Fortaleza

Ceni diz que cansaço da equipe fez diferença no “ritmo de partida” diante do CSA e reforça desejo de ser campeão

(FOTO: Leonardo Moreira)
(FOTO: Leonardo Moreira)

Após o empate do Fortaleza contra o CSA que adiou a conquista do título Brasileiro na Série B, o técnico Rogério Ceni falou do cansaço do time e reclamou do pouco tempo de descanso dos jogadores. No entanto, técnico reforçou o desejo de ser campeão. As equipes ficaram no 1 a 1, com gols de Dodô e Hugo Cabral nesta terça-feira (6), na Arena Castelão. O Tricolor do Pici segue líder da Série B com 65 pontos e vai tentar trazer a taça da Segundona contra o Avaí.

“Ter menos de 72 horas para se recuperar, com viagem… Essas 24 horas fazem diferença. Com 48 horas, teríamos tido ritmo melhor de partida. O Felipe pediu para sair, o próprio Ederson… Se tivesse mais duas ou três substituições, seriam feitas. Eles foram dentro do limite deles”, disse Rogério.

O técnico do Tricolor disse ainda que espera um jogo difícil contra o Avaí, no próximo sábado (10), na Ressacada.

“O Avaí é uma equipe forte. É um jogo duro. Aqui já foi. O torcedor tem que ter calma nesse momento, a gente lamenta não ter conseguido o título hoje, mas agora é ter inteligência, tranquilidade e fazer o que é melhor para o time”, explicou o treinador.

Ceni diz ainda que espera comemorar com o torcedor o título da Série B e pede que a torcida compareça novamente ao estádio.

“Ele vai ter que vir uma última vez aqui, para que a gente possa dar essa alegria para o torcedor. Todo mundo fica ansioso, apesar da Série A já está assegurada, eu tenho o desejo de ser campeão e sei que todos eles têm esse desejo. E tenho certeza que vamos conseguir esse título”, conclui Ceni.

O Leão volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Avaí, 4º na tabela. A partida será na Ressacada, às 17h30 (horário de Brasília).

Tags
Fortaleza futebol Rogério Ceni