8 palavras para nunca incluir no currículo
DICAS

8 palavras para nunca incluir no currículo

Você só tem uma chance de causar uma boa primeira impressão. Talvez seja no seu currículo

Por Tribuna do Ceará em Carreira

23 de agosto de 2017 às 06:31

Há 4 semanas
negocios-conceito-de-entrevista-de-emprego_1421-77

(FOTO: Freepik)

Você provavelmente já ouviu a frase: “Você só tem uma chance de causar uma boa primeira impressão”. Talvez essa seja uma das maiores verdades quando falamos sobre currículo

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, os recrutadores são as primeiras pessoas que devemos impressionar. Segundo Jamie Hichens, Senior Talent Acquisition Partner do Glassdoor, “a linguagem ou conteúdo de um currículo pode, definitivamente, limitar as chances de um candidato de conseguir o seu emprego dos sonhos. Você tem um período limitado para se destacar aos olhos do recrutador – use esse tempo sabiamente”.

Preencher o espaço restrito de um currículo com palavras ultrapassadas ou apelativas demais pode impactar negativamente as suas chances de emplacar uma entrevista. Por isso, listamos 8 palavras e termos para você nunca usar.

Fique por dentro das nossas dicas e garanta que o seu currículo esteja livre dessas armadilhas:

1- Desempregado

As datas das suas experiências profissionais já deixam claro se você está empregado ou não – você não precisa destacar isso, certo?

2- Trabalhador ou pontual

O recrutador já espera que você seja o tipo de profissional que trabalha duro, chega no escritório no horário e motivado. Então, você não precisa necessariamente usar esses adjetivos como características únicas.

3- Digitação ou Pacote Office

A maioria dos templates de currículo sugerem que os candidatos incluam uma lista de habilidades estratégicas. Certifique-se de incluir não apenas as habilidades que te tornam o candidato ideal para a vaga, mas também aquelas que te fazem se destacar. Talvez conhecimentos em digitação ou Pacote Office não sejam assim tão surpreendentes.

4- Objetivo profissional

As suas experiências são consistentes? Então é provável que você não precise especificar o seu objetivo profissional. Se o seu currículo é auto-explicativo, não precisa usar o espaço com coisas redundantes. Além disso, se você for enviar o seu currículo junto com uma carta de apresentação falando sobre o seu objetivo, já é mais do que suficiente para abordar o assunto.

5- Eu, ela, ele…

Falar na primeira ou terceira pessoa soa estranho e pode dar a impressão de que alguém escreveu o seu currículo para você. Por exemplo, o correto seria “ 4 anos de experiência em liderança” e não “eu liderei um time por 4 anos” ou “João liderou um time”.

6- Expert ou especialista

Fique longe dessas duas palavras a não ser que você realmente seja um expert/especialista de área. Se for esse o seu caso, esteja preparado para ser abordado com perguntas mais complexas nas entrevistas de emprego.

7- Palavras negativas

Palavras negativas devem ser evitadas sempre. O seu currículo é um resumo sobre tudo o que você pode fazer e não o contrário.

8- Hobbies

Seus interesses pessoais são realmente relevantes para a vaga de emprego ou empresa na qual quer trabalhar? O seu currículo deve incluir apenas informações indispensáveis sobre você e suas experiências profissionais.

Publicidade

Dê sua opinião

DICAS

8 palavras para nunca incluir no currículo

Você só tem uma chance de causar uma boa primeira impressão. Talvez seja no seu currículo

Por Tribuna do Ceará em Carreira

23 de agosto de 2017 às 06:31

Há 4 semanas
negocios-conceito-de-entrevista-de-emprego_1421-77

(FOTO: Freepik)

Você provavelmente já ouviu a frase: “Você só tem uma chance de causar uma boa primeira impressão”. Talvez essa seja uma das maiores verdades quando falamos sobre currículo

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, os recrutadores são as primeiras pessoas que devemos impressionar. Segundo Jamie Hichens, Senior Talent Acquisition Partner do Glassdoor, “a linguagem ou conteúdo de um currículo pode, definitivamente, limitar as chances de um candidato de conseguir o seu emprego dos sonhos. Você tem um período limitado para se destacar aos olhos do recrutador – use esse tempo sabiamente”.

Preencher o espaço restrito de um currículo com palavras ultrapassadas ou apelativas demais pode impactar negativamente as suas chances de emplacar uma entrevista. Por isso, listamos 8 palavras e termos para você nunca usar.

Fique por dentro das nossas dicas e garanta que o seu currículo esteja livre dessas armadilhas:

1- Desempregado

As datas das suas experiências profissionais já deixam claro se você está empregado ou não – você não precisa destacar isso, certo?

2- Trabalhador ou pontual

O recrutador já espera que você seja o tipo de profissional que trabalha duro, chega no escritório no horário e motivado. Então, você não precisa necessariamente usar esses adjetivos como características únicas.

3- Digitação ou Pacote Office

A maioria dos templates de currículo sugerem que os candidatos incluam uma lista de habilidades estratégicas. Certifique-se de incluir não apenas as habilidades que te tornam o candidato ideal para a vaga, mas também aquelas que te fazem se destacar. Talvez conhecimentos em digitação ou Pacote Office não sejam assim tão surpreendentes.

4- Objetivo profissional

As suas experiências são consistentes? Então é provável que você não precise especificar o seu objetivo profissional. Se o seu currículo é auto-explicativo, não precisa usar o espaço com coisas redundantes. Além disso, se você for enviar o seu currículo junto com uma carta de apresentação falando sobre o seu objetivo, já é mais do que suficiente para abordar o assunto.

5- Eu, ela, ele…

Falar na primeira ou terceira pessoa soa estranho e pode dar a impressão de que alguém escreveu o seu currículo para você. Por exemplo, o correto seria “ 4 anos de experiência em liderança” e não “eu liderei um time por 4 anos” ou “João liderou um time”.

6- Expert ou especialista

Fique longe dessas duas palavras a não ser que você realmente seja um expert/especialista de área. Se for esse o seu caso, esteja preparado para ser abordado com perguntas mais complexas nas entrevistas de emprego.

7- Palavras negativas

Palavras negativas devem ser evitadas sempre. O seu currículo é um resumo sobre tudo o que você pode fazer e não o contrário.

8- Hobbies

Seus interesses pessoais são realmente relevantes para a vaga de emprego ou empresa na qual quer trabalhar? O seu currículo deve incluir apenas informações indispensáveis sobre você e suas experiências profissionais.