Posts com a tag: torcedores

 

Fortaleza, cuidado: inferno ainda é mais embaixo!

Quando o árbitro paulista Antonio Rogério Batista do Prado pôs fim à partida entre Águia de Marabá e Fortaleza, não foram apenas os torcedores tricolores que encontraram motivos para lamentar. O futebol cearense, como um todo, tem razões de contabilizar prejuízos. A perda não se restringe ao Pici. Ter, por mais um ano, um dos principais times do estado na desprestigiada série C é frustrante sob todos os aspectos.

Para os torcedores alvinegros é um prato cheio: ver um abismo – série B – entre os dois arquirrivais, mas engana-se quem pensa que a má fase que se instalou no Fortaleza não reflete no Ceará. Não se imaginar um sem o outro. A dupla não se bica, porém o sucesso do ‘todo’ depende das partes. E se existe um fator importante para o crescimento esse é a concorrência. Pode reparar, quando Fortaleza ou Ceará está bem cria-se praticamente uma exigência de reforço do outro lado.

Mas se existe um lado positivo nisso tudo é tornar as frustrações em lição. O Fortaleza não pode pensar, independente da divisão, que as suas camisas, história e tradição serão determinantes para lhe garantir as vitórias. Esses atributos podem fazer a diferença quando o time os incorporam. Mas nesta série C, em nenhum momento, o Fortaleza se portou como ‘time grande’. Faltou ação de time superior. Resultado?! Apenas duas vitórias sobre o rebaixado, São Raimundo/PA.

O Fortaleza terá um longo tempo para administrar o rótulo de time de série C, mas é bom aprender mesmo com os erros, porque abaixo da C ainda existe a série D. Juventude e Gama já estão lá em 2011!

Fortaleza termina participação na Série C com a maior média de público

O Fortaleza Esporte Clube pode alegar a desclassificação na Série C à qualquer setor, menos à torcida. O clube terminou sua participação no campeonato com o maior número de público nos quatro jogos como mandante e consequentemente a melhor média.

Segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), 70.522 foram ao Castelão durante a campanha do clube na terceira divisão. A média foi de 17.631, acima até do líder do grupo, que se classificou antecipadamente para a próxima fase, o Paysandu. O time do Pará levou 47.22 torcedores ao estádio no mesmo número de jogos e teve média de 11.806. A média total da Série C é de 4.905 torcedores.

Ainda de acordo com a CBF, o Fortaleza também é dono da segunda maior arrecadação por clubes mandantes. Desta vez o Paysandu fica a frente. O time cearense arrecadou R$ 743.244,50 na competição, enquanto o paraense obeteve R$ 919.982,00.

Na partida contra o Rio Branco, último jogo no Castelão, 24.188 torcedores assistiram ao empate de 1 a 1. Foi a partida com o maior público até então. No ranking dos dez mais, o Leão ainda aparece nas três posições seguintes (Paysandu x Fortaleza, Fortaleza x Paysandu e Fortaleza e São Raimundo).

Confira todos os números da CBF aqui.

Ônibus com quarenta torcedores do Fortaleza chega a Marabá

Mais de 24 horas de viagem para ver o Leão jogar

Direto de Marabá:

Chegou o grande dia, Fortaleza e Águia de Marabá decidem logo mais no Estádio Zinho de Oliveira quem segue na competição ao lado do Paysandu, já classificado na chave.

O time cearense vai contar com apoio de quarenta torcedores que enfrentaram mais de 24 horas de viagem entre Fortaleza e Marabá para ver de perto a partida histórica para o clube que tem o objetivo de subir para a Série B em 2011. O grupo chegou a cidade por hs 9:30 da manhã e já se deslocou para as proximidades do Estádio.

Ao Águia de Marabá um empate basta para garantir a classificação, restando ao Leão do Pici a missão de conseguir os três pontos. Por conta disso é obrigado a partir para cima do adversário.

O problema é que além do time marabaense, o Fortaleza vai enfrentar o clima quente e abafado em decorrência das queimadas na Região, um campo pequeno e desnivelado. Dificuldades que os “Guerreiros” de Zé Teodoro terão que superar.

Torcedores do Águia de Marabá comemoram ausência de Rinaldo, mas preocupados com Finazzi

No momento da chegada do Fortaleza no Hotel Itacaiúnas, onde o grupo está hospedado,  alguns torcedores comentavam a situação do tricolor e quais jogadores poderiam decidir para o Leão. Unanimidade entre o grupo de 15 pessoas, Finazzi é o jogador mais perigoso.

O atacante que coleciona passagens por grande clubes do Brasil, como o Corinthians – SP e Ponte Preta – SP, é o ponto de referência do ataque tricolor que precisa não sofrer gols e se possivel marcar apenas um, para se classificar para a próxima fase do Campeonato Brasileiro da Série C.

Outro nome muito citado na conversa foi a ausência de Rinaldo do grupo que chegou á Marabá. Para a torcida aguiana o “homem raio” seria o grande problema para a defesa marabaense. “Ainda bem que aquele baixinho não veio, faz muitos gols, é experiente e ia atrapalhar nosso time”, concluiu Marcos Pimentel, comerciante em Marabá.

As duas equipes se enfrentam neste domingo, 19, no Zinho Oliveira. Cerca de 4 mil torcedores devem lotar as arquibancadas do pequeno estádio para acompanhar a Batalha de Marabá.

Na internet, torcedores do Fortaleza exaltam estreia de Jeff Silva

Segundo membros da comunidade, Jeff foi a única coisa boa do jogo

Em poucos minutos foram mais de cem comentários de torcedores do Fortaleza em uma página de relacionamentos do orkut. Membros da comunidade “Fortaleza Esporte Clube”, com mais de 53 mil integrantes, criaram um tópico analisando mudança na lateral esquerda do tricolor.

Os torcedores citaram a falta de empenho e vontade que deixa transparecer no jovem lateral Guto, bem diferente de Jeff. Acompanhe um trecho do comentário de um dos torcedores.

“Desde o início do jogo já se esperava a saída de Guto, que faz um bom tempo que não anda mostrando o futebol que mostrou no decorrer do campeonato cearense. Então, com sua saída, entrou JEFF SILVA, que mais parece um meia habilidoso que um lateral.

Esse sim, jogou muita bola, botou o time pra frente, deu o sangue, armou jogadas, driblou bem, voltou na hora certa, fez inversão de posicionamento em campo (estando em vários locais do campo e o percorrendo quase por inteiro). Me lembrou até “Elton”, que tinha as mesmas características, embora fosse meia (diferente do Jeff que é lateral). Driblava bem, se posicionava bem em campo, armava jogadas”.  Pra mim, titular fácil no lugar do Guto, ele sim pode dar um UP nesse time que tem fama de “retranca”, finalizou o torcedor.

Greve de motoristas de ônibus prejudica transporte de torcedores em Joanesburgo

Engana-se quem pensa que motoristas e cobradores de ônibus realizam greve somente em Fortaleza. Uma paralisação de motoristas de ônibus de Joanesburgo prejudicou ontem (14) o transporte de torcedores que foram assistir ao jogo Holanda e Dinamarca, no Soccer City. Os trabalhadores pararam suas atividades no fim da tarde e comprometeram a volta dos que foram ao estádio para acompanhar a estreia das duas seleções na Copa do Mundo.

Os motoristas trabalham em linhas chamadas de Rea Vaya, uma das principais formas de acesso aos estádios da Copa em Joanesburgo. Jornais sul-africanos informaram que os trabalhadores estavam insatisfeitos com as longas jornadas que têm de cumprir por causa da Copa.

Nesta manhã, a empresa que administra a Rea Vaya informou, em comunicado, que um acordo foi fechado com os trabalhadores e que eles já voltaram às atividades. De acordo com a empresa, os passageiros prejudicados ontem foram levados até seu destino final em outras formas de transporte coletivo disponíveis no estádio, de graça.

Agência Brasil

Torcedores enfrentam até sete horas de fila para comprar últimos ingressos da Copa

Fila para a compra de ingressos (Foto: Marcello Casal Jr/ABr)

Uma longa fila se formou hoje (7) pela manhã em frente a um dos pontos de venda de ingressos para a Copa do Mundo. Por volta das 9h na África do Sul (4h no horário de Brasília), cerca de 300 pessoas já se organizavam em frente ao local para tentar garantir alguns dos últimos ingressos para o Mundial.

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) colocou à venda hoje (7) 53 mil entradas para diversos jogos da Copa. Os ingressos especiais tiveram o preço reduzido, o que fez com que torcedores enfrentassem até sete horas de fila para comprá-los.

O jornalista brasileiro Alexandre Lopes, 22 anos, por exemplo, chegou às 7h em frente ao posto de venda dos bilhetes. Juntos com dois amigos, ele conseguiu comprar só às 14h o ingresso para o primeiro jogo de Copa do Mundo a que assistirá.

“Consegui [uma entrada para a partida entre] o Brasil e a Coreia do Norte”, afirmou ele, após finalmente deixar a fila com os bilhetes na mão. “É o único que vou poder ver, mas já vai valer demais.”

Além do jogo de estreia do Brasil contra a Coreia do Norte, no próximo dia 15, entradas para a partida da seleção contra a Costa do Marfim, no dia 20, estavam disponíveis, por 1,4 rand (moeda da África do Sul), ou seja, R$ 335.

Ingressos para partidas de quartas e oitavas de final estavam ainda mais caros. Algumas entradas à venda hoje chegavam a custar 2,1 mil rands (cerca de R$ 500).

O preço, entretanto, não assustou os torcedores mais fanáticos. O sul-africano Aslam Chu já tinha entradas compradas previamente para três jogos da primeira fase da Copa. Enfrentou fila para comprar mais um bilhete, para uma partida de quartas de final. “Tenho que tentar aproveitar ao máximo”, explicou. “Quando vou poder ver outra Copa?”

De acordo com a página da Fifa na internet, ingressos regulares para algumas partidas do Mundial ainda estão disponíveis. No site, há entradas até para a decisão de terceiro e quarto colocados do torneio.

A Fifa informa, contudo, que o ritmo de vendas dos ingressos não preocupa. Segundo o último balanço da entidade, 97% dos 2,88 milhões de bilhetes disponíveis já foram vendidos. O percentual é semelhante aos registrados em copas anteriores.

Agência Brasil

Seleção é recebida com festa na chegada do primeiro treino aberto

Foto: Rafael Pirrho / Globoesporte.com

Os jogadores da seleção brasileira foram recebidos com festa por cerca de 500 torcedores na chegada ao Estádio Dobsonville, em Soweto, que fica a cerca de 35 minutos do hotel onde a delegação está hospedada, em Joanesburgo. Antes de chegar ao local para o primeiro treino aberto à torcida, os atletas fizeram questão de acenar para o público. Kaká e Robinho chegaram a se levantar para cumprimentar os fãs que cercavam o ônibus.

A seleção foi conduzida até o estádio por cerca de 15 carros da Polícia sul-africana. Em volta do estádio, os torcedores tentavam registrar um momento com os atletas brasileiros. O lateral-direito Daniel Alves acenava para os fãs e parecia emocionado com as cenas que presenciava.

Os únicos torcedores que tiveram acesso ao estádio foram obrigados a comprovar que moravam na região próxima ao estádio. No fim, já com a seleção no estádio, é que moradores de outras localidades puderam assistir ao treino. Cerca de dez mil ingressos foram distribuídos.

Com informações do GloboEsporte.com

Governo do Zimbábue dá folga a funcionários

O Governo do Zimbábue concedeu folga a todos seus funcionários, incluindo os professores, para que possam acompanhar o amistoso da seleção do país contra o Brasil no Estádio Nacional de Harare, nesta quarta-feira.

A visita do time brasileiro é um acontecimento nacional e espera-se que o estádio, com capacidade para 60 mil espectadores, esteja com capacidade esgotada, apesar dos ingressos custarem US$ 10 em um país onde a renda mensal normalmente fica abaixo de US$ 100.

- Há um enorme interesse neste jogo, que oferece ao Zimbábue a oportunidade de se mostrar sob uma ótica positiva – disse à imprensa oficial o ministro de Esportes, David Coltart.

Até a noite de terça-feira, 75% dos ingressos já tinham sido vendidos, segundo dados oficiais. A expectativa da federação é que todos sejam vendidos antes do jogo, que começa às 10h30(de Brasília).

A presença da equipe brasileira, que custará ao Zimbábue US$ 1,8 milhões, está sendo uma grande plataforma propagandista para o país africano, que espera melhorar sua imagem e atrair turistas após uma década de instabilidade econômica.

A Seleção Brasileira aterrissou na terça-feira em Harare, onde foi recebida por vários ministros, alguns jogadores da seleção do Zimbábue e torcedores que queriam ver ao vivo alguns jogadores que dificilmente voltarão a visitar o país.

O momento de maior empolgação foi quando Robinho e o capitão do Zimbábue, Benjano Mwaruwari, ex-companheiros no Manchester City, se abraçaram calorosamente.

- Nós levamos este jogo muito a sério. Os jogadores estavam trabalhando realmente duro (nos treinos) e esperamos conseguir uma vitória – disse Mwaruwari.

Zimbábue ocupa apenas a 110ª posição do ranking da Fifa, e em seus últimos jogos venceu o Malauí 2 a 1, em amistoso disputado em Harare em março, e perdeu por 3 a 0 para a África do Sul e 6 a 0 para a Síria, em dois jogos realizados em janeiro.

Lancepress!

Ceará x Cruzeiro tem o 2º maior público da rodada

O Ceará manteve o número que obteve na partida contra o Vitória, quando 19.697 pagantes foram ao Castelão

O público que esteve presente neste domingo (30), no Castelão, para assistir ao jogo Ceará x Cruzeiro, foi o segundo maior da quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Foram 19.694 pagantes e 3.201 não-pagantes, totalizando 22.895 torcedores. O maior público da rodada foi de 27.861 pagantes, no confronto Corinthians e Santos, do qual o timão saiu vitorioso com goleada de 4 a 2.

Leia também:
Ceará quebra tabu, vence Cruzeiro e alcança a vice liderança do Brasileirão
Torcida do Ceará é a maior da Capital
Defesa do Ceará é a menos vazada da Série A do Brasileirão

A média da rodada  foi de 12,7 mil pagantes por jogo. Até o momento, o maior público do campeonato foi no Pacaembu, que recebeu 28.190 pagantes no jogo que resultou na vitória do Corinthians sobre o Fluminense.

Página 5 de 7« Primeira...34567