Fortaleza segue com a escrita de nunca ter subido para a Série B em campo
SINA TRICOLOR

Fortaleza segue com a escrita de nunca ter subido para a Série B em campo

Em 13 participações na Série C, o Fortaleza alcançou a Série B em duas ocasiões, sempre ajudado pela CBF

Por Tribuna do Ceará em Futebol cearense

10 de outubro de 2016 às 10:39

Há 11 meses
O Fortaleza amargará em 2017 a 8ª participação seguida na Série C (Foto: Fortaleza EC/Divulgação)

O Fortaleza amargará em 2017 a 8ª participação seguida na Série C (Foto: Fortaleza EC/Divulgação)

O Fortaleza fracassou pela 7ª vez seguida no sonho de voltar à Série B do Campeonato Brasileiro, neste domingo (9), no estádio Castelão. A decepção reforçou o peso de uma escrita. Mesmo tendo subido duas vezes para a Série A (em 2002 e 2004), o time amarga o tabu de nunca ter subido para a Série B em campo, em 13 tentativas.

Nas duas vezes em que saiu da Série C para a B, de 1990 para 1991 e de 1999 para 2000, o Fortaleza foi alçado por “viradas de mesa” que beneficiaram clubes diversos.

Histórico tricolor

Rebaixado na Série B em 1989, o time disputou a C pela primeira vez em 1990 e terminou em 7º lugar. Em 1991, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu extinguir a Terceirona e ampliar a Segundona de 24 para 64 clubes. Assim, o Fortaleza voltou à Série B. 

Em virada de mesa para beneficiar o Grêmio, a CBF ampliou a Série A em 1993, o que levou o Leão à elite nacional. O time cearense, porém, caiu naquele ano, e novamente na Série B em 1994.

Nos cinco anos seguintes, de 1995 a 1999, o Fortaleza disputou a Série C. Em 2000, a Série B passou de 22 para 36 clubes, e assim o time subiu pela segunda vez para a Segundona por ajuda da CBF.

Rebaixado da Série B para a C em 2009, o Leão irá para o 8º ano seguido na Terceirona em 2017. Nos últimos cinco anos, o time bateu na trave diante de casa lotada, para Oeste (20.062 torcedores, no PV, em 2012), Sampaio Corrêa (56.143, em 2013), Macaé (62.525, em 2014), Brasil de Pelotas (62.903, em 2015) e Juventude (63.903).

Quem já conseguiu

Diversos times médios e pequenos do país já conseguiram o feito que o Fortaleza tanto busca, subindo para a Série B em campo. Como ASA, Chapecoense, Duque de Caxias, Ferroviária, Fluminense-BA, Ituiutaba, Juventus, Luverdense, Mogi Mirim, Novorizontino, Oeste, Olaria, Salgueiro, São Raimundo-AM, União São João, Volta Redonda e XV de Piracicaba. O Icasa conseguiu isso duas vezes, em 2010 e 2012, período da sina tricolor.

Publicidade

Dê sua opinião

SINA TRICOLOR

Fortaleza segue com a escrita de nunca ter subido para a Série B em campo

Em 13 participações na Série C, o Fortaleza alcançou a Série B em duas ocasiões, sempre ajudado pela CBF

Por Tribuna do Ceará em Futebol cearense

10 de outubro de 2016 às 10:39

Há 11 meses
O Fortaleza amargará em 2017 a 8ª participação seguida na Série C (Foto: Fortaleza EC/Divulgação)

O Fortaleza amargará em 2017 a 8ª participação seguida na Série C (Foto: Fortaleza EC/Divulgação)

O Fortaleza fracassou pela 7ª vez seguida no sonho de voltar à Série B do Campeonato Brasileiro, neste domingo (9), no estádio Castelão. A decepção reforçou o peso de uma escrita. Mesmo tendo subido duas vezes para a Série A (em 2002 e 2004), o time amarga o tabu de nunca ter subido para a Série B em campo, em 13 tentativas.

Nas duas vezes em que saiu da Série C para a B, de 1990 para 1991 e de 1999 para 2000, o Fortaleza foi alçado por “viradas de mesa” que beneficiaram clubes diversos.

Histórico tricolor

Rebaixado na Série B em 1989, o time disputou a C pela primeira vez em 1990 e terminou em 7º lugar. Em 1991, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu extinguir a Terceirona e ampliar a Segundona de 24 para 64 clubes. Assim, o Fortaleza voltou à Série B. 

Em virada de mesa para beneficiar o Grêmio, a CBF ampliou a Série A em 1993, o que levou o Leão à elite nacional. O time cearense, porém, caiu naquele ano, e novamente na Série B em 1994.

Nos cinco anos seguintes, de 1995 a 1999, o Fortaleza disputou a Série C. Em 2000, a Série B passou de 22 para 36 clubes, e assim o time subiu pela segunda vez para a Segundona por ajuda da CBF.

Rebaixado da Série B para a C em 2009, o Leão irá para o 8º ano seguido na Terceirona em 2017. Nos últimos cinco anos, o time bateu na trave diante de casa lotada, para Oeste (20.062 torcedores, no PV, em 2012), Sampaio Corrêa (56.143, em 2013), Macaé (62.525, em 2014), Brasil de Pelotas (62.903, em 2015) e Juventude (63.903).

Quem já conseguiu

Diversos times médios e pequenos do país já conseguiram o feito que o Fortaleza tanto busca, subindo para a Série B em campo. Como ASA, Chapecoense, Duque de Caxias, Ferroviária, Fluminense-BA, Ituiutaba, Juventus, Luverdense, Mogi Mirim, Novorizontino, Oeste, Olaria, Salgueiro, São Raimundo-AM, União São João, Volta Redonda e XV de Piracicaba. O Icasa conseguiu isso duas vezes, em 2010 e 2012, período da sina tricolor.