Férias parceladas? Tire dúvidas sobre a folga com especialista

TRABALHO

Férias parceladas? Tire dúvidas sobre a folga com especialista

Vale lembrar que as férias não poderão iniciar em dia de repouso semanal ou dois dias que antecedem um feriado. É direito do trabalhador receber 30 dias de férias com salário integral acrescido de 1/3

Por Tribuna do Ceará em Empregos

20 de julho de 2018 às 07:00

Há 5 meses
Férias são um direito dos trabalhadores (FOTO: Ormuzd Alves/Flickr/Creative Commons)

Férias são um direito dos trabalhadores (FOTO: Ormuzd Alves/Flickr/Creative Commons)

Julho costuma ser o mês das férias da criançada. Com a chegada do sétimo mês do ano, muitos pais tentam conciliar dias de folga no trabalho para aproveitarem o tempo livre com os filhos.

O advogado especialista em Direto do Trabalho Franco Almada tira alguma dúvidas frequentes quando o assunto é férias. Vale lembrar que, para ter direito a esse período, é necessário trabalhar por doze meses consecutivos.

“Existem casos em que os trabalhadores podem dividir suas férias, mas isso também dependerá de um acordo com o patrão, lembrando que isso só ocorre em casos que as férias forem individuais”, conta o especialista.

Outro ponto que costuma gerar dúvidas é a possibilidade de venda de férias. A situação é possível desde que a solicitação seja do trabalhador, com objetivos de aumentar a renda. O empregador não pode impor a venda desse período.

Vale lembrar que as férias não poderão iniciar em dia de repouso semanal ou dois dias que antecedem um feriado. É direito do trabalhador receber 30 dias de férias com salário integral acrescido de um terço.

Publicidade

Dê sua opinião

TRABALHO

Férias parceladas? Tire dúvidas sobre a folga com especialista

Vale lembrar que as férias não poderão iniciar em dia de repouso semanal ou dois dias que antecedem um feriado. É direito do trabalhador receber 30 dias de férias com salário integral acrescido de 1/3

Por Tribuna do Ceará em Empregos

20 de julho de 2018 às 07:00

Há 5 meses
Férias são um direito dos trabalhadores (FOTO: Ormuzd Alves/Flickr/Creative Commons)

Férias são um direito dos trabalhadores (FOTO: Ormuzd Alves/Flickr/Creative Commons)

Julho costuma ser o mês das férias da criançada. Com a chegada do sétimo mês do ano, muitos pais tentam conciliar dias de folga no trabalho para aproveitarem o tempo livre com os filhos.

O advogado especialista em Direto do Trabalho Franco Almada tira alguma dúvidas frequentes quando o assunto é férias. Vale lembrar que, para ter direito a esse período, é necessário trabalhar por doze meses consecutivos.

“Existem casos em que os trabalhadores podem dividir suas férias, mas isso também dependerá de um acordo com o patrão, lembrando que isso só ocorre em casos que as férias forem individuais”, conta o especialista.

Outro ponto que costuma gerar dúvidas é a possibilidade de venda de férias. A situação é possível desde que a solicitação seja do trabalhador, com objetivos de aumentar a renda. O empregador não pode impor a venda desse período.

Vale lembrar que as férias não poderão iniciar em dia de repouso semanal ou dois dias que antecedem um feriado. É direito do trabalhador receber 30 dias de férias com salário integral acrescido de um terço.