Renan Archives - Blog do Wanfil 
Publicidade

Blog do Wanfil

por Wanderley Filho

Renan

Dilma e Cunha estão na marca do pênalti. Ainda falta Renan

Por Wanfil em Brasil

14 de junho de 2016

O parecer pela cassação do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi aprovado nesta terça-feira. Todos apostam agora que o plenário confirme a decisão. Assim como aconteceu com Dilma, a maioria dos deputados não irá contra a opinião pública.

Afastados, que sejam riscados da cena pública pelos próximos anos. Tudo feito como manda a Constituição. Nada de golpe. Falta ainda o presidente do Senado, Renan Calheiros, tão enrolado com denúncias, grampos e delações, quanto os outros dois.

A esperança agora é que a queda dos chefes dos poderes executivo e legislativo se consolide como uma quebra de paradigma. Como disse o filósofo Clóvis de Barros Filho em palestra recente na FIEC, é preciso que os poderosos tenham pelo menos algum medo de cometer crimes, que não confiem tão cegamente na impunidade, que pensem duas vezes antes de aceitar correr esse tipo de risco. Se isso acontecer, convenhamos, já será um avanço e tanto.

Publicidade

Enquanto isso, em Brasília…

Por Wanfil em Brasil

29 de outubro de 2013

Algumas fotos valem por teses acadêmicas ou por matérias especiais, pelas informações que oferecem. Como toda imagem, podem ser interpretadas, mas o fato registrado é, por si, pode servir de enunciado para uma determinada conjuntura política.

Quem não lembra da foto em que Lula e Maluf apertam mãos em apoio à candidatura de Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo? Ou de Fernando Henrique montando num jegue durante campanha eleitoral? No primeiro caso, é a negação categórica do passado; no segundo, a tentativa de construir uma imagem publicitário. São imagens que revelam disposições de seus personagens e passam recados a aliados.

Em cerimônia de comemoração dos 25 anos da Constituição de 1988, realizada nesta terça (29) no Congresso Nacional, ex-presidentes e ex-constituintes foram homenageados. A foto abaixo, registro de Antonio Cruz para a Agência Brasil, mostra o espírito de confraternização e camaradagem entre o ex-presidente Lula e o comando do PMDB, ex-adversários que hoje são aliados.

 

Homenagem aos 25 anos da Constituição, em Brasília: Antonio Cruz/Agência Brasil

Homenagem aos 25 anos da Constituição, em Brasília: Antonio Cruz/Agência Brasil

 

A imagem exprime apenas as boas maneiras de pessoas reunidas pelo sentido cívico do evento, livre de segundas intenções, ou é a personificação de uma mensagem para aliados e adversário? Em política, nada é gratuito. É o PT de Lula de bem com o velho PMDB de Sarney, Henrique Eduardo Alves, Renan Calheiros e Michel Temer, todos confiantes, alegres, cheios de si. Ah, o poder…

Para não deixar dúvida sobre esse clima de união, Lula discursou no Senado e fez um desagravo ao ex-presidente Sarney (na época o PT era o seu maior adversário), e acusou a imprensa de “avacalhar” a política, como se não fossem coisas como atos secretos de Sarney ou os vários escândalos de Renan Calheiros que a desmoralizassem. Ah, o poder…

Para a oposição, o sonho de atrair o PMDB, usando os argumentos de sedução que todos conhecem: a promessa de cargos e verbas, fica mais distante. Sarney e companhia sabem que o próximo presidente, seja quem for, lhe fará acenos nesse sentido. A diferença com Dilma é que ela já dispõe desse poder. A estratégia é mostrar dubiedade, com se estivesse vacilante, com dificuldades de controlar a base, para conseguir ainda mais espaços no atual governo.

Eles brigam, mas eles se entendem, sempre se entendem.

Publicidade

Perguntar não ofende

Por Wanfil em Política

05 de julho de 2013

Na noite de quinta-feira (4) busquei os perfis dos senadores Eunício Oliveira (PMDB), Inácio Arruda (PCdoB) e José Pimentel (PT) no Twitter (ver twitter.com/wanfil), para fazer a seguinte indagação: O senhor acha que Renan deve devolver o dinheiro da viagem no avião da FAB?” (Até então, Renan Calheiros negava a hipótese de ressarcir os cofres públicos por uma viagem feita em avião da aeronáutica para ir a um casamento na Bahia. Mudou de opinião após a repercussão negativa do caso).

Como, na condição de simples cidadão curioso, não obtive resposta, na manhã desta sexta-feira (5), já na condição de colunista da Tribuna BandNews, enviei email para os gabinetes dos três representantes do Ceará no Senado Federal com duas perguntas:

– Senador, o senhor concorda com o uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira para viagens particulares do presidente Senado, Renan Calheiros (PMDB)?

– Para o senhor, essa prática não está em dissonância com o clamor das ruas?

Confirmei o envio dessas singelas indagações com as respectivas assessorias de cada um. Diante das solicitações de um prazo para depois do final de semana, informei que aguardo resposta até a noite de segunda-feira (9). Na terça (10), volto ao assunto.

Convenhamos, não é nada demais, não é mesmo?

Publicidade

Perguntar não ofende

Por Wanfil em Política

05 de julho de 2013

Na noite de quinta-feira (4) busquei os perfis dos senadores Eunício Oliveira (PMDB), Inácio Arruda (PCdoB) e José Pimentel (PT) no Twitter (ver twitter.com/wanfil), para fazer a seguinte indagação: O senhor acha que Renan deve devolver o dinheiro da viagem no avião da FAB?” (Até então, Renan Calheiros negava a hipótese de ressarcir os cofres públicos por uma viagem feita em avião da aeronáutica para ir a um casamento na Bahia. Mudou de opinião após a repercussão negativa do caso).

Como, na condição de simples cidadão curioso, não obtive resposta, na manhã desta sexta-feira (5), já na condição de colunista da Tribuna BandNews, enviei email para os gabinetes dos três representantes do Ceará no Senado Federal com duas perguntas:

– Senador, o senhor concorda com o uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira para viagens particulares do presidente Senado, Renan Calheiros (PMDB)?

– Para o senhor, essa prática não está em dissonância com o clamor das ruas?

Confirmei o envio dessas singelas indagações com as respectivas assessorias de cada um. Diante das solicitações de um prazo para depois do final de semana, informei que aguardo resposta até a noite de segunda-feira (9). Na terça (10), volto ao assunto.

Convenhamos, não é nada demais, não é mesmo?