Saiba como preparar o almoço de segunda-feira reaproveitando os pratos de domingo

SEM DESPERDÍCIO

Saiba como preparar o almoço de segunda-feira reaproveitando os pratos de domingo

Usando a criatividade, dá para preparar novos pratos nutritivos, coloridos e gostosos no outro dia

Por Ana Clara Jovino em Gastronomia

18 de dezembro de 2016 às 07:00

Há 2 anos
(FOTO: Reprodução)

Usando a criatividade é possível transformar o que sobrou em receitas frescas e caprichadas (FOTO: Reprodução)

Geralmente, no domingo, as famílias se reúnem para almoços deliciosos e, quase sempre, guardam o que não foi consumido na geladeira.

Sendo assim, segunda-feira pode ser um dia para reaproveitar a comida. Para não ficar só no básico de esquentar a comida, usando a criatividade é possível transformar o que sobrou em receitas frescas e caprichadas.

Além de ser um benefício para o bolso, você ajuda o planeta também. Segundo uma pesquisa divulgada pelo World Resources Institute (WRI), o Brasil é um dos dez países que mais desperdiçam alimentos, cerca de 41 mil toneladas por ano. O desperdício começa na colheita, passa pela distribuição e varejo, terminando nas geladeiras, com as comidas que são guardadas e não são reaproveitadas.

O motivo é o preparo em grande quantidade de comida, pois brasileiro é cordial e sempre há lugar para mais um na mesa, de acordo com uma pesquisa da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Veja dicas para amenizar o desperdício em casa e sempre preparar pratos deliciosos:

– Os alimentos que não foram consumidos no almoço ou jantar devem ir à geladeira em potes limpos e bem fechados. Jamais guarde a comida na panela ou em vasilhas abertas;

–    Pratos prontos como massas, arroz e feijão podem ser guardados por até três dias na geladeira, ainda que contenham frango ou carne já preparados. Pratos prontos à base de peixes ou frutos do mar, no entanto, devem ser consumidos no máximo um dia após o preparo;

–   Carnes cruas, incluindo aves e peixes, perdem a validade em dois dias. Por isso o melhor é congelar o que você não vai usar;

–   Coloque ordem na geladeira: os produtos mais perecíveis, como queijos, laticínios e carnes, devem ser colocados na prateleira superior, que é mais gelada. Logo abaixo você pode guardar as comidinhas prontas, em potes tampados. Frutas e vegetais resistem bem na gaveta de legumes, mas devem ser lavados em água corrente antes de guardados. E, atenção: os ovos devem ser guardados na prateleira de perecíveis, não na porta do refrigerador, pois assim duram mais tempo;

–    As massas são muito versáteis para criar novos pratos a partir de sobras. Escolha sempre uma proteína (carne, peixe ou frango) e quantos vegetais quiser, como milho, tomate, cenoura e abobrinha, para o prato ficar colorido e nutritivo, contanto com todos os grupos de alimentos que uma refeição completa deve ter.

Publicidade

Dê sua opinião

SEM DESPERDÍCIO

Saiba como preparar o almoço de segunda-feira reaproveitando os pratos de domingo

Usando a criatividade, dá para preparar novos pratos nutritivos, coloridos e gostosos no outro dia

Por Ana Clara Jovino em Gastronomia

18 de dezembro de 2016 às 07:00

Há 2 anos
(FOTO: Reprodução)

Usando a criatividade é possível transformar o que sobrou em receitas frescas e caprichadas (FOTO: Reprodução)

Geralmente, no domingo, as famílias se reúnem para almoços deliciosos e, quase sempre, guardam o que não foi consumido na geladeira.

Sendo assim, segunda-feira pode ser um dia para reaproveitar a comida. Para não ficar só no básico de esquentar a comida, usando a criatividade é possível transformar o que sobrou em receitas frescas e caprichadas.

Além de ser um benefício para o bolso, você ajuda o planeta também. Segundo uma pesquisa divulgada pelo World Resources Institute (WRI), o Brasil é um dos dez países que mais desperdiçam alimentos, cerca de 41 mil toneladas por ano. O desperdício começa na colheita, passa pela distribuição e varejo, terminando nas geladeiras, com as comidas que são guardadas e não são reaproveitadas.

O motivo é o preparo em grande quantidade de comida, pois brasileiro é cordial e sempre há lugar para mais um na mesa, de acordo com uma pesquisa da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Veja dicas para amenizar o desperdício em casa e sempre preparar pratos deliciosos:

– Os alimentos que não foram consumidos no almoço ou jantar devem ir à geladeira em potes limpos e bem fechados. Jamais guarde a comida na panela ou em vasilhas abertas;

–    Pratos prontos como massas, arroz e feijão podem ser guardados por até três dias na geladeira, ainda que contenham frango ou carne já preparados. Pratos prontos à base de peixes ou frutos do mar, no entanto, devem ser consumidos no máximo um dia após o preparo;

–   Carnes cruas, incluindo aves e peixes, perdem a validade em dois dias. Por isso o melhor é congelar o que você não vai usar;

–   Coloque ordem na geladeira: os produtos mais perecíveis, como queijos, laticínios e carnes, devem ser colocados na prateleira superior, que é mais gelada. Logo abaixo você pode guardar as comidinhas prontas, em potes tampados. Frutas e vegetais resistem bem na gaveta de legumes, mas devem ser lavados em água corrente antes de guardados. E, atenção: os ovos devem ser guardados na prateleira de perecíveis, não na porta do refrigerador, pois assim duram mais tempo;

–    As massas são muito versáteis para criar novos pratos a partir de sobras. Escolha sempre uma proteína (carne, peixe ou frango) e quantos vegetais quiser, como milho, tomate, cenoura e abobrinha, para o prato ficar colorido e nutritivo, contanto com todos os grupos de alimentos que uma refeição completa deve ter.