Fortaleza é uma província que virou metrópole em poucas décadas. Talvez por isso seja uma metropóle que não largou o jeitão de província. A modernidade avançou a passos largos na capital cearense. Derrubou prédios, arrancou árvores, cobriu trilhos. Apagou referências de um passado que ficou bem pra trás. Felizmente a internet ajudou a preservar uma Fortaleza. Não a Fortaleza da realidade, que acabou transformada. Salvou, isso sim, a cidade que estava esquecida na memória. Em redes sociais, fortalezenses de nascimento ou de coração resgataram a antiga Fortaleza, que repousava em fotos amareladas, em registros em preto e branco. A partir delas, o Tribuna do Ceará refaz um roteiro de afetos para conferir como estão hoje os mesmos pontos. Alguns marcos foram bastante alterados. Outros estão surpreendentemente conservados. Curta o passeio a seguir, na companhia do pesquisador Miguel Ângelo de Azevedo (o Nirez). E guarde a Fortaleza de 2013 na mente, na câmera fotográfica ou no computador. Em breve ela estará ainda mais diferente.

Mapa Fortaleza Zona 1 Zona 2 Zona 3

Expediente:

  • Diretora de Jornalismo: Isabela Martin
  • Gerente de Convergência: Helcio Brasileiro
  • Coordenador de Jornalismo Online: Felipe Lima
  • Editor de Conteúdo Especial: Daniel Herculano
  • Pesquisa e reportagem: Rafael Luis Azevedo
  • Fotos atuais: Camila de Almeida e Rafael Luis Azevedo
  • Fotos antigas: Acervo Miguel Ângelo de Azevedo (o Nirez)
  • Pesquisador consultado em áudio: Miguel Ângelo de Azevedo (o Nirez)
  • Sonoplastia: Glauber Sousa