Racha dos Veteranos do Rodolfo completa 15 anos e promove Clássico-Rei solidário


Racha entre tricolores e alvinegros completa 15 anos e promove ação solidária

“Racha dos Veteranos do Rodolfo” existe há 15 anos, quando os amigos se reúnem para jogar e fazer ações beneficentes

Por Lyvia Rocha em Futebol cearense

2 de Janeiro de 2016 às 06:00

Há 3 anos
Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)

Há 15 anos eles se reúnem no Campo Novo Ideal, no bairro Rodolfo Teófilo, na periferia de Fortaleza. A rotina futebolística acontece toda segunda-feira e além de bater o “racha”, serve para colocar os papos em dia e também beber uma cerveja com os amigos. Porém, no último jogo as camisas são distintas, e eles promovem um “Clássico-Rei” diferente.

No clima de paz e amizade, os amigos se dividiram entre tricolores e alvinegros e disputaram a partida na última segunda-feira do ano em clima fraterno. Familiares, moradores do bairro e até colegas de lugares distantes vão ao local para assistir a partida.

Fundador do “racha dos veteranos do Rodolfo”, o sub-tenente Alípio Rodrigues conta como surgiu a ideia de reunir dois grandes prazeres: futebol e amigos. “Jogávamos antes em um campo society e aproveitávamos para tomar aquela cervejinha. Quando esse campo surgiu, nós tivemos a ideia de começar a jogar nesse campo, pois a maioria são moradores do bairro e de locais próximos”, detalha.

Com a amizade em comum, mas com times distintos, desde 2012 eles promovem o Clássico-Rei entre eles. Os times se dividem entre torcedores do Ceará e do Fortaleza e garantem o evento que tem sim rivalidade, contudo tudo fica na brincadeira e na paz.  Para quem pensa que a pelada fica no amadorismo, engana-se. As camisas são alusivas as originais do Leão e do Vovô.

Frequentador do jogo desde 2007, Gilberto Sérgio fala sobre o prazer de participar do futebol. “Toda segunda tem muita gente assistindo o racha, é um divertimento para nós e para o pessoal do bairro. Quando chega no final do ano organizamos o clássico”, conta Gilberto.

Exemplo de quem está na plateia é Laura Garcia, esposa do Garcia, do goleiro do time dos torcedores do Fortaleza. Sem ciúme algum da diversão do marido, Laura se diverte com os lances e conta sobre a paixão do marido pelo futebol e pelo racha do Rodolfo Teófilo especialmente. “Nós moramos lá no bairro do Tabapuá, mas ele fez grandes amizades aqui e toda segunda-feira ele não perde isso daqui”, garante a esposa. E os filhos do casal Lauro e Heitor já está seguindo o mesmo caminho do pai. “O Heitor já faz parte de uma escolinha e assim como o pai joga como goleiro. O Laurinho quer ser atacante, vamos ver”, comenta.

E o bom humor está presente durante a partida. Pisadas na bola, chutes sem direção, provocação e muita risada são alguns dos elementos que fazem parte do racha. O público se diverte e também aplaude quando acontece lances bonitos e dignos de um bom jogo de futebol.  No tempo normal, eles ficaram no empate de 2 a 2. Mas como todo campeonato que quer ter um vencedor, a batalha foi decidida nos pênaltis e os torcedores do Leão levaram a melhor por 7 x 6.

 Solidariedade

Integrante da diretoria e responsável por organizar a festa de confraternização que ocorre todos os anos, o escrevente cartorário Edmar Martins fala da importância do evento e sobre as ações que o jogo promove. “Durante o ano ajudamos algumas instituições com doações de alimentos. Esse ano fizemos diferente nesse jogo, recolhemos dinheiro para ajudar a filha de um amigo que precisa de um transplante de médula óssea para se curar de um caso raro de leucemia”, explicar Edmar.

A menina é a garota Yasmine Holanda Magalhães de 2 anos e meio que sofre de uma leucemia rara, história que o Tribuna do Ceará contou em outubro.  A menina foi diagnosticada com Leucemia Mielomonocítica Juvenil (LMMJ), a criança aguarda um transplante de médula urgente para, tão nova, mudar de vida e obter a cura.

Para quem quiser ajudar a garotinha é só ir ao Hemoce:
Hemoce – Av. José Bastos, 3390 – Rodolfo Teófilo
Atendimento:
– 7h30min às 18h30min, de segunda à sexta-feira
– 8h às 16h, aos sábados
– 8h às 13h, aos domingos

Campanha
Página do Facebook: Ajude a Mine
Email: ajudeamine@gmail.com

 

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
1/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

Os torcedores do Ceará jogaram com a camisa roxa que marcou o fim da campanha do Vovô na Série B de 2015 (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
2/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

O time representado por torcedores do Leão usou uma camisa alusiva a utilizada pela equipe tricolor nos jogos da Série C (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
3/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

As equipes seguem se organizam como nos jogos oficias de futebol (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
4/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

A união e amizade é o tom do racha (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
5/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

O comerciante Gilberto frequenta o jogo desde 2007 (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
6/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

Laura Garcia acompanha ao lado dos filhos o marido atuar no gol (FOTO: Reprodução/Facebook)

Edmar Martins (centro) é um dos membros da diretoria (FOTO: Reprodução/Facebook)
7/9

Edmar Martins (centro) é um dos membros da diretoria (FOTO: Reprodução/Facebook)

Edmar Martins (centro) é um dos membros da diretoria (FOTO: Reprodução/Facebook)

AhRfrTJARekueJCgU03D9nt96hpgTuiNkzSCAPraJin8
8/9

AhRfrTJARekueJCgU03D9nt96hpgTuiNkzSCAPraJin8

/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/3/2015/12/ahrfrtjarekuejcgu03d9nt96hpgtuinkzscaprajin81

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)
9/9

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)

Publicidade

Dê sua opinião

Racha entre tricolores e alvinegros completa 15 anos e promove ação solidária

“Racha dos Veteranos do Rodolfo” existe há 15 anos, quando os amigos se reúnem para jogar e fazer ações beneficentes

Por Lyvia Rocha em Futebol cearense

2 de Janeiro de 2016 às 06:00

Há 3 anos
Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)

Há 15 anos eles se reúnem no Campo Novo Ideal, no bairro Rodolfo Teófilo, na periferia de Fortaleza. A rotina futebolística acontece toda segunda-feira e além de bater o “racha”, serve para colocar os papos em dia e também beber uma cerveja com os amigos. Porém, no último jogo as camisas são distintas, e eles promovem um “Clássico-Rei” diferente.

No clima de paz e amizade, os amigos se dividiram entre tricolores e alvinegros e disputaram a partida na última segunda-feira do ano em clima fraterno. Familiares, moradores do bairro e até colegas de lugares distantes vão ao local para assistir a partida.

Fundador do “racha dos veteranos do Rodolfo”, o sub-tenente Alípio Rodrigues conta como surgiu a ideia de reunir dois grandes prazeres: futebol e amigos. “Jogávamos antes em um campo society e aproveitávamos para tomar aquela cervejinha. Quando esse campo surgiu, nós tivemos a ideia de começar a jogar nesse campo, pois a maioria são moradores do bairro e de locais próximos”, detalha.

Com a amizade em comum, mas com times distintos, desde 2012 eles promovem o Clássico-Rei entre eles. Os times se dividem entre torcedores do Ceará e do Fortaleza e garantem o evento que tem sim rivalidade, contudo tudo fica na brincadeira e na paz.  Para quem pensa que a pelada fica no amadorismo, engana-se. As camisas são alusivas as originais do Leão e do Vovô.

Frequentador do jogo desde 2007, Gilberto Sérgio fala sobre o prazer de participar do futebol. “Toda segunda tem muita gente assistindo o racha, é um divertimento para nós e para o pessoal do bairro. Quando chega no final do ano organizamos o clássico”, conta Gilberto.

Exemplo de quem está na plateia é Laura Garcia, esposa do Garcia, do goleiro do time dos torcedores do Fortaleza. Sem ciúme algum da diversão do marido, Laura se diverte com os lances e conta sobre a paixão do marido pelo futebol e pelo racha do Rodolfo Teófilo especialmente. “Nós moramos lá no bairro do Tabapuá, mas ele fez grandes amizades aqui e toda segunda-feira ele não perde isso daqui”, garante a esposa. E os filhos do casal Lauro e Heitor já está seguindo o mesmo caminho do pai. “O Heitor já faz parte de uma escolinha e assim como o pai joga como goleiro. O Laurinho quer ser atacante, vamos ver”, comenta.

E o bom humor está presente durante a partida. Pisadas na bola, chutes sem direção, provocação e muita risada são alguns dos elementos que fazem parte do racha. O público se diverte e também aplaude quando acontece lances bonitos e dignos de um bom jogo de futebol.  No tempo normal, eles ficaram no empate de 2 a 2. Mas como todo campeonato que quer ter um vencedor, a batalha foi decidida nos pênaltis e os torcedores do Leão levaram a melhor por 7 x 6.

 Solidariedade

Integrante da diretoria e responsável por organizar a festa de confraternização que ocorre todos os anos, o escrevente cartorário Edmar Martins fala da importância do evento e sobre as ações que o jogo promove. “Durante o ano ajudamos algumas instituições com doações de alimentos. Esse ano fizemos diferente nesse jogo, recolhemos dinheiro para ajudar a filha de um amigo que precisa de um transplante de médula óssea para se curar de um caso raro de leucemia”, explicar Edmar.

A menina é a garota Yasmine Holanda Magalhães de 2 anos e meio que sofre de uma leucemia rara, história que o Tribuna do Ceará contou em outubro.  A menina foi diagnosticada com Leucemia Mielomonocítica Juvenil (LMMJ), a criança aguarda um transplante de médula urgente para, tão nova, mudar de vida e obter a cura.

Para quem quiser ajudar a garotinha é só ir ao Hemoce:
Hemoce – Av. José Bastos, 3390 – Rodolfo Teófilo
Atendimento:
– 7h30min às 18h30min, de segunda à sexta-feira
– 8h às 16h, aos sábados
– 8h às 13h, aos domingos

Campanha
Página do Facebook: Ajude a Mine
Email: ajudeamine@gmail.com

 

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
1/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

Os torcedores do Ceará jogaram com a camisa roxa que marcou o fim da campanha do Vovô na Série B de 2015 (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
2/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

O time representado por torcedores do Leão usou uma camisa alusiva a utilizada pela equipe tricolor nos jogos da Série C (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
3/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

As equipes seguem se organizam como nos jogos oficias de futebol (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
4/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

A união e amizade é o tom do racha (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
5/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

O comerciante Gilberto frequenta o jogo desde 2007 (FOTO: Divulgação)

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)
6/9

Racha dos Veteranos do Rodolfo (FOTO: Divulgação)

Laura Garcia acompanha ao lado dos filhos o marido atuar no gol (FOTO: Reprodução/Facebook)

Edmar Martins (centro) é um dos membros da diretoria (FOTO: Reprodução/Facebook)
7/9

Edmar Martins (centro) é um dos membros da diretoria (FOTO: Reprodução/Facebook)

Edmar Martins (centro) é um dos membros da diretoria (FOTO: Reprodução/Facebook)

AhRfrTJARekueJCgU03D9nt96hpgTuiNkzSCAPraJin8
8/9

AhRfrTJARekueJCgU03D9nt96hpgTuiNkzSCAPraJin8

/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/3/2015/12/ahrfrtjarekuejcgu03d9nt96hpgtuinkzscaprajin81

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)
9/9

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)

Os times rezam antes do início da partida (FOTO: Divulgação)