Estádio no interior do Ceará possui 'calçada da fama'


Estádio no interior do Ceará possui ‘parede da fama’

A cidade de Crateús decidiu inovar, não construindo uma calçada da fama como outros estádios do mundo

Por Lucas Matos em Futebol cearense

20 de Fevereiro de 2015 às 07:00

Há 3 anos
Parede da fama é exposta ao público (Foto: Cícero Messias)

Parede da fama é exposta ao público (Foto: Cícero Messias)

Localizado a 350 km de Fortaleza, o município de Crateús incorporou uma homenagem que os maiores estádios do mundo têm, mas utilizando um modelo bem peculiar. O estádio Juvenal Melo, mais conhecido como Jumelão, mantém uma parede da fama. É isso mesmo, uma parede. Nada de calçada da fama em Crateús.

Crateús participou da elite do Campeonato Cearense 2012

Crateús participou da elite do Campeonato Cearense 2012

A obra foi inaugurada quando o time de mesmo nome da cidade disputava a primeira divisão do Campeonato Cearense, em 2012. O ano foi difícil, e a pequena equipe interiorana disputava a permanência na elite do futebol alencarino. Foi a única participação do clube na primeirona.

A parede existe para homenagear os jogadores e a comissão técnica que, em 2011, conseguiram o acesso à Série A do estadual. De acordo com o ex-secretário e vereador de Crateús, João de Deus, tudo foi arquitetado logo depois do sucesso na segundona.

“Ganhamos a terceira divisão, no ano seguinte fomos campeões da segunda, depois chegamos à primeira. Foi tudo muito rápido. Sinceramente, não esperava ser assim, mas, como chegamos ao objetivo, então a secretaria homenageou chamando a comissão técnica, os jogadores e todos que ajudaram a fazer aquela campanha”, afirmou.

Rebaixamento

O melhor momento do futebol crateuense foi há três anos, recebendo Fortaleza e Ceará em sua própria casa. Mas no ano seguinte em que viveu uma das maiores de suas conquistas – o acesso -, o clube tropeçou. E o pior que não foi em campo, mas devido ao uso de atletas irregulares. Dois jogadores estavam suspensos com cartões amarelos, e entraram em campo, e assim o Crateús viu seu rebaixamento ser concretizado no “tapetão”. Para Deus, “o time foi destaque nacional, mas derrubaram o Guerreiro do Poti”.

Ponto turístico

Atualmente, a parede é bem cuidada e fica na parte que não é exposta ao sol. Segundo o radialista da Jangadeiro FM, Cícero Messias, o local se tornou uma área de visitação, inclusive para os turistas, que sempre tiram fotos por lá.

No ano passado, a prefeitura conseguiu valor de R$ 3 mi para a reforma do estádio Jumelão, onde construíram um Centro de Treinamento e estão fazendo uma nova arquibancada, além de reformas pontuais.

Popularmente conhecido como Jumelão, estádio Juvenal Melo está passando por reformas (Foto: Cícero Messias)

Popularmente conhecido como Jumelão, estádio Juvenal Melo está passando por reformas (Foto: Cícero Messias)

Segundona

Para a atual temporada, o torcedor crateuense não tem muito o que comemorar. Até o presente momento, nada foi anunciado. O time está parado. A prefeitura apoia o clube, mas, mesmo repassando R$ 200 mil mensais, ainda não é suficiente para manter o elenco.

O Crateús estreia na segundona cearense fora de casa, em março, contra a equipe de Nova Russas.

Publicidade

Dê sua opinião

Estádio no interior do Ceará possui ‘parede da fama’

A cidade de Crateús decidiu inovar, não construindo uma calçada da fama como outros estádios do mundo

Por Lucas Matos em Futebol cearense

20 de Fevereiro de 2015 às 07:00

Há 3 anos
Parede da fama é exposta ao público (Foto: Cícero Messias)

Parede da fama é exposta ao público (Foto: Cícero Messias)

Localizado a 350 km de Fortaleza, o município de Crateús incorporou uma homenagem que os maiores estádios do mundo têm, mas utilizando um modelo bem peculiar. O estádio Juvenal Melo, mais conhecido como Jumelão, mantém uma parede da fama. É isso mesmo, uma parede. Nada de calçada da fama em Crateús.

Crateús participou da elite do Campeonato Cearense 2012

Crateús participou da elite do Campeonato Cearense 2012

A obra foi inaugurada quando o time de mesmo nome da cidade disputava a primeira divisão do Campeonato Cearense, em 2012. O ano foi difícil, e a pequena equipe interiorana disputava a permanência na elite do futebol alencarino. Foi a única participação do clube na primeirona.

A parede existe para homenagear os jogadores e a comissão técnica que, em 2011, conseguiram o acesso à Série A do estadual. De acordo com o ex-secretário e vereador de Crateús, João de Deus, tudo foi arquitetado logo depois do sucesso na segundona.

“Ganhamos a terceira divisão, no ano seguinte fomos campeões da segunda, depois chegamos à primeira. Foi tudo muito rápido. Sinceramente, não esperava ser assim, mas, como chegamos ao objetivo, então a secretaria homenageou chamando a comissão técnica, os jogadores e todos que ajudaram a fazer aquela campanha”, afirmou.

Rebaixamento

O melhor momento do futebol crateuense foi há três anos, recebendo Fortaleza e Ceará em sua própria casa. Mas no ano seguinte em que viveu uma das maiores de suas conquistas – o acesso -, o clube tropeçou. E o pior que não foi em campo, mas devido ao uso de atletas irregulares. Dois jogadores estavam suspensos com cartões amarelos, e entraram em campo, e assim o Crateús viu seu rebaixamento ser concretizado no “tapetão”. Para Deus, “o time foi destaque nacional, mas derrubaram o Guerreiro do Poti”.

Ponto turístico

Atualmente, a parede é bem cuidada e fica na parte que não é exposta ao sol. Segundo o radialista da Jangadeiro FM, Cícero Messias, o local se tornou uma área de visitação, inclusive para os turistas, que sempre tiram fotos por lá.

No ano passado, a prefeitura conseguiu valor de R$ 3 mi para a reforma do estádio Jumelão, onde construíram um Centro de Treinamento e estão fazendo uma nova arquibancada, além de reformas pontuais.

Popularmente conhecido como Jumelão, estádio Juvenal Melo está passando por reformas (Foto: Cícero Messias)

Popularmente conhecido como Jumelão, estádio Juvenal Melo está passando por reformas (Foto: Cícero Messias)

Segundona

Para a atual temporada, o torcedor crateuense não tem muito o que comemorar. Até o presente momento, nada foi anunciado. O time está parado. A prefeitura apoia o clube, mas, mesmo repassando R$ 200 mil mensais, ainda não é suficiente para manter o elenco.

O Crateús estreia na segundona cearense fora de casa, em março, contra a equipe de Nova Russas.