Em 5ª participação no NBB, Solar Cearense deseja chegar mais longe no torneio
LIGA NACIONAL

Em 5ª participação no NBB, Solar Cearense deseja chegar mais longe no torneio

A equipe estreia nesta quarta-feira (9), contra o Pinheiro, em São Paulo

Por Lyvia Rocha em Basquete

9 de novembro de 2016 às 06:50

Há 2 meses
Alberto-Bial-Solar-Cearense

Alberto Bial comanda a equipe desde o início do projeto em 2012 (Foto: Stephan Eilert/Solar Cearense)

O Solar Cearense vai para a quinta participação no Novo Basquete Brasil (NBB). Mantendo a base da última temporada, quando a equipe pela primeira vez conseguiu chegar às quartas de final da competição, o time do técnico Alberto Bial quer chegar mais longe.

No último campeonato, o time teve uma excelente ascensão, conseguiu uma sequência de oito vitórias consecutivas e uma classificação inédita para os playoffs do certame, após a quarta colocação, também inédita, na fase de classificação.

Primeiro time nordestino a integrar a competição de elite do NBB, o Cearense quer a cada ano fazer seu nome no torneio, e almejar mais conquistas.

E o desafio já tem início nesta quarta-feira (9), na estreia do NBB 9, contra o Esporte Clube Pinheiros, às 19h (horário de Fortaleza), no ginásio do Clube Hebraica, em São Paulo, com transmissão pelo Facebook Live do NBB.

Uma das grandes particularidades é o técnico Alberto Bial e o armador Davi Rosseto que são remanescentes e estão desde o início do projeto em 2012. Para o técnico, o início já será em clima de Copa do Mundo. “Eu, como técnico, tenho o sentimento de uma estreia em uma Copa do Mundo. O NBB vem crescendo a cada ano, com as equipes mais bem preparadas e jogando um melhor basquete. A gente enfrenta esse fortíssimo time do Pinheiros, com dois americanos de excelente qualidade, talvez dois dos melhores do Brasil no momento. A gente começa um jogo de Copa do Mundo”, analisa Alberto Bial.

Davi-Rosseto-Solar-Cearense

Davi Rosseto fez parte da seleção do NBB 8 (Foto: Stephan Eilert/Solar Cearense)

O armador Davi Rosseto, principal jogador da equipe, foi premiado no fim da temporada 205/2016 como o melhor armador da competição. Além disso, ao lado do ala Marcus Tolefo foi convocado para a seleção brasileira que disputou o campeonato sul-americano.  Para este ano, a expectativa é ainda maior.

“Trabalhamos muito duro e sempre muito motivados, com o foco justamente nesse campeonato que se inicia. Já de cara queremos passar uma boa impressão, mostrando que as pretensões da equipe para essa temporada são muito grandes e que podemos chegar ainda mais longe do que chegamos na temporada passada”, afirma o capitão da equipe.

Para esta temporada, o Solar Cearense manteve a base do último NBB. Foram contratados dois reforços: o armador Gustavinho, que veio do Caxias do Sul, e o ala Luis Gruber, contratado do Paulistano/Corpore. O desfalque na estreia será o pivô Tiagão, com uma luxação no ombro direito.

Após estrear fora de casa, o time cearense joga duas partidas dentro de seus domínios. No dia 15, às 19h30 (horário de Fortaleza), contra o Minas e dois dias depois contra o Brasília, no mesmo horário, no Ginásio Paulo Sarasate.

Ao lado do Cearense, outros 14 equipes disputam o torneio que tem início neste mês de novembro e segue até abril de 2017, pelo na primeira fase. As datas dos jogos finais ainda não foram divulgadas. O Flamengo tentará o hexacampeonato, equipes tradicionais no basquete brasileiro como Bauru, Brasília e Franca tentarão tirar esse troféu da equipe rubro negra. O Solar Cearense corre por fora e deseja surpreender.

Equipes participantes:

Flamengo
Brasília
Campo Mourão
Caxias do Sul
Franca
Liga Sorocabana
Macaé
Minas
Mogi das Cruzes
Paulistano
Pinheiros
Vasco
Vitória
Bauru

Publicidade

Dê sua opinião

LIGA NACIONAL

Em 5ª participação no NBB, Solar Cearense deseja chegar mais longe no torneio

A equipe estreia nesta quarta-feira (9), contra o Pinheiro, em São Paulo

Por Lyvia Rocha em Basquete

9 de novembro de 2016 às 06:50

Há 2 meses
Alberto-Bial-Solar-Cearense

Alberto Bial comanda a equipe desde o início do projeto em 2012 (Foto: Stephan Eilert/Solar Cearense)

O Solar Cearense vai para a quinta participação no Novo Basquete Brasil (NBB). Mantendo a base da última temporada, quando a equipe pela primeira vez conseguiu chegar às quartas de final da competição, o time do técnico Alberto Bial quer chegar mais longe.

No último campeonato, o time teve uma excelente ascensão, conseguiu uma sequência de oito vitórias consecutivas e uma classificação inédita para os playoffs do certame, após a quarta colocação, também inédita, na fase de classificação.

Primeiro time nordestino a integrar a competição de elite do NBB, o Cearense quer a cada ano fazer seu nome no torneio, e almejar mais conquistas.

E o desafio já tem início nesta quarta-feira (9), na estreia do NBB 9, contra o Esporte Clube Pinheiros, às 19h (horário de Fortaleza), no ginásio do Clube Hebraica, em São Paulo, com transmissão pelo Facebook Live do NBB.

Uma das grandes particularidades é o técnico Alberto Bial e o armador Davi Rosseto que são remanescentes e estão desde o início do projeto em 2012. Para o técnico, o início já será em clima de Copa do Mundo. “Eu, como técnico, tenho o sentimento de uma estreia em uma Copa do Mundo. O NBB vem crescendo a cada ano, com as equipes mais bem preparadas e jogando um melhor basquete. A gente enfrenta esse fortíssimo time do Pinheiros, com dois americanos de excelente qualidade, talvez dois dos melhores do Brasil no momento. A gente começa um jogo de Copa do Mundo”, analisa Alberto Bial.

Davi-Rosseto-Solar-Cearense

Davi Rosseto fez parte da seleção do NBB 8 (Foto: Stephan Eilert/Solar Cearense)

O armador Davi Rosseto, principal jogador da equipe, foi premiado no fim da temporada 205/2016 como o melhor armador da competição. Além disso, ao lado do ala Marcus Tolefo foi convocado para a seleção brasileira que disputou o campeonato sul-americano.  Para este ano, a expectativa é ainda maior.

“Trabalhamos muito duro e sempre muito motivados, com o foco justamente nesse campeonato que se inicia. Já de cara queremos passar uma boa impressão, mostrando que as pretensões da equipe para essa temporada são muito grandes e que podemos chegar ainda mais longe do que chegamos na temporada passada”, afirma o capitão da equipe.

Para esta temporada, o Solar Cearense manteve a base do último NBB. Foram contratados dois reforços: o armador Gustavinho, que veio do Caxias do Sul, e o ala Luis Gruber, contratado do Paulistano/Corpore. O desfalque na estreia será o pivô Tiagão, com uma luxação no ombro direito.

Após estrear fora de casa, o time cearense joga duas partidas dentro de seus domínios. No dia 15, às 19h30 (horário de Fortaleza), contra o Minas e dois dias depois contra o Brasília, no mesmo horário, no Ginásio Paulo Sarasate.

Ao lado do Cearense, outros 14 equipes disputam o torneio que tem início neste mês de novembro e segue até abril de 2017, pelo na primeira fase. As datas dos jogos finais ainda não foram divulgadas. O Flamengo tentará o hexacampeonato, equipes tradicionais no basquete brasileiro como Bauru, Brasília e Franca tentarão tirar esse troféu da equipe rubro negra. O Solar Cearense corre por fora e deseja surpreender.

Equipes participantes:

Flamengo
Brasília
Campo Mourão
Caxias do Sul
Franca
Liga Sorocabana
Macaé
Minas
Mogi das Cruzes
Paulistano
Pinheiros
Vasco
Vitória
Bauru