Documentário da TV Assembleia inspirado em matéria do Tribuna do Ceará é premiado nacionalmente

VIAGEM AO TEMPO

Documentário da TV Assembleia inspirado em matéria do Tribuna do Ceará é premiado nacionalmente

“Máquina de um tempo” conta a história de pessoas que resistem ao tempo e seguem trabalhando com máquina de escrever

Por Lyvia Rocha em Cultura

20 de Fevereiro de 2017 às 07:00

Há 10 meses
documentario-lucio-brasileiro-maquina

O jornalista Lúcio Brasileiro é um dos personagens do documentário (FOTO: Divulgação)

A TV Assembleia do Ceará foi a única emissora de Legislativo estadual premiada na I Mostra de Documentários das TVS Legislativas (Astral), que aconteceu na Câmara Municipal de São Paulo, no fim de 2016. O “Máquina de um tempo” é um documentário que conta a resistência de pessoas que continuam a usar a máquina de escrever para trabalhar.

O documentário foi inspirado na matéria do Tribuna do Ceará, escrita pela repórter Hayanne Narlla em 2015, intitulada “Cearense resiste ao tempo com loja de máquinas de escrever aberta há 50 anos”. Na reportagem, é contada a história de Aldenor de Souza Lima, que mantém loja que vende e conserta máquina de escrever no Centro de Fortaleza, que também é um dos personagens do filme.

O documentário conta a história de personagens que resistem ao tempo e não deixam de lado a velha e boa máquina de escrever para trabalhar. O prêmio foi concedido pela Associação das TVs e Rádios Legislativas (Astral).

Na premiação estavam 60 trabalhos inscritos. A produção cearense ficou em segundo lugar. Na primeira colocação ficou o documentário “Leitores sem Fim”, da TV Câmara dos Deputados. Em terceiro lugar, “Alma de Ferro”, produzido pela TV Câmara de Piracicaba (SP).

Para Ângela Gurgel, a coordenadora do Núcleo de Documentários da AL, é gratificante o reconhecimento por saber que vale a pena investir com a memória e cultura. “Trabalhar com a memória e a cultura do povo cearense é importante, e quando somos premiados com isso é muita gratidão o que sentimos. Estamos no caminho certo”, avaliou a coordenadora.

TV-assembleia-equipe-premio

Marcelo Alves, Vinicius Augusto, Angela Gurgel, Ana Célia Oliveira e Fábio Ferraz produziram o documentário (FOTO: Divulgação)

O documentário foi produzido em 2015 e tem como alguns personagens da história Aldenor de Souza Lima, 68 anos, dono de uma loja de máquinas de escrever, os jornalistas Lúcio Brasileiro e Sílvio Carlos e o médico Sérgio Gomes de Matos.

A equipe que trabalhou em “Máquina de um Tempo” é composta por Ana Célia de Oliveira (produção), Marcelo Alves (produção, direção de fotografia e concepção e roteiro), Ângela Gurgel (concepção, roteiro e sonorização), Vinicius Augusto Bozzo (montagem e direção de fotografia), Daniel Cardoso (montagem), Ronaldo César (locução) e os cinegrafistas Fábio Ferraz, Nilson Filho e Cristiano Freitas. O trabalho contou ainda com o apoio da MT Vídeo Produções, responsável pelo estúdio e cenas da máquina de escrever.

Ficou curioso? Assista ao documentário:

Publicidade

Dê sua opinião

VIAGEM AO TEMPO

Documentário da TV Assembleia inspirado em matéria do Tribuna do Ceará é premiado nacionalmente

“Máquina de um tempo” conta a história de pessoas que resistem ao tempo e seguem trabalhando com máquina de escrever

Por Lyvia Rocha em Cultura

20 de Fevereiro de 2017 às 07:00

Há 10 meses
documentario-lucio-brasileiro-maquina

O jornalista Lúcio Brasileiro é um dos personagens do documentário (FOTO: Divulgação)

A TV Assembleia do Ceará foi a única emissora de Legislativo estadual premiada na I Mostra de Documentários das TVS Legislativas (Astral), que aconteceu na Câmara Municipal de São Paulo, no fim de 2016. O “Máquina de um tempo” é um documentário que conta a resistência de pessoas que continuam a usar a máquina de escrever para trabalhar.

O documentário foi inspirado na matéria do Tribuna do Ceará, escrita pela repórter Hayanne Narlla em 2015, intitulada “Cearense resiste ao tempo com loja de máquinas de escrever aberta há 50 anos”. Na reportagem, é contada a história de Aldenor de Souza Lima, que mantém loja que vende e conserta máquina de escrever no Centro de Fortaleza, que também é um dos personagens do filme.

O documentário conta a história de personagens que resistem ao tempo e não deixam de lado a velha e boa máquina de escrever para trabalhar. O prêmio foi concedido pela Associação das TVs e Rádios Legislativas (Astral).

Na premiação estavam 60 trabalhos inscritos. A produção cearense ficou em segundo lugar. Na primeira colocação ficou o documentário “Leitores sem Fim”, da TV Câmara dos Deputados. Em terceiro lugar, “Alma de Ferro”, produzido pela TV Câmara de Piracicaba (SP).

Para Ângela Gurgel, a coordenadora do Núcleo de Documentários da AL, é gratificante o reconhecimento por saber que vale a pena investir com a memória e cultura. “Trabalhar com a memória e a cultura do povo cearense é importante, e quando somos premiados com isso é muita gratidão o que sentimos. Estamos no caminho certo”, avaliou a coordenadora.

TV-assembleia-equipe-premio

Marcelo Alves, Vinicius Augusto, Angela Gurgel, Ana Célia Oliveira e Fábio Ferraz produziram o documentário (FOTO: Divulgação)

O documentário foi produzido em 2015 e tem como alguns personagens da história Aldenor de Souza Lima, 68 anos, dono de uma loja de máquinas de escrever, os jornalistas Lúcio Brasileiro e Sílvio Carlos e o médico Sérgio Gomes de Matos.

A equipe que trabalhou em “Máquina de um Tempo” é composta por Ana Célia de Oliveira (produção), Marcelo Alves (produção, direção de fotografia e concepção e roteiro), Ângela Gurgel (concepção, roteiro e sonorização), Vinicius Augusto Bozzo (montagem e direção de fotografia), Daniel Cardoso (montagem), Ronaldo César (locução) e os cinegrafistas Fábio Ferraz, Nilson Filho e Cristiano Freitas. O trabalho contou ainda com o apoio da MT Vídeo Produções, responsável pelo estúdio e cenas da máquina de escrever.

Ficou curioso? Assista ao documentário: