Peixes artilheiros acertam placar do primeiro jogo do Brasil

Peixes artilheiros acertam placar do primeiro jogo do Brasil

Os peixes de José Laurindo de Sá, de Fortaleza, foram desafiados e confirmaram seu poder de adivinhação

Por Hayanne Narlla em Copa do Mundo 2014

12 de junho de 2014 às 19:16

Há 3 anos
Peixes artilheiros acertam placar do 1º jogo da Seleção Brasileira (FOTO: Tribuna do Ceará/ Renato Ferreira)

Peixes artilheiros acertam placar do 1º jogo da Seleção Brasileira (FOTO: Tribuna do Ceará/ Renato Ferreira)

Os peixes artilheiros procurados pelo Tribuna do Ceará acertaram o placar do primeiro jogo da Seleção Brasileira: 3 x 1 sobre a Croácia. Os peixes de José Laurindo de Sá, de Fortaleza, foram desafiados na quarta-feira (11) e confirmaram seu poder de adivinhação.

Os peixinhos da espécie tamanduatá foram pescados pelo cearense José Laurindo de Sá, de 62 anos. Há quatro anos, o peixeiro descobriu casualmente a “habilidade” dos animais. “Um pregador de roupa caiu na bacia e um deles jogou pra fora”, resgata. A ideia foi instantânea: nascia o peixe jogador.

Confira a performance dos peixinhos:

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15071563″]

E, se na Copa de 2010, o polvo Paul foi oráculo dos resultados e fez sucesso. Dessa vez, os peixinhos cearenses é que vão ditar os resultados. Que venham as próximas previsões e confirmações.

Publicidade

Dê sua opinião

Peixes artilheiros acertam placar do primeiro jogo do Brasil

Os peixes de José Laurindo de Sá, de Fortaleza, foram desafiados e confirmaram seu poder de adivinhação

Por Hayanne Narlla em Copa do Mundo 2014

12 de junho de 2014 às 19:16

Há 3 anos
Peixes artilheiros acertam placar do 1º jogo da Seleção Brasileira (FOTO: Tribuna do Ceará/ Renato Ferreira)

Peixes artilheiros acertam placar do 1º jogo da Seleção Brasileira (FOTO: Tribuna do Ceará/ Renato Ferreira)

Os peixes artilheiros procurados pelo Tribuna do Ceará acertaram o placar do primeiro jogo da Seleção Brasileira: 3 x 1 sobre a Croácia. Os peixes de José Laurindo de Sá, de Fortaleza, foram desafiados na quarta-feira (11) e confirmaram seu poder de adivinhação.

Os peixinhos da espécie tamanduatá foram pescados pelo cearense José Laurindo de Sá, de 62 anos. Há quatro anos, o peixeiro descobriu casualmente a “habilidade” dos animais. “Um pregador de roupa caiu na bacia e um deles jogou pra fora”, resgata. A ideia foi instantânea: nascia o peixe jogador.

Confira a performance dos peixinhos:

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15071563″]

E, se na Copa de 2010, o polvo Paul foi oráculo dos resultados e fez sucesso. Dessa vez, os peixinhos cearenses é que vão ditar os resultados. Que venham as próximas previsões e confirmações.