Silvana Souza, agricultora

“Você termina os estudos e se não for para outra cidade procurar um meio de vida, aqui é difícil emprego” 

IMG_20140630_100037399_HDRNa cidade de Choró, 155Km de Fortaleza, o comércio depende praticamente do dinheiro que circula de programas como Bolsa Família, das aposentadorias, e do pequeno número de servidores públicos da cidade. Sem grandes indústrias, a atividade econômica da região é bastante tímida.

A agricultora Silvana de Souza é um exemplo da falta de oportunidades na região. Sem trabalho na cidade, ela foi buscar emprego na capital cearense. Depois trabalhar dois anos em Fortaleza, como empregada doméstica, voltou para sua cidade natal. “Você termina os estudos e se não for para outra cidade procurar um meio de vida, aqui é difícil emprego”, conta.

Sem qualificação e oportunidades, os conterrâneos de Silvana dependem da sorte para encontrar um trabalho ou ficar na dependência dos programas sociais. Em Choró só 18,5% da população tem alguma instrução.

Conheça outras histórias do especial “O Ceará pelos Cearenses”.


Voltar