Mães vendem dindim para poder levar os filhos a concurso de Miss e Mister no Caribe

BELEZA CEARENSE

Mães vendem dindim para poder levar os filhos a concurso de Miss e Mister no Caribe

Anna Catelli e Antony David são modelos desde os 8 e 3 anos, respectivamente. Eles terão a oportunidade de ser os únicos no Brasil em concurso internacional

Por Deborah Tavares em Moda

31 de Maio de 2017 às 07:00

Há 6 meses

Raquel e Leanny estão tentando arrecadar dinheiro para levar os filhos para o Caribe. (FOTO: Arquivo Pessoal)

Os cearenses Anna Catelli, de 10 anos, e Antony David, 9 anos, ganharam o título de Miss e Mister Continente Nordeste infantil 2017 e, com o título, ganham também a oportunidade ser os únicos na categoria infantil a representar o Brasil em um concurso no Caribe, o Miss e Mister Intercontinental. Mas com a oportunidade, vêm os custos, com os quais suas famílias não podem arcar.

Por isso, Leanny Soares, mãe de Anna, e Raquel Sousa, mãe de Antony, uniram forças para realizar o sonho dos filhos. Além da campanha na internet, Laenny e Raquel realizaram um desfile para arrecadar dinheiro para o passaporte.

“Agora começamos com a ideia de vender dindim gourmet nos coletivos e praças. A gente tem como meta vender 250 dindins por dia para e arrecadar dinheiro para as passagens, o custo total é de R$ 15 mil para cada”, explica a mãe de Anna.

(FOTO: Arquivo Pessoal)

“Eu vou lutar independentemente das dificuldades que apareçam. Até então, a gente não tem nada”, afirma Leanny. As duas mães estão dividindo o sonhos, assim como os filhos, que se conheceram nos bastidores das campanhas.

Os dois começaram por um “empurrãozinho” das mães, mas acabaram tomando gosto pela experiência e, hoje, mesmo muito novos, têm certeza de que querem chegar ainda mais longe na profissão. “Ela gosta muito disso, diz que vai ser Miss Brasil e Miss Universo”, conta a mãe de Anna.

Anna começou como modelo aos 8 anos, com um ensaio fotográfico. Depois, foi convidada a representar uma marca de roupas, da qual passou a ser representante oficial. Ganhou o título de Princesa Fashion Fortaleza em 2016 e, em João Pessoa, na Paraíba, neste ano, participou do Miss e Mister Continente Nordeste infantil 2017 onde, com Antony, conseguiu angariar os títulos.

Ele começou aos 3 anos, fazendo teste em uma agência. Aos 6 anos, começou a fazer aulas de passarela e, ao participar do concurso, ganhou o título de Mister Turismo Maracanaú. “Ele quer seguir fazendo isso. Os concursos deixam os modelos muito nervosos, mas eu sempre digo que ele dê o seu melhor”, afirma Raquel.

Agora, os dois pequenos almejam ganhar, juntos, mais um título, no dia 25 de julho. Para conseguir comprar passagens e pagar o passaporte, as mães estão fazendo tudo o que podem. “A gente depende muito das pessoas, porque nenhuma de nós tem condições de arcar com tudo, é muita despesa”, confessa Leanny.

Miss e Mister Continente Nordeste
1/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
2/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
3/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
4/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
5/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
6/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
7/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Publicidade

Dê sua opinião

BELEZA CEARENSE

Mães vendem dindim para poder levar os filhos a concurso de Miss e Mister no Caribe

Anna Catelli e Antony David são modelos desde os 8 e 3 anos, respectivamente. Eles terão a oportunidade de ser os únicos no Brasil em concurso internacional

Por Deborah Tavares em Moda

31 de Maio de 2017 às 07:00

Há 6 meses

Raquel e Leanny estão tentando arrecadar dinheiro para levar os filhos para o Caribe. (FOTO: Arquivo Pessoal)

Os cearenses Anna Catelli, de 10 anos, e Antony David, 9 anos, ganharam o título de Miss e Mister Continente Nordeste infantil 2017 e, com o título, ganham também a oportunidade ser os únicos na categoria infantil a representar o Brasil em um concurso no Caribe, o Miss e Mister Intercontinental. Mas com a oportunidade, vêm os custos, com os quais suas famílias não podem arcar.

Por isso, Leanny Soares, mãe de Anna, e Raquel Sousa, mãe de Antony, uniram forças para realizar o sonho dos filhos. Além da campanha na internet, Laenny e Raquel realizaram um desfile para arrecadar dinheiro para o passaporte.

“Agora começamos com a ideia de vender dindim gourmet nos coletivos e praças. A gente tem como meta vender 250 dindins por dia para e arrecadar dinheiro para as passagens, o custo total é de R$ 15 mil para cada”, explica a mãe de Anna.

(FOTO: Arquivo Pessoal)

“Eu vou lutar independentemente das dificuldades que apareçam. Até então, a gente não tem nada”, afirma Leanny. As duas mães estão dividindo o sonhos, assim como os filhos, que se conheceram nos bastidores das campanhas.

Os dois começaram por um “empurrãozinho” das mães, mas acabaram tomando gosto pela experiência e, hoje, mesmo muito novos, têm certeza de que querem chegar ainda mais longe na profissão. “Ela gosta muito disso, diz que vai ser Miss Brasil e Miss Universo”, conta a mãe de Anna.

Anna começou como modelo aos 8 anos, com um ensaio fotográfico. Depois, foi convidada a representar uma marca de roupas, da qual passou a ser representante oficial. Ganhou o título de Princesa Fashion Fortaleza em 2016 e, em João Pessoa, na Paraíba, neste ano, participou do Miss e Mister Continente Nordeste infantil 2017 onde, com Antony, conseguiu angariar os títulos.

Ele começou aos 3 anos, fazendo teste em uma agência. Aos 6 anos, começou a fazer aulas de passarela e, ao participar do concurso, ganhou o título de Mister Turismo Maracanaú. “Ele quer seguir fazendo isso. Os concursos deixam os modelos muito nervosos, mas eu sempre digo que ele dê o seu melhor”, afirma Raquel.

Agora, os dois pequenos almejam ganhar, juntos, mais um título, no dia 25 de julho. Para conseguir comprar passagens e pagar o passaporte, as mães estão fazendo tudo o que podem. “A gente depende muito das pessoas, porque nenhuma de nós tem condições de arcar com tudo, é muita despesa”, confessa Leanny.

Miss e Mister Continente Nordeste
1/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
2/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
3/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
4/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
5/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
6/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal

Miss e Mister Continente Nordeste
7/7

Miss e Mister Continente Nordeste

FOTO: Arquivo Pessoal