Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento da casa

Casal vende bonecos personalizados nos estádios para ajudar no orçamento

Autodidatas, José Soares e Raquel produzem os bonecos EVA no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês

Por Ana Beatriz Leite em Comportamento

22 de novembro de 2015 às 06:00

Há 1 ano
Os bonecos maiores, de 30 cm, custam R$ 35 e, os menores, de 15 cm, R$ 20 (FOTO: Reprodução)

Os bonecos maiores, de 30 cm, custam R$ 35 e, os menores, de 15 cm, R$ 20 (FOTO: Reprodução)

Quem acompanha o futebol cearense de perto talvez já tenha se deparado com o trabalho de José Soares. Sem faltas, nas datas de jogo, o piauiense leva seus bonecos personalizados feitos em EVA para a entrada dos estádios.

Os bonecos feitos nas horas livres com a ajuda da esposa Raquel Costa e Silva são fruto de um hobby que reflete a paixão pelo futebol.

Quando o casal teresinense se mudou para Fortaleza, há cerca de cinco anos, reacendeu o hobby antes deixado de lado. A história com o ofício é antiga e data da virada do século, quando residiam no Sudeste. Em viagem a trabalho para Curitiba, José aproveitou o fim de semana livre para visitar uma feira tradicional no centro da cidade. Lá se deparou com uma senhora que fazia bonecos em EVA e, encantado com o trabalho, decidiu tentar reproduzir em casa.

Ele cartazista de super-mercado, e ela professora com experiência em artes. Mesmo ambos possuindo habilidades em trabalhos manuais, os moldes feitos não deram certo logo na primeira tentativa. “As primeiras 10 peças ninguém comprava, porque eram muito feias”, admite José, sempre bem-humorado. Quando voltaram ao Nordeste, para São Luís, os moldes já haviam ganhado boa forma, e os bonecos começaram a receber a temática de times de futebol, que é o carro-chefe do casal até hoje.

Ao chegarem à capital cearense, viram na paixão pelo Ceará e Fortaleza uma oportunidade de voltar a produzir. “O pessoal daqui gosta muito de futebol, e tudo que lembra o time deles eles gostam”, explica o piauiense. Os bonecos maiores, de 30 cm, custam R$ 35 e, os menores, de 15 cm, R$ 20. Além dos bonecos caracterizados de times de futebol, José vende outros modelos, como super-heróis da Marvel e DC Comics, personagens da Disney e Chaves. O casal recebe ainda encomendas de lembranças para eventos comemorativos.

Os piauienses são prova de como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês. O lucro é bem-vindo ao orçamento do casal, ainda mais por vir de um trabalho que é uma paixão. Sobre a renda gerada pelos bonecos vendidos, geralmente 10 por semana, José comenta: “Dá pra botar na panela, viu?”. As encomendas devem ser feitas por meio da página do Facebook ou por telefone.

Serviço
Bonecos de EVA/Facebook
Encomendas: (85) 98221.6131 (WhatsApp) ou (85) 98586.6976

CASAL VENDE BONECOS PERSONALIZADOS NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL PARA AJUDAR NO ORÇAMENTO
1/8

CASAL VENDE BONECOS PERSONALIZADOS NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL PARA AJUDAR NO ORÇAMENTO

O carro-chefe do casal José Soares e Raquel Costa e Silva são os bonecos de times de futebol, vendidos na entrada dos estádios em dias de jogo (FOTO: Arquivo Pessoal)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
2/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
3/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
4/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamentoVA POR JOSCasal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
5/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamentoVA POR JOSCasal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
6/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
7/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
8/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Publicidade

Dê sua opinião

Casal vende bonecos personalizados nos estádios para ajudar no orçamento

Autodidatas, José Soares e Raquel produzem os bonecos EVA no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês

Por Ana Beatriz Leite em Comportamento

22 de novembro de 2015 às 06:00

Há 1 ano
Os bonecos maiores, de 30 cm, custam R$ 35 e, os menores, de 15 cm, R$ 20 (FOTO: Reprodução)

Os bonecos maiores, de 30 cm, custam R$ 35 e, os menores, de 15 cm, R$ 20 (FOTO: Reprodução)

Quem acompanha o futebol cearense de perto talvez já tenha se deparado com o trabalho de José Soares. Sem faltas, nas datas de jogo, o piauiense leva seus bonecos personalizados feitos em EVA para a entrada dos estádios.

Os bonecos feitos nas horas livres com a ajuda da esposa Raquel Costa e Silva são fruto de um hobby que reflete a paixão pelo futebol.

Quando o casal teresinense se mudou para Fortaleza, há cerca de cinco anos, reacendeu o hobby antes deixado de lado. A história com o ofício é antiga e data da virada do século, quando residiam no Sudeste. Em viagem a trabalho para Curitiba, José aproveitou o fim de semana livre para visitar uma feira tradicional no centro da cidade. Lá se deparou com uma senhora que fazia bonecos em EVA e, encantado com o trabalho, decidiu tentar reproduzir em casa.

Ele cartazista de super-mercado, e ela professora com experiência em artes. Mesmo ambos possuindo habilidades em trabalhos manuais, os moldes feitos não deram certo logo na primeira tentativa. “As primeiras 10 peças ninguém comprava, porque eram muito feias”, admite José, sempre bem-humorado. Quando voltaram ao Nordeste, para São Luís, os moldes já haviam ganhado boa forma, e os bonecos começaram a receber a temática de times de futebol, que é o carro-chefe do casal até hoje.

Ao chegarem à capital cearense, viram na paixão pelo Ceará e Fortaleza uma oportunidade de voltar a produzir. “O pessoal daqui gosta muito de futebol, e tudo que lembra o time deles eles gostam”, explica o piauiense. Os bonecos maiores, de 30 cm, custam R$ 35 e, os menores, de 15 cm, R$ 20. Além dos bonecos caracterizados de times de futebol, José vende outros modelos, como super-heróis da Marvel e DC Comics, personagens da Disney e Chaves. O casal recebe ainda encomendas de lembranças para eventos comemorativos.

Os piauienses são prova de como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês. O lucro é bem-vindo ao orçamento do casal, ainda mais por vir de um trabalho que é uma paixão. Sobre a renda gerada pelos bonecos vendidos, geralmente 10 por semana, José comenta: “Dá pra botar na panela, viu?”. As encomendas devem ser feitas por meio da página do Facebook ou por telefone.

Serviço
Bonecos de EVA/Facebook
Encomendas: (85) 98221.6131 (WhatsApp) ou (85) 98586.6976

CASAL VENDE BONECOS PERSONALIZADOS NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL PARA AJUDAR NO ORÇAMENTO
1/8

CASAL VENDE BONECOS PERSONALIZADOS NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL PARA AJUDAR NO ORÇAMENTO

O carro-chefe do casal José Soares e Raquel Costa e Silva são os bonecos de times de futebol, vendidos na entrada dos estádios em dias de jogo (FOTO: Arquivo Pessoal)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
2/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
3/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
4/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamentoVA POR JOSCasal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
5/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamentoVA POR JOSCasal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
6/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
7/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento
8/8

Casal vende bonecos personalizados nos estádios de futebol para ajudar no orçamento

Autodidatas, os piauienses José Soares e Raquel produzem os bonecos no tempo livre e mostram como um hobby pode ajudar nas contas do fim do mês (FOTO: Reprodução/Facebook)