Bombeiros esperam que obra no açude Granjeiro termine até a próxima semana

PREVENÇÃO

Bombeiros esperam que obra no açude Granjeiro termine até a próxima semana

A retirada das famílias da região é uma medida preventiva de segurança, já que obras estão sendo realizadas na barragem

Por Tribuna do Ceará em Ceará

18 de março de 2019 às 10:37

Há 1 mês
Equipes trabalham no local para evitar rompimento (FOTO: Divulgação/SSPDS)

Equipes trabalham no local para evitar rompimento (FOTO: Divulgação/SSPDS)

Com o risco de rompimento da barragem do açude Granjeiro, em Ubajara, na região da Ibiabapa, a 304 km de Fortaleza, o Corpo de Bombeiros do Ceará espera que as obras realizadas no local sejam concluídas entre o fim de semana e o início da semana que vem.

De forma preventiva, cerca de 500 famílias começaram a ser evacuadas da zona rural da cidade para que o procedimento seja realizado com segurança. No entanto, algumas pessoas ainda resistem em permanecer no local, apesar da mudança temporária e apenas por precaução.

Por meio da assessoria de imprensa, o Corpo de Bombeiros ressalta que a orientação é de que os moradores da região deixem as casas e busquem abrigo em residências de parentes. Se isso não for possível, procurem a Prefeitura e demais órgãos responsáveis para que sejam encaminhados a um abrigo. O prefeito de Ubajara, Renê Vasconcelos, também pediu que as famílias que moram nas proximidades do Rio Jaburu saiam de casa imediatamente, devido ao risco de rompimento da barragem.

A retirada das famílias é uma medida preventiva de segurança, já que obras estão sendo realizadas na barragem, como a construção de um novo sangradouro para o esvaziamento parcial controlado do açude. A realocação desses moradores se dá por uma hipótese remota desse processo fugir do controle. Esse processo de remoção ainda não foi concluído, pois algumas ainda resistem em permanecer na área.

O Corpo de Bombeiros tem visitado casa por casa na região do entorno da barragem do Açude Granjeiro para sensibilizar os moradores a deixarem o local. “É um processo que não deve durar muito, é totalmente temporário. Espera-se que as pessoas, o mais rápido possível, atendam aos pedidos, as solicitações, e colaborem para que o trabalho que está sendo feito possa se concluído com a máxima segurança possível”, informou a assessoria.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, a expectativa é de que, se tudo correr conforme programado, essa etapa do trabalho seja concluída entre o final de semana no máximo início da próxima. Aí, então, os moradores poderão voltar para suas casas.

Publicidade

Dê sua opinião

PREVENÇÃO

Bombeiros esperam que obra no açude Granjeiro termine até a próxima semana

A retirada das famílias da região é uma medida preventiva de segurança, já que obras estão sendo realizadas na barragem

Por Tribuna do Ceará em Ceará

18 de março de 2019 às 10:37

Há 1 mês
Equipes trabalham no local para evitar rompimento (FOTO: Divulgação/SSPDS)

Equipes trabalham no local para evitar rompimento (FOTO: Divulgação/SSPDS)

Com o risco de rompimento da barragem do açude Granjeiro, em Ubajara, na região da Ibiabapa, a 304 km de Fortaleza, o Corpo de Bombeiros do Ceará espera que as obras realizadas no local sejam concluídas entre o fim de semana e o início da semana que vem.

De forma preventiva, cerca de 500 famílias começaram a ser evacuadas da zona rural da cidade para que o procedimento seja realizado com segurança. No entanto, algumas pessoas ainda resistem em permanecer no local, apesar da mudança temporária e apenas por precaução.

Por meio da assessoria de imprensa, o Corpo de Bombeiros ressalta que a orientação é de que os moradores da região deixem as casas e busquem abrigo em residências de parentes. Se isso não for possível, procurem a Prefeitura e demais órgãos responsáveis para que sejam encaminhados a um abrigo. O prefeito de Ubajara, Renê Vasconcelos, também pediu que as famílias que moram nas proximidades do Rio Jaburu saiam de casa imediatamente, devido ao risco de rompimento da barragem.

A retirada das famílias é uma medida preventiva de segurança, já que obras estão sendo realizadas na barragem, como a construção de um novo sangradouro para o esvaziamento parcial controlado do açude. A realocação desses moradores se dá por uma hipótese remota desse processo fugir do controle. Esse processo de remoção ainda não foi concluído, pois algumas ainda resistem em permanecer na área.

O Corpo de Bombeiros tem visitado casa por casa na região do entorno da barragem do Açude Granjeiro para sensibilizar os moradores a deixarem o local. “É um processo que não deve durar muito, é totalmente temporário. Espera-se que as pessoas, o mais rápido possível, atendam aos pedidos, as solicitações, e colaborem para que o trabalho que está sendo feito possa se concluído com a máxima segurança possível”, informou a assessoria.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, a expectativa é de que, se tudo correr conforme programado, essa etapa do trabalho seja concluída entre o final de semana no máximo início da próxima. Aí, então, os moradores poderão voltar para suas casas.