Há 30 anos família cearense comemora a noite de Natal com festa temática

FAMÍLIA SIDRIM

Há 30 anos família cearense comemora a noite de Natal com festa temática

Todos os anos a festa de Natal da família Sidrim, de Fortaleza, tem um tema diferente. Neste ano, foi “Show da Xuxa”

Por Daniel Rocha em Comportamento

28 de dezembro de 2017 às 11:30

Há 4 meses

A família Sidrim mantém a tradição de se fantasiar durante a festa de Natal (FOTO: Arquivo Pessoal)

Ao contrário das festas tradicionais de Natal, a família Sidrim possui uma tradição singular para comemorar a data cristã. Na confraternização da família cearense, há amigo secreto, ceia e decoração, claro. Entretanto, todos os anos, a festa possui uma temática.

No último dia 24, os parentes, que vão participar da apresentação, se fantasiam como se estivessem no “Show da Xuxa“. Na edição do ano passado, por exemplo, foi a vez deles se vestirem como se fossem personagens do conto da Branca de Neve. A tradição de tematizar a festa de Natal já alcança 30 anos, conta a publicitária Ana Elisa Sidrim, de Fortaleza.

“Desde pequena, minhas tias-avós fantasiavam a gente (Ana Elisa e suas primas) durante as festas de Natal. Antes, fazíamos com os contos natalinos. De lá para cá, modernizamos as temáticas”, explica, em entrevista ao Tribuna do Ceará.

A família já teve festa de “The Voice”, “Cassino do Chacrinha”, “Entrega do Oscar”, entre outros temas. As decorações e o figurino devem ser de acordo com a temática escolhida pelos familiares. “O tema é decidido ‘em cima da hora’. Cinco a três dias antes da véspera de Natal”, detalha.

Veja matéria do programa Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT:

Além das brincadeiras tradicionais, a família organiza apresentações conforme a temática (Foto: Arquivo Pessoal)

Devido ao pouco tempo, Ana Elisa, a irmã Beatriz Sidrim e a prima Paula Targino ficam à frente da organização. Bia é responsável pelo figurino dos integrantes da apresentação de Natal, por ser estilista. Ana Elisa e Paula pensam nos preparativos do espetáculo, que pode ser um show ou peça de teatro. Os outros familiares, por sua vez, providenciam a ceia de Natal.

“Minhas sobrinhas cantam. Meus primos e tios tocam violão. A gente dança, tem imitação. Nesse ano, por exemplo, teve a imitação da Xuxa e do Serginho Malandro. As crianças ficam super ansiosas. Elas terminam o Natal já pensando no ano seguinte”, diz Ana Elisa.

O amigo secreto, que acontece logo depois da oração de Natal, também é diferente. Cada participante deve fazer um poema ou uma paródia para descrever o amigo. Os outros familiares tentam adivinhar a quem o texto se refere.

“Quem vem para o nosso Natal quer continuar vindo. São amigos de outros estados, como do Rio Grande do Sul, de Brasília, para confraternizar com a gente”, ressalta.

E a festa é grande. A família Sidrim, que parte mora num prédio no Meireles, em Fortaleza, é composta por 80 pessoas. “Faz parte da nossa tradição. A gente concentra todos os nossos esforços para a festa de Natal”.

Natal diferente
1/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
2/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
3/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
4/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
5/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
6/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
7/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
8/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
9/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
10/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
11/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Publicidade

Dê sua opinião

FAMÍLIA SIDRIM

Há 30 anos família cearense comemora a noite de Natal com festa temática

Todos os anos a festa de Natal da família Sidrim, de Fortaleza, tem um tema diferente. Neste ano, foi “Show da Xuxa”

Por Daniel Rocha em Comportamento

28 de dezembro de 2017 às 11:30

Há 4 meses

A família Sidrim mantém a tradição de se fantasiar durante a festa de Natal (FOTO: Arquivo Pessoal)

Ao contrário das festas tradicionais de Natal, a família Sidrim possui uma tradição singular para comemorar a data cristã. Na confraternização da família cearense, há amigo secreto, ceia e decoração, claro. Entretanto, todos os anos, a festa possui uma temática.

No último dia 24, os parentes, que vão participar da apresentação, se fantasiam como se estivessem no “Show da Xuxa“. Na edição do ano passado, por exemplo, foi a vez deles se vestirem como se fossem personagens do conto da Branca de Neve. A tradição de tematizar a festa de Natal já alcança 30 anos, conta a publicitária Ana Elisa Sidrim, de Fortaleza.

“Desde pequena, minhas tias-avós fantasiavam a gente (Ana Elisa e suas primas) durante as festas de Natal. Antes, fazíamos com os contos natalinos. De lá para cá, modernizamos as temáticas”, explica, em entrevista ao Tribuna do Ceará.

A família já teve festa de “The Voice”, “Cassino do Chacrinha”, “Entrega do Oscar”, entre outros temas. As decorações e o figurino devem ser de acordo com a temática escolhida pelos familiares. “O tema é decidido ‘em cima da hora’. Cinco a três dias antes da véspera de Natal”, detalha.

Veja matéria do programa Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT:

Além das brincadeiras tradicionais, a família organiza apresentações conforme a temática (Foto: Arquivo Pessoal)

Devido ao pouco tempo, Ana Elisa, a irmã Beatriz Sidrim e a prima Paula Targino ficam à frente da organização. Bia é responsável pelo figurino dos integrantes da apresentação de Natal, por ser estilista. Ana Elisa e Paula pensam nos preparativos do espetáculo, que pode ser um show ou peça de teatro. Os outros familiares, por sua vez, providenciam a ceia de Natal.

“Minhas sobrinhas cantam. Meus primos e tios tocam violão. A gente dança, tem imitação. Nesse ano, por exemplo, teve a imitação da Xuxa e do Serginho Malandro. As crianças ficam super ansiosas. Elas terminam o Natal já pensando no ano seguinte”, diz Ana Elisa.

O amigo secreto, que acontece logo depois da oração de Natal, também é diferente. Cada participante deve fazer um poema ou uma paródia para descrever o amigo. Os outros familiares tentam adivinhar a quem o texto se refere.

“Quem vem para o nosso Natal quer continuar vindo. São amigos de outros estados, como do Rio Grande do Sul, de Brasília, para confraternizar com a gente”, ressalta.

E a festa é grande. A família Sidrim, que parte mora num prédio no Meireles, em Fortaleza, é composta por 80 pessoas. “Faz parte da nossa tradição. A gente concentra todos os nossos esforços para a festa de Natal”.

Natal diferente
1/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
2/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
3/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
4/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
5/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
6/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
7/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
8/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
9/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
10/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)

Natal diferente
11/11

Natal diferente

(Foto: Arquivo Pessoal)