Posts com a tag: PRF

 

PRF abre concurso para 71 vagas

Serão disponibilizadas três vagas para Técnico em Assuntos Educacionais, uma para Técnico de Nível Superior e 67 para Agente Administrativo.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abre a partir da próxima quinta-feira (20) inscrições para o processo seletivo que vai preencher 71 vagas distribuídas pelo setor administrativo do órgão. Os salários dos aprovados no concurso de nível médio poderão chegar até R$ 3 mil.

Serão disponibilizadas três vagas para Técnico em Assuntos Educacionais, uma para Técnico de Nível Superior e 67 para Agente Administrativo, sendo que quatro das vagas deste último cargo serão para pessoas com deficiência. Os aprovados obedecerão a um regime 40h semanais.

Para fazer as incrições, o candidato deve pagar taxas de R$ 55,00 ou de R$ 65,00. O custo é definido com base na escolaridade do cargo optado pelo participante. As inscrições vão até o dia 10 de outubro e podem ser feitas no site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UNB).

O concurso vai ser relizado em duas etapas. Na primeira fase serão aplicadas duas provas – uma de conhecimentos básicos, com 50 questões e outra de conhecimentos específicos, com 70 questões.  A previsão é de que essas provas sejam realizadas no dia 18 de novembro no período da manhã para cargo de nível médio e na parte da tarde para os cargos de nível superior. Os testes da segunda fase serão elaborados pela PRF.

PRF anuncia novo concurso para 71 vagas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recebeu autorização do Ministério do Planejamento para realizar concurso público visando preencher 71 vagas: 67 para agente administrativo, três para técnico de assuntos educacionais e uma para técnico de Nível Superior.

De acordo com a portaria nº 338, publicada no Diário Oficial da União na última sexta-feira (10), o provimento dos postos está condicionado à existência de vagas livres na data de nomeação. Para isso, setenta e cinco postos de trabalho terceirizados no órgão serão extintos. A previsão é que o edital de abertura seja publicado em fevereiro de 2013.

As remunerações variam de R$ 3.203,97 (nível médio) a R$ 3.835,32 (nível superior).

2012: o ano dos concursos federais

O concurso para a Polícia Federal é um dos mais esperados neste ano

O ano de 2012 promete ser animado para os que sonham em passar naquele concurso federal com ótimo salário. O Governo Federal já autorizou a realização de diversas provas para o preenchimentos de cargos nos mais variados órgãos.

Entre os concursos mais esperados estão o do Banco Central, Caixa Econômica, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Ministério Público do Trabalho. O concursado pode receber um salário superior a R$ 20 mil.

Confira a lista de alguns dos concursos previstos para 2012 e seus respectivos salários:

Agência Nacional de Cinema (Ancine)
- 44 vagas para técnico em regulação da atividade cinematográfica e audiovisual (nível médio).
- 56 para técnico administrativo (nível médio).
Salário: cerca de R$ 5 mil.

Agência Nacional do Petróleo (ANP)
- 115 vagas para especialista em regulação de petróleo, 22 para analista administrativo e 15 para especialista em geologia e geofísica do petróleo (nível superior).
Salário: cerca de R$ 10 mil.

Banco Central
- 100 vagas para procurador (nível superior).
Salário: R$ 14 mil.

Caixa Econômica Federal
- cadastro de reserva para técnico bancário (nível médio) e cargos de nível superior.
Salário: de R$ 1.784,00 a R$ 7.931,00

Ministério Público do Trabalho
- 40 vagas para procurador do trabalho.
Salário: R$ 21 mil.

Ministério do Trabalho e Emprego
- 600 vagas para auditor fiscal do trabalho (nível superior).
Salário: R$ 13 mil.

Petrobras
- vagas para nível médio, técnico e superior.
Salários: de R$ 2.170,84 a R$ 6.217,19.

Polícia Federal
- 500 vagas para agente, 100 para papiloscopista, 150 para delegado, 100 para perito criminal e 350 para escrivão (nível superior).
- 328 para agente administrativo (nível médio).
Salário: R$ 3,2 mil para agente administrativo, R$ 7,5 mil para papiloscopista, agente de polícia e escrivão e R$ 13,3 mil para delegado e perito.

Polícia Rodoviária Federal
- 1,5 mil para policial rodoviário federal (nível superior).
Salário: cerca de R$ 6 mil.

Receita Federal
- 1.210 vagas para auditor fiscal e 1.050 para analista tributário (nível superior).
Salário: R$ 8 mil para analista e R$ 14 mil para auditor.

MPF pede para prorrogar suspensão do concurso da PRF por mais 60 dias

Valores arrecadados com taxa de inscrição devem ser devolvidos

O Ministério Público Federal (MPF) enviou recomendação nesta terça-feira (2) à Polícia Rodoviária Federal (PRF) para suspender por mais 60 dias o concurso para 750 vagas, organizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e Assistência (Funrio), até que sejam apuradas as denúncias de supostas fraudes. O MPF também pediu que a PRF informe aos candidatos, através de publicação nos respectivos sites oficiais, os termos da recomendação.

O concurso, que teve 109.793 candidatos, já estava suspenso desde o dia 24 de novembro por determinação do próprio Ministério Público Federal.

Veja também:
Mais notícias do Canal Emprego

O Departamento de Polícia Rodoviária Federal já havia rescindido unilateralmente no dia 5 de janeiro o contrato administrativo com a Funrio em virtude de descumprimento de cláusulas contratuais, afirmando, inclusive, que houve quebra da segurança do concurso e violação do sigilo de concurso.

Segundo o procurador Vinícius Panetto, existem provas inequívocas da ocorrência de graves irregularidades, cujas investigações se encontram em curso.

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União, a PRF informou que a rescisão ocorre em razão do descumprimento das obrigações listadas nas cláusulas do contrato administrativo.

Na recomendação do MPF, a Funrio deve depositar em conta corrente específica do Tesouro Nacional os valores arrecadados com a taxa de inscrição, que deverão ficar à disposição da PRF, além de prestar contas dos recursos obtidos com as taxas de inscrição.

Na portaria, a PRF já havia determinado o imediato encaminhamento por parte da Funrio da prestação de contas, dos relatórios contábeis de arrecadação e os dados dos respectivos candidatos que tiveram a inscrição confirmada.

Na ocasião, a Funrio informou que estava buscando entendimento junto à PRF para encontrar a melhor solução para o caso e que aguardava as conclusões da investigação do Ministério Público Federal.

Tanto a PRF como a Funrio têm três dias (contados a partir do recebimento), para se manifestar sobre o cumprimento ou não da recomendação. Caso contrário, o MPF poderá adotar as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis.

Fonte: G1