tempestades. Além disso, ao sair de casa, as pessoas precisam evitar o contato com objetos metálicos, como linhas telefônicas ou tubos metálicos; andar em locais aberto, como campos, piscinas, praias entre outros.

Confira o rankings das 10 cidades com maiores incidências

1º – Granja: 207

2º – Crateús: 111

3º – Bela Cruz: 102

4º – Araripe: 85

5º – Itapipoca: 84

6º – Pentecoste: 79

7º – Santa Quitéria: 68

8º – Ibaretama: 65

9º – Tauá: 64

10º – Tamboril: 61