Guia de turismo cria página na internet para divulgar histórias do bairro Mucuripe

ACERVO MUCURIPE

Guia de turismo cria página na internet para divulgar histórias do bairro Mucuripe

Diêgo Paula Araújo criou, há dois meses, a página “Acervo Mucuripe”, para compartilhar o que conhece sobre o bairro

Por Ana Clara Jovino em Cultura

12 de junho de 2017 às 07:00

Há 2 anos

A página começou com a vontade de Diêgo de divulgar as fotos que ele tem do bairro (FOTO: Diêgo Di Paula)

Com o objetivo de manter viva as memórias do Mucuripe, um dos bairros mais antigos de Fortaleza, o guia de turismo Diêgo Di Paula Araújo criou a página no Facebook Acervo Mucuripe, há pouco mais de dois meses. Morador do bairro desde que nasceu, ele utiliza o espaço para compartilhar fotos e curiosidades sobre a área.

Tudo começou com a vontade de Diêgo de divulgar as fotos que ele tem do bairro. Assim, viu nas redes sociais uma ótima oportunidade de fazer isso e ainda contar com a colaboração de outros moradores do bairro.

Hoje ele considera a página um espaço onde faz um trabalho para representar os moradores do Mucuripe, dividindo os sentimentos de cada um.

“Eu faço isso porque é uma área muito rica, mas que o turismo não é desenvolvido. Não falo de política nem de religião na página, uso para compartilhar conhecimento e sentimento sobre o bairro, como uma forma de divulgá-lo”, explica Diêgo.

Atualmente Diêgo cursa uma pós-graduação em Gestão Pública (FOTO: Arquivo Pessoal)

Diêgo lamenta quando explica que o Mucuripe foi dividido em três, pois segundo ele, a prefeitura faz isso para administrar melhor as áreas, só que acaba mudando a história do local. “Acaba caindo no esquecimento, então o Acervo Mucuripe é para resgatar essa história”, esclarece.

Mas quem pensa que é um trabalho simples e fácil se engana. Diêgo conta que realiza muitas pesquisas para as postagens da página, e o mais difícil é que ele não tem internet em casa, então muitas vezes depende da internet do celular.

Atualmente Diêgo cursa uma pós-graduação em Gestão Pública, na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). E o trabalho que realiza com o Acervo Mucuripe é uma inspiração para o seu trabalho de conclusão, que pensa em fazer sobre turismo comunitário.

Seu trabalho chegou a influenciar até professores, como o professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) Renato Pequeno, que levou uma turma de estudantes de Arquitetura para um passeio guiado por Diêgo pelo bairro.

O guia de turismo revela que ainda pretende desenvolver ações sociais pela comunidade, como por exemplo um dia de limpeza da praia, entre outros. Para saber mais sobre o Acervo Mucuripe e o trabalho desenvolvido por Diêgo, acesse a página do Facebook.

Publicidade

Dê sua opinião

ACERVO MUCURIPE

Guia de turismo cria página na internet para divulgar histórias do bairro Mucuripe

Diêgo Paula Araújo criou, há dois meses, a página “Acervo Mucuripe”, para compartilhar o que conhece sobre o bairro

Por Ana Clara Jovino em Cultura

12 de junho de 2017 às 07:00

Há 2 anos

A página começou com a vontade de Diêgo de divulgar as fotos que ele tem do bairro (FOTO: Diêgo Di Paula)

Com o objetivo de manter viva as memórias do Mucuripe, um dos bairros mais antigos de Fortaleza, o guia de turismo Diêgo Di Paula Araújo criou a página no Facebook Acervo Mucuripe, há pouco mais de dois meses. Morador do bairro desde que nasceu, ele utiliza o espaço para compartilhar fotos e curiosidades sobre a área.

Tudo começou com a vontade de Diêgo de divulgar as fotos que ele tem do bairro. Assim, viu nas redes sociais uma ótima oportunidade de fazer isso e ainda contar com a colaboração de outros moradores do bairro.

Hoje ele considera a página um espaço onde faz um trabalho para representar os moradores do Mucuripe, dividindo os sentimentos de cada um.

“Eu faço isso porque é uma área muito rica, mas que o turismo não é desenvolvido. Não falo de política nem de religião na página, uso para compartilhar conhecimento e sentimento sobre o bairro, como uma forma de divulgá-lo”, explica Diêgo.

Atualmente Diêgo cursa uma pós-graduação em Gestão Pública (FOTO: Arquivo Pessoal)

Diêgo lamenta quando explica que o Mucuripe foi dividido em três, pois segundo ele, a prefeitura faz isso para administrar melhor as áreas, só que acaba mudando a história do local. “Acaba caindo no esquecimento, então o Acervo Mucuripe é para resgatar essa história”, esclarece.

Mas quem pensa que é um trabalho simples e fácil se engana. Diêgo conta que realiza muitas pesquisas para as postagens da página, e o mais difícil é que ele não tem internet em casa, então muitas vezes depende da internet do celular.

Atualmente Diêgo cursa uma pós-graduação em Gestão Pública, na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). E o trabalho que realiza com o Acervo Mucuripe é uma inspiração para o seu trabalho de conclusão, que pensa em fazer sobre turismo comunitário.

Seu trabalho chegou a influenciar até professores, como o professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) Renato Pequeno, que levou uma turma de estudantes de Arquitetura para um passeio guiado por Diêgo pelo bairro.

O guia de turismo revela que ainda pretende desenvolver ações sociais pela comunidade, como por exemplo um dia de limpeza da praia, entre outros. Para saber mais sobre o Acervo Mucuripe e o trabalho desenvolvido por Diêgo, acesse a página do Facebook.