Idoso de 72 anos é jogador amador em Limoeiro e não pensa em aposentadoria
EXEMPLO LOCAL

Idoso de 72 anos é jogador amador em Limoeiro e não pensa em aposentadoria

Nem a idade, nem uma cirurgia no joelho por causa de um tiro que levou, o impede de continuar a praticar o esporte

Por Jangadeiro FM em Perfil

1 de maio de 2017 às 07:00

Há 2 meses

A grande paixão de Francisco é o futebol. (FOTO: Arquivo pessoal)

A partir dos 30 anos, todo jogador profissional já sente o peso da idade nas pernas, sendo comum a aposentadoria nessa faixa etária. Mas para toda regra, existe uma exceção. A reportagem da Rede Jangadeiro FM descobriu, em Limoeiro do Norte, na região do Vale do Jaguaribe, um atleta que fugiu a essa regra.

Francisco Pires, o “Marreta”, tem 72 anos e não perde a oportunidade de bater uma bola.

O racha, destinado para pessoas de 30 a 40 anos, não esperava que um dia receberia um atleta com tamanha experiência em campo. Há 28 anos, o grupo de amigos se reúne todos os sábados na Associação Atlética Banco do Brasil em Limoeiro do Norte.

“Não sinto cansaço, sinto mais dor nas pernas porque eu já fiz uma cirurgia no joelho. A gente perde o ritmo, mas é uma das coisas que eu ainda acho bom, correr atrás de bola”, declara Marreta.

Por orientação médica, o atleta está em repouso. A pausa nas atividades não é em decorrência de uma contusão. Francisco foi atingido, no dia 12 deste mês por uma bala perdida que acertou a coxa.

Ele estava deitado na varanda de casa, quando um confronto entre policiais e bandidos em frente a sua residencia resultou no ferimento que tirou de campo um dos melhores jogadores de Limoeiro do Norte.

O educador físico Edilson de Castro informa que é possível sim que idosos possam praticar atividades físicas, desde que tenham acompanhamento médico adequado.

“Ele pode desde que seja acompanhado por um médico, faça um check-up geral para saber como está a saúde. Esse pessoal que joga futebol tem o preparo físico muito bom e o corpo vai se mantendo. O ruim seria se ele nunca tivesse feito atividade física antes e começasse depois dos 60 anos”.

Para a psicóloga Talita Estrela, os benefícios da atividade física na terceira idade,são importantes também para a saúde psicológica. “No caso de uma pessoa idosa, a atividade física é extremamente importante porque ela melhora as funções cognitivas. Ela melhora também a atenção, a memória, a agilidade motora e o humor”, explica.

Marreta é casado há 44 anos, tem 3 filhos e 4 netos. De acordo com o atleta, os filhos já tentaram a aposentadoria do pai em campo, mas ele insiste que enquanto estiver de pé vai correr atrás da bola.

Saiba mais na reportagem de João Ricart para a Rede Jangadeiro FM:

Publicidade

Dê sua opinião

EXEMPLO LOCAL

Idoso de 72 anos é jogador amador em Limoeiro e não pensa em aposentadoria

Nem a idade, nem uma cirurgia no joelho por causa de um tiro que levou, o impede de continuar a praticar o esporte

Por Jangadeiro FM em Perfil

1 de maio de 2017 às 07:00

Há 2 meses

A grande paixão de Francisco é o futebol. (FOTO: Arquivo pessoal)

A partir dos 30 anos, todo jogador profissional já sente o peso da idade nas pernas, sendo comum a aposentadoria nessa faixa etária. Mas para toda regra, existe uma exceção. A reportagem da Rede Jangadeiro FM descobriu, em Limoeiro do Norte, na região do Vale do Jaguaribe, um atleta que fugiu a essa regra.

Francisco Pires, o “Marreta”, tem 72 anos e não perde a oportunidade de bater uma bola.

O racha, destinado para pessoas de 30 a 40 anos, não esperava que um dia receberia um atleta com tamanha experiência em campo. Há 28 anos, o grupo de amigos se reúne todos os sábados na Associação Atlética Banco do Brasil em Limoeiro do Norte.

“Não sinto cansaço, sinto mais dor nas pernas porque eu já fiz uma cirurgia no joelho. A gente perde o ritmo, mas é uma das coisas que eu ainda acho bom, correr atrás de bola”, declara Marreta.

Por orientação médica, o atleta está em repouso. A pausa nas atividades não é em decorrência de uma contusão. Francisco foi atingido, no dia 12 deste mês por uma bala perdida que acertou a coxa.

Ele estava deitado na varanda de casa, quando um confronto entre policiais e bandidos em frente a sua residencia resultou no ferimento que tirou de campo um dos melhores jogadores de Limoeiro do Norte.

O educador físico Edilson de Castro informa que é possível sim que idosos possam praticar atividades físicas, desde que tenham acompanhamento médico adequado.

“Ele pode desde que seja acompanhado por um médico, faça um check-up geral para saber como está a saúde. Esse pessoal que joga futebol tem o preparo físico muito bom e o corpo vai se mantendo. O ruim seria se ele nunca tivesse feito atividade física antes e começasse depois dos 60 anos”.

Para a psicóloga Talita Estrela, os benefícios da atividade física na terceira idade,são importantes também para a saúde psicológica. “No caso de uma pessoa idosa, a atividade física é extremamente importante porque ela melhora as funções cognitivas. Ela melhora também a atenção, a memória, a agilidade motora e o humor”, explica.

Marreta é casado há 44 anos, tem 3 filhos e 4 netos. De acordo com o atleta, os filhos já tentaram a aposentadoria do pai em campo, mas ele insiste que enquanto estiver de pé vai correr atrás da bola.

Saiba mais na reportagem de João Ricart para a Rede Jangadeiro FM: