Ceará

Saiba como está o menino que vendia dindins para pagar a escolinha do Ceará após 1 ano

Vancy-festa-aniversario
Em dezembro, ele comemorou os 13 anos com a festa temática do Ceará (FOTO: Arquivo pessoal)

O sorriso doce de Vancy Diniz se assemelha ao sabor dos dindins que a avó faz para ajudar no sustento de casa. O garoto que vendia os geladinhos para pagar a escolinha do Ceará, tem a doçura no jeito meigo de enfrentar a vida nos seus 13 anos. Hoje, ele ainda vende o dindin, não mais para pagar a escolinha, agora é para ajudar a comprar seus utensílios como uma chuteira, por exemplo.

Um ano depois de ser descoberto pela reportagem do Tribuna do Ceará, Vanvan (em um ano de convivência já arrisco chamá-lo assim) mudou de posição dentro de campo. Os dindins não são mais os mesmos, agora são gourmet e custam R$ 2 (antes era R$ 1 real). Já o interesse em ser uma grande jogador continua mais firme do que quando o conhecemos.

“Ele está muito mais dedicado. Não perde um treino e, além disso, ainda treina fora da escolinha em um campo aqui pertinho de casa”, relata a avó Maria dos Santos, que segue fazendo os dindins para Vancy vender.

Antes lateral-direito, agora Vanvan está treinando como meio-campo. A influência veio de uma grande jogador brasileiro que atualmente joga no Real Madri. “Eu agora jogo no meio. Falei com meu treinador e ele topou. Eu gostei muito de conhecer o Casemiro e, de certa forma, fui motivado a mudar de posição dentro do campo e estou gostando”, explicou Vancy.

Vanvan foi a São Paulo com a mãe e conheceu Tite (FOTO: Arquivo pessoal)
Vanvan foi a São Paulo com a mãe e conheceu Tite (FOTO: Arquivo pessoal)

Sonhos realizados

Conhecer Casemiro foi um dos sonhos realizados pelo garoto após a repercussão da primeira matéria que mostrava o garoto vendendo dindin para pagar a escolinha do Ceará. O menino recebeu vários telefonemas para reportagens e uma delas o levou para viajar pela primeira vez de avião e assistir um jogo da Seleção Brasileira em São Paulo.

A repercussão da matéria do “menino vende dindins para pagar escolinha do Ceará” foi tão grande que uma corrente de ajuda aconteceu na época. Chuteira, bola, uniformes, chance de atuar na escolinha do Flamengo foram algumas das oportunidades que chegaram até ele. Mas o amor pelo time alvinegro falou mais alto. Vancy decidiu ficar treinando em Porangabuçu. “Sou Ceará desde pequeninho, meu sonho é ser um grande jogador aqui do Vovô”, fala o menino de sorriso tímido e carisma único.

Além disso, foi ao estádio pela primeira vez e ainda entrou com os jogadores do Ceará. “Eu fiquei muito feliz. Achei o Castelão muito grande, muito lindo, fiquei muito alegre mesmo”, contou na época.

No dia que conheceu o estádio, Vanvan ficou na área vip do estádio e conheceu os jogadores do Vovô. “Antes eu bati uma bola com o Cametá, falei com o Raul, o técnico, e ainda tirei uma foto com o Ricardinho”, detalhou o garoto.

A primeira reportagem sobre Vancy foi no Tribuna do Ceará (FOTO: Reprodução)
A primeira reportagem sobre Vancy foi no Tribuna do Ceará (FOTO: Reprodução)

Dedicação é ainda maior

Os treinos continuam sendo nos mesmos dias: terça e quinta-feira, mas a avó garante que a dedicação acontece todos os dias da semana. “Ele treina no Ceará, mas aqui perto de casa tem uma Areninha e ele sempre que pode vai lá jogar com os meninos. A dedicação dele é muito grande. Vancy não perde nenhum treino”, relata a avó.

Há 1 ano, o Ceará paga de forma integral a escolinha do garoto. A preocupação da avó é se isso irá continuar em 2018. “Até agora não tivemos nenhuma resposta sobre a continuidade do pagamento da escolinha. Estamos preocupados com isso, mas espero que ele continue sem pagar e não volte a ter que pagar a escolinha com o valor dos dindins”, desabafou.

Morador do Conjunto Esperança, o menino ficou famoso entre a torcida alvinegra há um ano, depois que o Tribuna do Ceará mostrou que ele vende dindins para pagar a mensalidade de R$ 105. Vancy vendia a unidade por R$ 1, fatura R$ 14, divide a metade com a avó com quem mora. O que sobra, ele guarda numa caixinha para financiar as aulas de futebol.

Relembre as matérias sobre a história do garoto:

> Menino vende dindim para pagar mensalidade da escolinha de futebol do Ceará
> Que bonito é! Menino que vende dindim para pagar escolinha do Ceará mobiliza corrente de ajuda
> Menino que vende dindim para pagar escolinha do Ceará conhece o ídolo Tiago Cametá
> Ceará dá gratuidade a menino que vende dindim para pagar escolinha do clube
> Flamengo oferece escolinha gratuita para menino que vende dindim para jogar no Ceará
> Menino que vende dindim vai a estádio pela 1ª vez e entra em campo com time do Ceará

Tags
Ceará dindins Maria dos Santos Vancy