Filho de fãs do Fortaleza confessa torcer "escondido" pelo Ceará e ganha camisa alvinegra

CLÁSSICO-REI

Filho de fãs do Fortaleza confessa torcer “escondido” pelo Ceará e ganha camisa alvinegra

Jucélia Lemos conta que o filho Levi, de 8 anos, a chamou com uma revelação a fazer: ele torce pelo rival dos pais

Por Lyvia Rocha em Futebol cearense

31 de julho de 2017 às 15:36

Há 12 meses
Mãe e filho na loja do Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

Mãe e filho na loja do Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

O amor pelo futebol e por um clube não tem explicação. Não importa em que lugar você more ou até mesmo o time que seus pais torcem. Esse é o caso do pequeno Levi Lemos, de 8 anos. Apaixonado pelo Ceará, o garoto torcia “escondido” pelo time alvinegro, porque seus pais Jucélia Lemos e Lira Junior torcem Fortaleza, o maior rival.

Mas a história de torcer escondido mudou no dia 21 de julho, quando o menino não conseguiu mais ocultar o amor pelo Vovô e resolveu contar todo o sentimento para a mãe.

Ele resolveu me contar que estava torcendo escondido pelo Ceará. No momento eu ri, brinquei, mas logo depois aquilo me deixou pensativa em imaginar que eu poderia estar reprimindo-o de alguma forma”, indagou a mãe.

Então, Jucélia resolveu chamar o menino para uma conversa mais séria sobre o assunto. “‘Meu filho, você realmente quer torcer por esse time?’ A resposta do garoto foi positiva. ‘Pois vamos comprar uma camisa e lembrar que você nunca pode colocar seus sonhos e suas vontades dentro de uma gaveta com medo de frustrar alguém'”, explicou a mãe.

Levi ao lado de Ricardinho, Fernando Henrique e João Marcos durante um evento do Vovô (FOTO: Reprodução/Facebook)

Levi ao lado de Ricardinho, Fernando Henrique e João Marcos durante evento do Vovô (FOTO: Reprodução/Facebook)

Sem titubear e para cumprir o que prometeu, Jucélia levou o garoto a uma loja oficial do Ceará, para lhe dar uma camisa e assim fez. “Quando nós chegamos na loja, os olhos dele brilhavam”, relata.

Logo depois, o temor do garoto poderia ser o pai, mas tudo foi bem aceito também. “Nós queremos que ele seja feliz. Colocar isso para fora foi algo grande e importante. Ele conversou com o pai, que também torce Fortaleza, e está tudo bem. Nós aceitamos, somos da paz e queremos o bem dele”, relatou a mãe.

Nas redes sociais, a foto da mãe com o garoto na loja do Ceará, e posteriormente com três jogadores do Vovô, fez sucesso. “Não imaginava que teria toda essa repercussão. Sempre conto as histórias dele nas minhas redes sociais, mas essa teve muito comentários, foi muito legal”, afirma.

Publicidade

Dê sua opinião

CLÁSSICO-REI

Filho de fãs do Fortaleza confessa torcer “escondido” pelo Ceará e ganha camisa alvinegra

Jucélia Lemos conta que o filho Levi, de 8 anos, a chamou com uma revelação a fazer: ele torce pelo rival dos pais

Por Lyvia Rocha em Futebol cearense

31 de julho de 2017 às 15:36

Há 12 meses
Mãe e filho na loja do Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

Mãe e filho na loja do Ceará (FOTO: Reprodução/Facebook)

O amor pelo futebol e por um clube não tem explicação. Não importa em que lugar você more ou até mesmo o time que seus pais torcem. Esse é o caso do pequeno Levi Lemos, de 8 anos. Apaixonado pelo Ceará, o garoto torcia “escondido” pelo time alvinegro, porque seus pais Jucélia Lemos e Lira Junior torcem Fortaleza, o maior rival.

Mas a história de torcer escondido mudou no dia 21 de julho, quando o menino não conseguiu mais ocultar o amor pelo Vovô e resolveu contar todo o sentimento para a mãe.

Ele resolveu me contar que estava torcendo escondido pelo Ceará. No momento eu ri, brinquei, mas logo depois aquilo me deixou pensativa em imaginar que eu poderia estar reprimindo-o de alguma forma”, indagou a mãe.

Então, Jucélia resolveu chamar o menino para uma conversa mais séria sobre o assunto. “‘Meu filho, você realmente quer torcer por esse time?’ A resposta do garoto foi positiva. ‘Pois vamos comprar uma camisa e lembrar que você nunca pode colocar seus sonhos e suas vontades dentro de uma gaveta com medo de frustrar alguém'”, explicou a mãe.

Levi ao lado de Ricardinho, Fernando Henrique e João Marcos durante um evento do Vovô (FOTO: Reprodução/Facebook)

Levi ao lado de Ricardinho, Fernando Henrique e João Marcos durante evento do Vovô (FOTO: Reprodução/Facebook)

Sem titubear e para cumprir o que prometeu, Jucélia levou o garoto a uma loja oficial do Ceará, para lhe dar uma camisa e assim fez. “Quando nós chegamos na loja, os olhos dele brilhavam”, relata.

Logo depois, o temor do garoto poderia ser o pai, mas tudo foi bem aceito também. “Nós queremos que ele seja feliz. Colocar isso para fora foi algo grande e importante. Ele conversou com o pai, que também torce Fortaleza, e está tudo bem. Nós aceitamos, somos da paz e queremos o bem dele”, relatou a mãe.

Nas redes sociais, a foto da mãe com o garoto na loja do Ceará, e posteriormente com três jogadores do Vovô, fez sucesso. “Não imaginava que teria toda essa repercussão. Sempre conto as histórias dele nas minhas redes sociais, mas essa teve muito comentários, foi muito legal”, afirma.