Sindicato dos Médicos do Ceará Archives - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Sindicato dos Médicos do Ceará

Médicos cubanos no Ceará: muito barulho, pouca informação

Por Wanfil em Saúde

26 de novembro de 2018

Voluntários substituem cubanos do Mais Médicos no Ceará (Foto: divulgação/Sindicato dos Médicos do CE)

Como tudo o que acontece no Brasil, a saída dos cubanos do programa Mais Médicos rendeu polêmicas acaloradas, declarações políticas, acusações diversas e previsões catastróficas.

No Ceará, não foi diferente. No calor do debate, a informação de que 118 municípios ficariam sem o atendimento de 448 profissionais de Cuba causou justa apreensão. A questão é pertinente e por isso mesmo qualquer antecipação de juízo poderia soar como exploração política sobre assunto grave, tanto pelos pacientes como pelos próprios cubanos, sujeitos a condições de trabalho inaceitáveis para uma democracia, pois 70% seus salários, pagos com dinheiro público brasileiro, era confiscado por um governo estrangeiro.

O governador Camilo Santana e governadores do Nordeste manifestaram, em carta, preocupação com a qualidade dos serviços de saúde na região. E pronto. Já o Sindicato dos Médicos do Ceará, em iniciativa coordenada pelos médicos Paulo Vasconcelos e Mayra Pinheiro, preferiu agir e lançou a campanha “Médicos por Amor”, com voluntários para substituir temporariamente os cubanos. Rapidamente 211 profissionais se ofereceram, mas apenas nove cidades se inscreveram para recebê-los. Eis um indicativo de que talvez o impacto previsto por alguns não seja tão negativo ou difícil de ser amenizado. (A não ser que a ação fosse boicotada por questões políticas, já que Mayra é de oposição do governo estadual, mas prefiro não acreditar nessa hipótese).

Em outra frente, o Ministério da Saúde lançou edital para o programa Mais Médicos e em poucos dias 96% das vagas foram preenchidas. É preciso aguardar para ver se os locais mais remotos serão atendidos. De todo modo, pela procura, é possível perceber que a continuação do programa em si não corre risco. Por aqui, até o momento, a Secretaria de Saúde não se posicionou sobre possíveis medidas de compensação. Provavelmente aguarda para ter um quadro mais definido e assim adotar ou não eventuais iniciativas.

Mais do que nunca, autoridades e a própria imprensa precisam estar atentas. Faltaram mesmo médicos? A população está realmente desassistida? Não é possível afirmar ainda. Um caso ou outro pode acontecer, mas se não for algo que realmente afete um contingente significativo de pessoas, causando um problema de médias ou grandes proporções, o alarmismo de tanta polêmica pode acabar desautorizada pelos fatos.

Colocar possibilidades é normal, mas cravar afirmações sem base em dados concretos, é arriscado demais. Mesmo nas urgências, saber esperar o tempo certo sempre será uma virtude.

Publicidade

Médicos desafiam Prefeitura de Fortaleza a liberar imagens de postos de saúde para o público

Por Wanfil em Fortaleza

04 de julho de 2016

No mês passado a Prefeitura de Fortaleza comemorou a exibição de uma matéria em noticiário nacional da Rede Globo sobre a adoção do ponto biométrico e de câmeras nos postos de saúde para fiscalizar o trabalho dos médicos. A hashtag usada na página do Facebook da PMF foi #‎PrefeituraQueFazAcontecer‬.

Pois bem, agora o Sindicato dos Médicos do Ceará, a Associação Médica Cearense e o Conselho Regional de Medicina do Estado querem que a prefeitura libere essas imagens de monitoramento para que a população possa ver quem é que deixa ou não deixa as coisas acontecerem. (Confira a nota dos médicos).

Parece bacana. Quanto mais transparência, melhor. Se existem médicos que burlam o trabalho, é justo que a fiscalização seja feita, aliás, é obrigação de qualquer prefeitura. Infelizmente, isso acontece e, no fundo, quem trabalha mesmo até agradece. Mas é justo também que as condições de trabalho desses profissionais sejam acompanhadas pelo público. Além dos postos, as emergências do IJF e do HGF também poderiam ser monitoradas por todos.

Pensando bem, candidatos a prefeituras poderiam incluir esse ideia como proposta eleitoral. Já existe quem mostre obra em tempo real. Novidade mesmo seria ver um gestor disposto a expor pela internet, sem a ajuda de marqueteiros, como são prestados os serviços aos cidadãos nas unidades de saúde do município.

Publicidade

Médicos desafiam Prefeitura de Fortaleza a liberar imagens de postos de saúde para o público

Por Wanfil em Fortaleza

04 de julho de 2016

No mês passado a Prefeitura de Fortaleza comemorou a exibição de uma matéria em noticiário nacional da Rede Globo sobre a adoção do ponto biométrico e de câmeras nos postos de saúde para fiscalizar o trabalho dos médicos. A hashtag usada na página do Facebook da PMF foi #‎PrefeituraQueFazAcontecer‬.

Pois bem, agora o Sindicato dos Médicos do Ceará, a Associação Médica Cearense e o Conselho Regional de Medicina do Estado querem que a prefeitura libere essas imagens de monitoramento para que a população possa ver quem é que deixa ou não deixa as coisas acontecerem. (Confira a nota dos médicos).

Parece bacana. Quanto mais transparência, melhor. Se existem médicos que burlam o trabalho, é justo que a fiscalização seja feita, aliás, é obrigação de qualquer prefeitura. Infelizmente, isso acontece e, no fundo, quem trabalha mesmo até agradece. Mas é justo também que as condições de trabalho desses profissionais sejam acompanhadas pelo público. Além dos postos, as emergências do IJF e do HGF também poderiam ser monitoradas por todos.

Pensando bem, candidatos a prefeituras poderiam incluir esse ideia como proposta eleitoral. Já existe quem mostre obra em tempo real. Novidade mesmo seria ver um gestor disposto a expor pela internet, sem a ajuda de marqueteiros, como são prestados os serviços aos cidadãos nas unidades de saúde do município.