Time cearense de futebol americano pode ser rebaixado da Liga Nacional
LIMITE DE ATLETAS

Time cearense de futebol americano pode ser rebaixado da Liga Nacional

Com uma campanha sem vitórias, a equipe ficou em último lugar do grupo e corre grande risco de rebaixamento para a pré-liga

Por Tribuna do Ceará em Outros Esportes

2 de outubro de 2017 às 15:14

Há 2 semanas
A equipe cearense não foi bem nos jogos da Liga Nacional (FOTO: André Santos)

A equipe cearense não foi bem nos jogos da Liga Nacional (FOTO: André Santos)

O time cearense de futebol americano, Roma Gladiadores, encerra sua participação na Liga Nacional 2017 com derrota diante do time adversário Arcoverde Templários, de Pernambuco.

A partida realizada fora de casa teve placar 14 x 6. Com uma campanha sem vitórias, a equipe ficou em último lugar do grupo e corre grande risco de rebaixamento para a pré-liga, divisão de acesso à Liga Nacional.

Mesmo com a derrota, a partida foi bem equilibrada entre as duas equipes. No primeiro quarto da partida, o Roma chegou a uma jarda da endzone e por muito pouco não fez touchdown.

A defesa do time cearense, comandada pelo Jardel Martins, teve uma ótima atuação, ocasionando vários fumbles (recuperação da bola), o que permitiu ao ataque em uma campanha longa com corridas e passes curtos chegar novamente na endzone durante o segundo quarto. Mesmo com as duas campanhas, o time não pontuou. A equipe ainda teve a chance de abrir o placar com o field goal, mas não conseguiu converter.

Ainda no final do segundo quarto, o Arcoverde em campanha ofensiva marcou um touchdown de corrida. A equipe adversária tentou a conversão de dois pontos, mas não conseguiu, ficando no placar de 6 a 0. No terceiro quarto, o time pernambucano ampliou o placar com mais um touchdown.

Em uma campanha ofensiva longa, o time cearense diminuiu a diferença marcando um touchdown numa conexão entre o quarterback Cícero Sampaio e o wide receiver João Pedro (Teco), ficando o placar de 12 a 6. O time tentou a conversão de dois pontos através de uma corrida, mas o running back sofreu um fumble e foi retornado pela equipe adversária, que ampliou a vantagem no placar, ficando por 14 a 6.

No final do jogo, o Roma, com uma atuação excepcional da defesa, conseguiu recuperar a bola em um fumble forçado e teve a chance de empatar o placar, precisando apenas marcar um touchdown e conversão de dois pontos. Na sua última campanha ofensiva, o time cearense conseguiu três firstdowns consecutivos, mas em uma chance de passe longo, o ataque foi interceptado.

Para o presidente do time, Mota Neto, a maior dificuldade da partida foi o número limitado de atletas. “Essa situação acabou fazendo com que a maioria dos atletas precisassem jogar em mais de uma função. Por isso o cansaço também foi um fator que pesou na partida. Mas agora é hora de planejarmos a temporada 2018, pois já temos projetos para serem realizados ainda neste ano, como o tryout e a primeira edição do Atlantic Bowl Sun.”, destacou.

Publicidade

Dê sua opinião

LIMITE DE ATLETAS

Time cearense de futebol americano pode ser rebaixado da Liga Nacional

Com uma campanha sem vitórias, a equipe ficou em último lugar do grupo e corre grande risco de rebaixamento para a pré-liga

Por Tribuna do Ceará em Outros Esportes

2 de outubro de 2017 às 15:14

Há 2 semanas
A equipe cearense não foi bem nos jogos da Liga Nacional (FOTO: André Santos)

A equipe cearense não foi bem nos jogos da Liga Nacional (FOTO: André Santos)

O time cearense de futebol americano, Roma Gladiadores, encerra sua participação na Liga Nacional 2017 com derrota diante do time adversário Arcoverde Templários, de Pernambuco.

A partida realizada fora de casa teve placar 14 x 6. Com uma campanha sem vitórias, a equipe ficou em último lugar do grupo e corre grande risco de rebaixamento para a pré-liga, divisão de acesso à Liga Nacional.

Mesmo com a derrota, a partida foi bem equilibrada entre as duas equipes. No primeiro quarto da partida, o Roma chegou a uma jarda da endzone e por muito pouco não fez touchdown.

A defesa do time cearense, comandada pelo Jardel Martins, teve uma ótima atuação, ocasionando vários fumbles (recuperação da bola), o que permitiu ao ataque em uma campanha longa com corridas e passes curtos chegar novamente na endzone durante o segundo quarto. Mesmo com as duas campanhas, o time não pontuou. A equipe ainda teve a chance de abrir o placar com o field goal, mas não conseguiu converter.

Ainda no final do segundo quarto, o Arcoverde em campanha ofensiva marcou um touchdown de corrida. A equipe adversária tentou a conversão de dois pontos, mas não conseguiu, ficando no placar de 6 a 0. No terceiro quarto, o time pernambucano ampliou o placar com mais um touchdown.

Em uma campanha ofensiva longa, o time cearense diminuiu a diferença marcando um touchdown numa conexão entre o quarterback Cícero Sampaio e o wide receiver João Pedro (Teco), ficando o placar de 12 a 6. O time tentou a conversão de dois pontos através de uma corrida, mas o running back sofreu um fumble e foi retornado pela equipe adversária, que ampliou a vantagem no placar, ficando por 14 a 6.

No final do jogo, o Roma, com uma atuação excepcional da defesa, conseguiu recuperar a bola em um fumble forçado e teve a chance de empatar o placar, precisando apenas marcar um touchdown e conversão de dois pontos. Na sua última campanha ofensiva, o time cearense conseguiu três firstdowns consecutivos, mas em uma chance de passe longo, o ataque foi interceptado.

Para o presidente do time, Mota Neto, a maior dificuldade da partida foi o número limitado de atletas. “Essa situação acabou fazendo com que a maioria dos atletas precisassem jogar em mais de uma função. Por isso o cansaço também foi um fator que pesou na partida. Mas agora é hora de planejarmos a temporada 2018, pois já temos projetos para serem realizados ainda neste ano, como o tryout e a primeira edição do Atlantic Bowl Sun.”, destacou.