BNB tem recorde de contratos do FNE com mais de 23 bilhões arrecadados

VALORES CONTRATADOS

BNB tem recorde de contratos do FNE com mais de 23 bilhões arrecadados

Comparado ao mesmo período de 2017, o número aumentou cerca de 90%. A meta para 2018 é chegar a 30 bilhões

Por Tribuna do Ceará em Ceará

1 de novembro de 2018 às 20:12

Há 2 semanas
Até outubro de 2018 já foram contratados quase 24 bilhões (FOTO: Tribuna do Ceará)

Até outubro de 2018 já foram contratados quase 24 bilhões (FOTO: Tribuna do Ceará)

O Banco do Nordeste (BNB) teve um crescimento de 89,9% no Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), comparado ao mesmo período de 2017, sendo esperado 30 bilhões até dezembro. Um recorde histórico, segundo a direção do banco, até outubro deste ano, já foram contratados quase 24 bilhões de reais, divulgado nesta quinta-feira (1º).

Dos 23,2 bilhões efetivados até o momento, cerca de 12 bilhões estão distribuídos em operações nos setores de comércio, serviço, industrial, rural e agro indústria. De acordo com o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro, o número foi o maior que o banco já alcançou. “Isso pra gente é realmente um número histórico, recorde, ano passado foi 16 bilhões e para chegar em outubro com pouco mais de 23 bilhões já é muito gratificante”.

Do valor arrecadado até outubro, cerca de 12 bilhões estão distribuídos em operação em alguns setores como comércio, serviço, industria e rural. Já os investimentos em infraestrutura somam R$ 11,3 bilhões, em iniciativas que contemplam empreendimentos de energias, aeroportos, água e saneamento localizados em quase todos os estado. “Importantes projetos de infraestrutura no Ceará, apoiados aos projetos de energia limpa, eólica e solar. Muitos projetos de água e saneamento. Ai já estamos consolidando o Banco do Nordeste como pioneiro financiador da infraestrutura do nordeste”.

Quando indagado sobre o momento em que o país vive em relação ao governo, ele foi enfático ao afirmar que é algo muito recente. “Nos não tivemos ainda nenhum contato, acho que está muito recente. Estamos fazendo ainda as primeiras apurações”, pondera.

E pontuou que o BNB está trabalhando no planejamento para continuar sendo referência no desenvolvimento financiador dos investimentos necessários da região. “Estamos conversando com o governo para continuar sendo um banco financiador porque o Nordeste está em crescimento, tem investimento. A gente tá vendo uma demanda crescente”.

Sobre a situação de sua posição diante do novo governo ele diz não saber do futuro. “A gente só sabe onde estamos sentados, no outro dia, a gente nunca sabe, mas até lá trabalha com toda responsabilidade. Vamos fazer com seriedade até o último dia”.

Publicidade

Dê sua opinião

VALORES CONTRATADOS

BNB tem recorde de contratos do FNE com mais de 23 bilhões arrecadados

Comparado ao mesmo período de 2017, o número aumentou cerca de 90%. A meta para 2018 é chegar a 30 bilhões

Por Tribuna do Ceará em Ceará

1 de novembro de 2018 às 20:12

Há 2 semanas
Até outubro de 2018 já foram contratados quase 24 bilhões (FOTO: Tribuna do Ceará)

Até outubro de 2018 já foram contratados quase 24 bilhões (FOTO: Tribuna do Ceará)

O Banco do Nordeste (BNB) teve um crescimento de 89,9% no Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), comparado ao mesmo período de 2017, sendo esperado 30 bilhões até dezembro. Um recorde histórico, segundo a direção do banco, até outubro deste ano, já foram contratados quase 24 bilhões de reais, divulgado nesta quinta-feira (1º).

Dos 23,2 bilhões efetivados até o momento, cerca de 12 bilhões estão distribuídos em operações nos setores de comércio, serviço, industrial, rural e agro indústria. De acordo com o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro, o número foi o maior que o banco já alcançou. “Isso pra gente é realmente um número histórico, recorde, ano passado foi 16 bilhões e para chegar em outubro com pouco mais de 23 bilhões já é muito gratificante”.

Do valor arrecadado até outubro, cerca de 12 bilhões estão distribuídos em operação em alguns setores como comércio, serviço, industria e rural. Já os investimentos em infraestrutura somam R$ 11,3 bilhões, em iniciativas que contemplam empreendimentos de energias, aeroportos, água e saneamento localizados em quase todos os estado. “Importantes projetos de infraestrutura no Ceará, apoiados aos projetos de energia limpa, eólica e solar. Muitos projetos de água e saneamento. Ai já estamos consolidando o Banco do Nordeste como pioneiro financiador da infraestrutura do nordeste”.

Quando indagado sobre o momento em que o país vive em relação ao governo, ele foi enfático ao afirmar que é algo muito recente. “Nos não tivemos ainda nenhum contato, acho que está muito recente. Estamos fazendo ainda as primeiras apurações”, pondera.

E pontuou que o BNB está trabalhando no planejamento para continuar sendo referência no desenvolvimento financiador dos investimentos necessários da região. “Estamos conversando com o governo para continuar sendo um banco financiador porque o Nordeste está em crescimento, tem investimento. A gente tá vendo uma demanda crescente”.

Sobre a situação de sua posição diante do novo governo ele diz não saber do futuro. “A gente só sabe onde estamos sentados, no outro dia, a gente nunca sabe, mas até lá trabalha com toda responsabilidade. Vamos fazer com seriedade até o último dia”.