Ferroviário

 

Procuradoria do TJDF-CE arquiva denúncia do Ferroviário contra estrangeiros

A procuradoria do TJDF-CE arquivou a denuncia do Ferroviário, que alegava irregularidade do italiano Binatti, do Itapipoca e de Henry, do Guarani de Juazeiro

Rebaixado em campo, Ferroviário tenta a permanência na primeira divisão nos tribunais Foto: Divulgação

Rebaixado em campo, Ferroviário tenta a permanência na primeira divisão nos tribunais Foto: Divulgação

A procuradoria do Tribuna de Justiça Desportiva do Futebol (TJDF-CE) decidiu arquivar a denuncia do Ferroviário, que apontava irregularidades do jogadores Mattia Binatti, italiano que defendeu o Itapipoca, e Henry Kanu, atacante nigeriano do Guarani de Juazeiro.

De acordo com a reclamação feita pelo clube coral, em empreitada comandada pelo conselheiro Carlos Mesquita, os atletas estariam atuando no futebol cearense ser possuir o visto de trabalho no Brasil. Entretanto, a decisão ainda vai passar pela análise do presidente do TJDF-CE, Cícero Sobreira.

Também alvo das denuncias do Ferroviário, o Icasa apresentou junto ao tribunal um documento provando que o zagueiro Guídio, cumpriu uma suspensão anterior e que mediante a isto, não teria qualquer impedimento para defender o Verdão do Cariri no Campeonato Cearense.

>LEIA MAIS

Ferroviário ainda tem esperança no tribunal

O Ferroviário ainda aguarda parecer da procuradoria do TJDF-CE sobre mais duas denuncias. Para o clube coral, o meia Djalma, do Itapipoca, e o volante Bruno Pacatuba, do Guarani de Juazeiro, teriam atuado de forma irregular no Campeonato Cearense deste ano.

Ferroviário denuncia três clubes e espera se livrar do rebaixamento

Conselheiro do Ferroviário, o vereador Carlos Mesquita protocolou uma denúncia contra Guarani de Juazeiro, Icasa e Itapipoca

O Ferroviário foi o 7º colocado na 1ª fase do Estadual e acabou rebaixado Foto: Divulgação

O Ferroviário foi o 7º colocado na 1ª fase do Estadual e acabou rebaixado Foto: Divulgação

A exemplo do que aconteceu em 2012, o Ferroviário, rebaixado em campo, espera conseguir nos tribunais a sua permanência na primeira divisão do Campeonato Cearense.

Nesta segunda-feira (24), o vereador Carlos Mesquita, que é conselheiro e já foi presidente do clube, protocolou junto ao Tribuna de Justiça Desportiva do Futebol (TJDF-CE), um denúncia delito contra Itapipoca, Guarani de Juazeiro e Icasa, que supostamente teriam escalado jogadores em situação irregular.

Para o Ferroviário, os jogadores Djalma (Itapipoca),  Bruno Pacatuba (Guarani de Juazeiro) Guídio (Icasa) não cumpriram de forma integral pena imposta a eles pelo TJDF-CE, ainda no ano passado.

> LEIA MAIS

Além disso, a denúncia coral alega que o nigeriano Henry Kanu, que defende o Guarani de Juazeiro, e o italiano Mattia, do Itapipoca não possuiriam o visto de trabalho para atuar no Brasil e por isso, também teriam atuado de forma irregular.

Em entrevista à rádio O Povo/CBN, Carlos Mesquita deu a seguinte declaração: “Vou ter o maior orgulho de ser bicampeão do tapetão”

 

Ex-Ferroviário, técnico Arnaldo Lira amarga seu segundo rebaixamento em 2014

Depois de ser rebaixado com o Ferroviário, Lira não conseguiu evitar a queda do Maranhão para a segunda divisão maranhense

Arnaldo Lira foi rebaixado por Ferroviário e Maranhão

Arnaldo Lira foi rebaixado por Ferroviário e Maranhão

Se pudesse, o técnico Arnaldo Lira, velho conhecido do futebol cearense com boas passagens no comando de Ceará, Fortaleza, Ferroviário e Icasa, iria apagar a temporada de 2014 da sua carreira. O mês de março sequer terminou e o treinador já amargou o seu segundo rebaixamento no ano.

Desta vez, o rebaixado foi o Maranhão Atlético Clube, tradicional terceira força do estado com 15 títulos estaduais. O Quadricolor selou o seu destino rumo à segunda divisão maranhense no último domingo (23), ao ser derrotado por 4 a 3, pelo Cordino.

No total, Lira comandou o MAC em quatro partidas. Venceu apenas uma e foi derrotado nas outras três. O péssimo aproveitamento de apenas 8% dos pontos disputados foram fatais para o rebaixamento, o primeiro em 82 anos de vida do clube.

>LEIA MAIS

Ferroviário

Antes do Maranhão, Arnaldo Lira já tinha participado de um rebaixamento histórico. Sob a batuta do treinador, o Ferroviário terminou na 7ª colocação da primeira fase do Campeonato Cearense, o que levou o Tubarão da Barra, oito vezes campeão estadual, para a segunda divisão.

A passagem pelo clube coral foi um pouco mais longa do que no Maranhão. No total, o técnico comandou o Ferrão em 12 jogos, onde venceu três, empatou outros três e perdeu seis, fechando a campanha com 33,3% de aproveitamento.

Morre Chicão, supervisor do Ferroviário durante 28 anos

Francisco Pereira dos Santos lutava contra uma doença respiratória desde o começo de 2014

Francisco Pereira dos Santos, o Chicão, trabalhou durante 28 anos no Ferroviário Atlético Clube (FOTO: Reprodução/Instagram)

Francisco Pereira dos Santos, o Chicão, trabalhou durante 28 anos no Ferroviário Atlético Clube (FOTO: Reprodução/Instagram)

O Tubarão da Barra teve duas das suas principais derrotas históricas em um intervalo de menos de uma semana. Depois ser rebaixado para a Série B Cearense, Chicão, supervisor de futebol do clube durante 28 anos, faleceu na última quinta-feira (27), em decorrência de uma doença respiratória.

Francisco Pereira dos Santos tinha 63 anos e trabalhava durante o dia todo na sede do Ferroviário, na Barra do Ceará.

>LEIA MAIS: 

Além de conhecer os atletas de perto, Chicão também foi peça fundamental para evitar uma queda do clube em 2012. O ex-funcionário analisou as súmulas do Crateús e notou que três jogadores do time do interior estavam irregulares.

“A pior semana da minha vida recebeu nesta quinta-feira (27) à noite o falecimento de Chicão, do Ferroviário Atlético Clube. Vai com Deus, meu grande amigo”, comentou em uma rede social, Chateaubriand Arrais Filho, vice-presidente do conselho deliberativo.

O enterro do ex-supervisor do clube será nesta sexta-feira (28), às 16 horas, no cemitério Parque da Paz, localizado no bairro do Passaré, em Fortaleza.

Ferroviário faz homenagem ao ex-funcionário Chicão (FOTO: Reprodução/Instagram)

Ferroviário faz homenagem ao ex-funcionário Chicão (FOTO: Reprodução/Instagram)

Apresentado por clube maranhense, goleiro ex-Ferroviário diz que equipe era fraca

O goleiro Fernando Júnior, ex-Ferroviário, foi apresentado pelo Moto Club e falou sobre o rebaixamento coral

Agora no Moto Club, Fernando Júnior defendeu o Ferroviário dos dois últimos estaduais Foto: Divulgação

Agora no Moto Club, Fernando Júnior defendeu o Ferroviário dos dois últimos estaduais Foto: Divulgação

Um dos poucos destaques do Ferroviário nas duas últimas edições do Campeonato Cearense, o goleiro Fernando Júnior já tem novo clube para defender.

Nesta quarta-feira (26), o arqueiro de 24 anos foi apresentado oficialmente pelo Moto Club-MA, que no último final de semana foi derrotado na final do primeiro turno do estadual.

Fernando Júnior chegou ao clube maranhense tendo de justificar o rebaixamento do Ferroviário.

“Minha participação foi boa, mas a equipe num todo foi muito fraca, tanto é que chegamos ao descenso, mas quanto a minha participação fiz um bom campeonato”, afirmou em sua apresentação.

LEIA MAIS

Fernando Júnior começou a carreira nas categorias de base do Atlético-PR. Depois jogou nas divisões inferiores do Grêmio, defendeu o Pelotas, antes de chegar o Ferroviário no ano passado.

Com a camisa do Tubarão da Barra, o goleiro disputou 44 partidas oficiais.

Conselheiro do Ferroviário quer paralisar o Campeonato Cearense

O vereador Carlos Mesquita afirma que o atacante Henry, do Guarani de Juazeiro, está irregular. O time do Cariri estreia na segunda fase nesta quarta (26)

O Ferrão foi o 7º colocado na primeira fase do Cearense, posição que não evitou o rebaixamento para a Série B (FOTO: Divulgação)

O Ferrão foi o 7º colocado na primeira fase do Cearense, posição que não evitou o rebaixamento para a Série B (FOTO: Divulgação)

 

Se depender do vereador do PMDB-CE e também conselheiro do Ferrão, Carlos Mesquita, o clube tentará novamente escapar de um rebaixamento via “tapetão”. O coral vai requerer junto à Federação Cearense de Futebol (FCF) a documentação do atacante nigeriano Henry Kanu, atleta do Guarani de Juazeiro. Segundo o torcedor do Ferroviário, o jogador está com o visto de trabalho irregular e por isso existe o desejo de uma paralisação da competição.

Para o caso prosseguir, algum promotor terá que denunciar o fato ao Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do Ceará (TJDF-CE). Segundo Ernando Uchoa Lima Sobrinho, especialista na esfera jurídica esportiva, o vereador o procurou.

>LEIA MAIS:

 

O advogado decidiu não participar do imbróglio.  Ele acredita que não seria ético defender o Ferroviário, já que foi presidente do próprio tribunal local da modalidade.

Carlos Mesquita tinha revelado anteriormente que existia uma suspeita de irregularidade de outros atletas do Leão do Mercado. A justificativa é que esses atletas não poderiam atuar em algumas partidas, já que no ano passado se envolveram em uma confusão na partida entre Guarani de Juazeiro e Guarany de Sobral, no dia 7 de abril de 2013. O documento do processo, depois que foi julgado, acabou sendo furtado no último domingo (23), inclusive.

O time do Cariri vai fazer sua estreia na segunda fase do Campeonato Cearense 2014. O jogo do Leão será contra o Fortaleza, nesta quarta (26), no estádio Presidente Vargas, às 20h20min.

 

Revoltados com o rebaixamento, quatro torcedores do Ferroviário protestam na sede do clube

Para protestar contra o rebaixamento do Ferroviário, um grupo de quatro torcedores tentou invadir a sede do clube nesta segunda-feira (24)

Os muros do estádio Elzir Cabral foram pichados por torcedores Foto: Tribuna do Ceará

Os muros do estádio Elzir Cabral foram pichados por torcedores Foto: Reprodução/Internet

O rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Cearense deixou boa parte da torcida do Ferroviário revoltada ao final do jogo do último domingo (23), contra o Quixadá, no Abilhão.

A frustração do torcedor coral seguiu nesta segunda-feira (24), quando de acordo com policiais do Ronda do Quarteirão, um grupo de quatro torcedores foi até a sede do clube, na Barra do Ceará, para protestar contra a diretoria.

Nos muros do estádio Vila Olímpica Elzir Cabral foram feitas pichações com xingamentos direcionados a membros da cúpula do clube e pedindo respeito à instituição.

Os torcedores ainda forçaram os portões da sede coral, onde queriam continuar o protesto, mas foram impedidos por policiais.

LEIA MAIS

*Com informações do repórter Jefferson Abreu, da TV Jangadeiro

 

Conselheiro do Ferroviário diz que clube pode evitar queda no tapetão

O vereador Carlos Mesquita, que é conselheiro do Ferroviário, diz que o clube pode evitar o rebaixamentos nos tribunais

Ferroviário pode evitar a quase no tapetão Foto:

Ferroviário pode evitar a quase no tapetão Foto:

O drama do Ferroviário, rebaixado dentro de campo para a segunda divisão do Campeonato Cearense, poderá, assim como aconteceu em 2012, terminar apenas nos tribunais.

Em entrevista à rádio O Povo/CBN, o vereador Carlos Mesquita, conselheiro do clube coral confirmou que existe a suspeita de que o Guarani de Juazeiro teria utilizado alguns jogadores de forma irregular.

De acordo com o político, os atletas do Leão do Mercado teriam sido suspensos pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (TJDF-CE), no ano passado, após um jogo contra o Guarany de Sobral, em que os mesmos deixaram o gramado após uma marcação de um pênalti a favor do time sobralense.

Além destes, Mesquita diz que o atacante nigeriano, Henry Kanu, também estaria em situação irregular porque não teria o visto de trabalho para atuar no futebol brasileiro, mesmo tendo o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Vice do Ferroviário elogia Iarley e culpa mudança no planejamento pelo rebaixamento

O vice-presidente do Ferroviário, Evandro Ferreira Gomes, comentou os motivos do rebaixamento coral e elogiou a postura do veterano Iarley

O Ferroviário vai disputar a 2ª divisão do Campeonato Cearense em 2015 Foto: Divulgação/Ferrão.com.br

O Ferroviário vai disputar a 2ª divisão do Campeonato Cearense em 2015 Foto: Divulgação/Ferrão.com.br

Nove vezes campeão cearense, a última em 1995, e disputando a elite do futebol do estado desde 1938, o Ferroviário foi rebaixado para a Série B do estadual, após ser derrotado, por 1 a 0, pelo Quixadá, em jogo disputado no último domingo (23), no estádio Abilhão.

Para o vice-presidente coral, Evandro Ferreira Gomes, a queda do Tubarão da Barra para a segunda divisão se deve a alguns equívocos diretivos como mudanças no planejamento original do clube.

“É chegado o momento, diante de uma dificuldade dessas, reestruturar o clube em todos os sentidos, inclusive físicos e buscar aquelas premissas estabelecidas no projeto de reestruturação do Ferroviário, estabelecidas ainda em 2012, que nos últimos três meses foram rasgadas, esquecidas. Principalmente de novembro para cá e acabou gerando essa consequência”, disse em entrevista à Rádio Tribuna Band News.

> LEIA MAIS

O dirigente apontou como um dos motivos para o rebaixamento uma mudança no setor de futebol do Tubarão da Barra. “Havia um comando rígido, firme, que estabeleceu normas internas no clube. Os jogadores sabiam a quem se dirigir, sabiam a quem se respeitar”, completou.

Evandro não se eximiu de culpa ao comentar o rebaixamento coral. “Primeiro é preciso dizer que representa uma grande vergonha na página do Ferroviário escrita por todos nós que fizemos a diretoria executiva e o conselho deliberativo do clube”, frisou.

Iarley

Contratado para ser a grande estrela do Ferroviário dentro de campo, Iarley foi elogiado por Evandro. “O Iarley teve uma conduta ilibada no clube. Ele foi de uma proatividade esse período todo de tirar o chapéu”.

O veterano de 39 anos, que chegou a declarar que teve de tirar dinheiro do próprio bolso para ajudar o Tubarão da Barra, disputou 13 das 16 partidas do Ferrão no estadual e marcou cinco gols.

Pela primeira vez, Ferroviário é rebaixado para a 2ª divisão do Campeonato Cearense

Com mais uma derrota, o Ferroviário foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Cearense

Nem mesmo Iarçey conseguiu evitar a queda do Ferroviário Foto: Divulgação

Nem mesmo Iarley conseguiu evitar a queda do Ferroviário Foto: Divulgação

Terceiro maior vencedor do Campeonato Cearense, com nove títulos, o último em 1995, o Ferroviário foi rebaixado para segunda divisão estadual. A queda coral foi sacramentada neste domingo (23), com mais uma derrota, desta vez diante do Quixadá, no Abilhão.

Desta forma, em 2015, será a primeira vez que o Tubarão da Barra não vai disputar a elite do futebol cearense, desde a sua estreia na competição, na edição de 1938.

A atual temporada começou bem, com uma goleada por 7 a 2 diante do Crato. Entretanto, os jogos seguintes fizeram com que a realidade do rebaixamento, evitado em 2012 nos tribunais, batesse a porta do Tubarão da Barra.

Precisando reagir, a diretoria coral fez várias contratações, trocou de treinador quando demitiu Washington Luiz e trouxe Arnaldo Lira. As mudanças não surtiram o efeito esperado e o Ferrão continuou como protagonista da luta contra a degola.

> LEIA MAIS

Iarley

Grande esperança do Ferroviário no início do campeonato, o veterano atacante ainda colaborou com cinco gols marcados. Entretanto, Iarley foi muito mais que um jogador e chegou a declarar que teve de colocar dinheiro dele no clube.

Vitórias? Poucas e contra quem caiu

No total, foram apenas cinco vitórias em 16 jogos. Tirando um triunfo diante do Guarani de Juazeiro, o Ferroviário só venceu Crato e Tiradentes, ambos rebaixados.

Campanha coral

Ferroviário 7×2 Crato
Ferroviário 0×4 Fortaleza
Ferroviário 3×1 Tiradentes
Ferroviário 1×2 Icasa
Ferroviário 0×3 Horioznte
Ferroviário 0×0 Itapipoca
Ferroviário 0×0 Quixadá
Guarani (J) 1×0 Ferroviário
Crato 0×1 Ferroviário
Icasa 3×2 Ferroviário
Itapipoca 1×0 Ferroviário
Ferroviário 5×0 Guarani (J)
Fortaleza 3×1 Ferroviário
Horizonte 2×2 Ferroviário
Tiradentes 2×4 Ferroviário
Quixadá 1×0 Ferroviário

Página 1 de 6812345...102030...Última »