Universidades portuguesas oferecem bolsas de estudos a brasileiros

ESTUDAR NO EXTERIOR

Universidades portuguesas oferecem bolsas de estudos a brasileiros

O número de brasileiros em universidades portuguesas aumentou. Um dos motivos é a aceitação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso em muitas universidades.

Por Tribuna do Ceará em Bolsas

8 de julho de 2018 às 07:00

Há 3 meses
Portugal em referência a Universidades portuguesas oferecem bolsas de estudos à brasileiros

Aceitação do Enem como forma de ingresso em universidades portuguesas foi um dos motivos para o aumento do número de brasileiros estudando fora (FOTO: Divulgação)

A facilidade do idioma, o custo de vida reduzido em comparação ao restante da Europa, o clima ameno e a possibilidade de conhecer outros lugares, são alguns dos atrativos que ganharam mais forma depois que diversas instituições de ensino conceituadas de Portugal passaram a aceitar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no processo seletivo.

Devido à alta procura, a Travelmate lança um departamento de assessoria na cidade de Porto para ajudar os clientes a se destacarem no complexo processo de candidatura às universidades.

A agência, que também auxilia na escolha do curso ideal, indica bolsas abertas para quem quer estudar em solo lusitano.

De acordo com a Direção Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), o número de brasileiros realizando algum tipo de graduação em Portugal cresceu 31% nos últimos três anos. O custo integral dos cursos gira em torno de 3.000 a 3.500 euros por ano, mas muitas faculdades portuguesas oferecem as conhecidas propinas, termo usado pelos portugueses em referência às mensalidades das universidades.

Fundação Calouste Gulbenkian, Instituto Camões e Comissão Fullbright são alguns exemplos de organizações que oferecem bolsas e estão com as inscrições abertas. Ainda há a Fundação Cidade Lisboa, a Luso-Americana, Associação Duarte Tarré e Fundação Rotária Portuguesa.

Além das instituições, há programas como o Ibero-Americanas, do Santander Universidades, cujas inscrições estão abertas até setembro. A meta é distribuir 1.070 subsídios para graduação internacional com valor de 3 mil euros.

A fundação para ciência e tecnologia (FCT) permite a candidatura por meio de concursos públicos e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), junto ao consulado geral de Portugal, também oferece programas para formar licenciados, mestres e doutorandos.

Publicidade

Dê sua opinião

ESTUDAR NO EXTERIOR

Universidades portuguesas oferecem bolsas de estudos a brasileiros

O número de brasileiros em universidades portuguesas aumentou. Um dos motivos é a aceitação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso em muitas universidades.

Por Tribuna do Ceará em Bolsas

8 de julho de 2018 às 07:00

Há 3 meses
Portugal em referência a Universidades portuguesas oferecem bolsas de estudos à brasileiros

Aceitação do Enem como forma de ingresso em universidades portuguesas foi um dos motivos para o aumento do número de brasileiros estudando fora (FOTO: Divulgação)

A facilidade do idioma, o custo de vida reduzido em comparação ao restante da Europa, o clima ameno e a possibilidade de conhecer outros lugares, são alguns dos atrativos que ganharam mais forma depois que diversas instituições de ensino conceituadas de Portugal passaram a aceitar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no processo seletivo.

Devido à alta procura, a Travelmate lança um departamento de assessoria na cidade de Porto para ajudar os clientes a se destacarem no complexo processo de candidatura às universidades.

A agência, que também auxilia na escolha do curso ideal, indica bolsas abertas para quem quer estudar em solo lusitano.

De acordo com a Direção Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), o número de brasileiros realizando algum tipo de graduação em Portugal cresceu 31% nos últimos três anos. O custo integral dos cursos gira em torno de 3.000 a 3.500 euros por ano, mas muitas faculdades portuguesas oferecem as conhecidas propinas, termo usado pelos portugueses em referência às mensalidades das universidades.

Fundação Calouste Gulbenkian, Instituto Camões e Comissão Fullbright são alguns exemplos de organizações que oferecem bolsas e estão com as inscrições abertas. Ainda há a Fundação Cidade Lisboa, a Luso-Americana, Associação Duarte Tarré e Fundação Rotária Portuguesa.

Além das instituições, há programas como o Ibero-Americanas, do Santander Universidades, cujas inscrições estão abertas até setembro. A meta é distribuir 1.070 subsídios para graduação internacional com valor de 3 mil euros.

A fundação para ciência e tecnologia (FCT) permite a candidatura por meio de concursos públicos e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), junto ao consulado geral de Portugal, também oferece programas para formar licenciados, mestres e doutorandos.