Prefeito abre a 2ª Coparena e já projeta torneio com 1.000 times e sendo o maior do Brasil

EVENTO DE ABERTURA

Prefeito abre a 2ª Coparena e já projeta torneio com 1.000 times e sendo o maior do Brasil

O campeonato, que conta com 504 times de 100 dos 119 bairros de Fortaleza, foi aberto neste sábado (16)

Por Tribuna do Ceará em Futebol

16 de setembro de 2017 às 20:44

Há 2 meses
Cerca de 5 mil pessoas participaram da abertura da 2ª Coparena (FOTO: Brankos Filmes/Divulgação)

Cerca de 5 mil pessoas participaram da abertura da 2ª Coparena (FOTO: Brankos Filmes/Divulgação)

A 2ª edição da Coparena Fortaleza da Juventude teve sua solenidade de abertura na noite deste sábado (16), na Areninha do Rodolfo Teófilo, em Fortaleza. Empolgado com o crescimento da disputa, o prefeito Roberto Cláudio já projeta que a competição se torne a maior de futebol não-profissional no Brasil, com 1.000 times.

Em 2017, entrarão em campo 504 equipes, contra 312 do ano passado. Serão 10.500 atletas de times de 100 dos 119 bairros de Fortaleza. A competição já é a maior de futebol não-profissional no Ceará.

“Quase todos os territórios da cidade estão representados nessa competição, que mais do que futebol significa um grande congraçamento de comunidades”, festejou o prefeito, após dar o pontapé inicial.

A Coparena é uma realização da Prefeitura de Fortaleza através da Coordenadoria de Juventude e Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (Secel) e uma promoção do Sistema Jangadeiro. Na solenidade de abertura, estavam presentes cerca de 5 mil pessoas, segundo cálculo da Polícia Militar. 

As equipes estão divididas nas categorias masculina, feminina e masculina sub-17. Os 513 jogos acontecerão a partir deste domingo (17), e as finais estão previstas para o dia 9 de dezembro. Os palcos serão as 22 Areninhas construídas pela Prefeitura de Fortaleza desde 2013 em campos de subúrbio da cidade.

“A Coparena é a valorização do esporte amador por meio do futebol. É um evento que integra ainda mais as comunidades, além de ampliar as oportunidades para que o jovem da cidade possa sonhar em ser um jogador”, destaca o secretário de Juventude de Fortaleza, Julio Brizzi.

E a tendência é que cada vez mais jovens tenham essa expectativa, conforme o crescimento da Coparena. “No momento estamos licitando mais 30 Areninhas. A intenção é que, em dois anos, com 50 Areninhas ao todo, a gente tenha um campeonato com cerca de 1.000 times”, adianta Roberto Cláudio.

Se atualmente a competição já soma 20 vezes mais participantes que os 25 que disputam as 3ª divisões do Campeonato Cearense profissional de 2017, o número pode chegar a 40 vezes mais em breve.

Saiba mais:
As 22 Areninhas de Fortaleza recebem semanalmente cerca de 440 jogos, envolvendo 33 mil jogadores. São elas: Campo do América (Meireles), Thauzer Parente (Quintino Cunha), Genibaú (Campo do Sevilha), Campo do Pici (CSU César Cals), Pirambu, Vila União, Aracapé, Conjunto Ceará (Polo de Lazer), Sítio São João, Barra do Ceará (Campo do Grêmio), Rodolfo Teófilo (Campo do Novo Ideal), Campo do Barroso, Sargento Hermínio, Beira-Rio, José Walter, Parque Dois Irmãos, Conjunto Esperança, Praia do Futuro I (Serviluz), Praia do Futuro II (Caça e Pesca), São Bernardo (Messejana), Planalto Ayrton Senna e Grande Bom Jardim (Granja Lisboa).

Publicidade

Dê sua opinião

EVENTO DE ABERTURA

Prefeito abre a 2ª Coparena e já projeta torneio com 1.000 times e sendo o maior do Brasil

O campeonato, que conta com 504 times de 100 dos 119 bairros de Fortaleza, foi aberto neste sábado (16)

Por Tribuna do Ceará em Futebol

16 de setembro de 2017 às 20:44

Há 2 meses
Cerca de 5 mil pessoas participaram da abertura da 2ª Coparena (FOTO: Brankos Filmes/Divulgação)

Cerca de 5 mil pessoas participaram da abertura da 2ª Coparena (FOTO: Brankos Filmes/Divulgação)

A 2ª edição da Coparena Fortaleza da Juventude teve sua solenidade de abertura na noite deste sábado (16), na Areninha do Rodolfo Teófilo, em Fortaleza. Empolgado com o crescimento da disputa, o prefeito Roberto Cláudio já projeta que a competição se torne a maior de futebol não-profissional no Brasil, com 1.000 times.

Em 2017, entrarão em campo 504 equipes, contra 312 do ano passado. Serão 10.500 atletas de times de 100 dos 119 bairros de Fortaleza. A competição já é a maior de futebol não-profissional no Ceará.

“Quase todos os territórios da cidade estão representados nessa competição, que mais do que futebol significa um grande congraçamento de comunidades”, festejou o prefeito, após dar o pontapé inicial.

A Coparena é uma realização da Prefeitura de Fortaleza através da Coordenadoria de Juventude e Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (Secel) e uma promoção do Sistema Jangadeiro. Na solenidade de abertura, estavam presentes cerca de 5 mil pessoas, segundo cálculo da Polícia Militar. 

As equipes estão divididas nas categorias masculina, feminina e masculina sub-17. Os 513 jogos acontecerão a partir deste domingo (17), e as finais estão previstas para o dia 9 de dezembro. Os palcos serão as 22 Areninhas construídas pela Prefeitura de Fortaleza desde 2013 em campos de subúrbio da cidade.

“A Coparena é a valorização do esporte amador por meio do futebol. É um evento que integra ainda mais as comunidades, além de ampliar as oportunidades para que o jovem da cidade possa sonhar em ser um jogador”, destaca o secretário de Juventude de Fortaleza, Julio Brizzi.

E a tendência é que cada vez mais jovens tenham essa expectativa, conforme o crescimento da Coparena. “No momento estamos licitando mais 30 Areninhas. A intenção é que, em dois anos, com 50 Areninhas ao todo, a gente tenha um campeonato com cerca de 1.000 times”, adianta Roberto Cláudio.

Se atualmente a competição já soma 20 vezes mais participantes que os 25 que disputam as 3ª divisões do Campeonato Cearense profissional de 2017, o número pode chegar a 40 vezes mais em breve.

Saiba mais:
As 22 Areninhas de Fortaleza recebem semanalmente cerca de 440 jogos, envolvendo 33 mil jogadores. São elas: Campo do América (Meireles), Thauzer Parente (Quintino Cunha), Genibaú (Campo do Sevilha), Campo do Pici (CSU César Cals), Pirambu, Vila União, Aracapé, Conjunto Ceará (Polo de Lazer), Sítio São João, Barra do Ceará (Campo do Grêmio), Rodolfo Teófilo (Campo do Novo Ideal), Campo do Barroso, Sargento Hermínio, Beira-Rio, José Walter, Parque Dois Irmãos, Conjunto Esperança, Praia do Futuro I (Serviluz), Praia do Futuro II (Caça e Pesca), São Bernardo (Messejana), Planalto Ayrton Senna e Grande Bom Jardim (Granja Lisboa).