Icasa é o único time cearense a ter sua história contada em livro infanto-juvenil


Você sabia? Icasa é o único time cearense a ter sua história contada em livro infanto-juvenil

Livro “Icasa do meu coração” foi escrito por Alemberg Quindins e terá seu valor de venda revertido para a criação do museu do Verdão do Cariri, em Juazeiro

Por Rodrigo Cavalcante em Futebol cearense

14 de Abril de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Livro-Icasa-do-meu-coração

A capa do livro Icasa do meu coração. (Foto: Divulgação)

Você sabia que o um time cearense possui um livro infanto-juvenil? Idealizado pelo escritor Alemberg Quindins, o livro “Icasa do meu coração” foi lançado no ano de 2013.

São 22 paginas para contar a trajetória do Icasa, com relatos de antigos jogadores e dirigentes, desde de sua criação. Apesar da historia ser direcionada para um público juvenil, o enredo também pode atrair o leitor adulto por intermédio do teor da pesquisa de campo e conteúdo histórico.

Alemberg e seu filho Pedro Yã que inspirou a criação do livro. (Foto: Divulgação)

Alemberg e seu filho Pedro Yã que inspirou a criação do livro. (Foto: Divulgação)

Alemberg explica que a inspiração para o projeto foi seu filho. “Comecei o trabalho de pesquisa em 2009. Matriculei meu filho na escolinha do Icasa e ele sempre me perguntava sobre a história do clube. Através do livro, achei uma maneira leve de repassar a história do clube pra ele”, disse ele que é músico.

Sobre as ilustrações, o autor ressalta que a vivência e as constantes idas ao estádio Romeirão foram determinantes. “As imagens cenográficas, foram construídas a partir da observação em dias de jogos e de arquivos fotográficos. A luz âmbar do sol de final de tarde , sob um céu azul intenso iluminando o estádio, determinou a matiz das cores refletidas nas gravuras.”, ressaltou Alemberg.

O livro já foi exposto no Museu Internacional de Art Naïf do Brasil – (MIAN), em vários estados do nordeste e até em Lisboa, Portugal. No dia 21 de maio, a obra será exposta em um bar temático do futebol Parque São Cristovão, na Vila Madalena, em São Paulo.

O valor oriundo das vendas do livro está sendo doado para criação do museu do Icasa, que vai contar a história do ciclo do time formado por funcionários de uma fábrica de algodão.

Publicidade

Dê sua opinião

Você sabia? Icasa é o único time cearense a ter sua história contada em livro infanto-juvenil

Livro “Icasa do meu coração” foi escrito por Alemberg Quindins e terá seu valor de venda revertido para a criação do museu do Verdão do Cariri, em Juazeiro

Por Rodrigo Cavalcante em Futebol cearense

14 de Abril de 2015 às 07:00

Há 4 anos
Livro-Icasa-do-meu-coração

A capa do livro Icasa do meu coração. (Foto: Divulgação)

Você sabia que o um time cearense possui um livro infanto-juvenil? Idealizado pelo escritor Alemberg Quindins, o livro “Icasa do meu coração” foi lançado no ano de 2013.

São 22 paginas para contar a trajetória do Icasa, com relatos de antigos jogadores e dirigentes, desde de sua criação. Apesar da historia ser direcionada para um público juvenil, o enredo também pode atrair o leitor adulto por intermédio do teor da pesquisa de campo e conteúdo histórico.

Alemberg e seu filho Pedro Yã que inspirou a criação do livro. (Foto: Divulgação)

Alemberg e seu filho Pedro Yã que inspirou a criação do livro. (Foto: Divulgação)

Alemberg explica que a inspiração para o projeto foi seu filho. “Comecei o trabalho de pesquisa em 2009. Matriculei meu filho na escolinha do Icasa e ele sempre me perguntava sobre a história do clube. Através do livro, achei uma maneira leve de repassar a história do clube pra ele”, disse ele que é músico.

Sobre as ilustrações, o autor ressalta que a vivência e as constantes idas ao estádio Romeirão foram determinantes. “As imagens cenográficas, foram construídas a partir da observação em dias de jogos e de arquivos fotográficos. A luz âmbar do sol de final de tarde , sob um céu azul intenso iluminando o estádio, determinou a matiz das cores refletidas nas gravuras.”, ressaltou Alemberg.

O livro já foi exposto no Museu Internacional de Art Naïf do Brasil – (MIAN), em vários estados do nordeste e até em Lisboa, Portugal. No dia 21 de maio, a obra será exposta em um bar temático do futebol Parque São Cristovão, na Vila Madalena, em São Paulo.

O valor oriundo das vendas do livro está sendo doado para criação do museu do Icasa, que vai contar a história do ciclo do time formado por funcionários de uma fábrica de algodão.